sexta-feira, novembro 20, 2009

Tesouros Infantis, Vol.2, nº 4 - Lição 9

Lição 9: O MENINO QUE REPARTIU O SEU LANCHE
A criança deverá
SABER que Jesus tem prazer em suprir as nossas necessidades.
SENTIR gratidão pelas necessidades supridas e desejo de repartir com outros.
RESPONDER compartilhando o que possui com outras pessoas.
PENSAMENTO CENTRAL: SOMOS FELIZES QUANDO REPARTIMOS COM OUTROS
VERSO PARA MEMORIZAR: Dai, e ser-vos-á dado...” Lucas 6:38
LEITURA AUXILIAR:  Marcos 6: 30-44;  Desejado de todas as Nações, 348 a 355

RECURSOS NECESSÁRIOS: memorizando: algum objeto que possa ser doado (brinquedo, livro, alimento, roupa, etc.); conquistando a atenção: copos descartáveis cortados (deixando 2 dedos no fundo), tiras de cartolina de 10cm x 1,5cm  para cada criança; lição: cesta ou trouxa,  pãezinhos verdadeiros ou de massa de modelar (de preferência com formato de pão sírio), biscoitos no formato de peixe ou peixes de cartolina ou E.V.A (moldes abaixo), outra(s) cesta(s); revisando: um lençol ou colcha (se não houver tapete na sala), pão sírio (redondo e achatado, como pizza), figuras de pão numeradas ; aplicando: Dinheirinhos, frutas, brinquedos, livros infantis, etc.; contando aos outros: Opção A: cestinhas de copo descartável, pãezinhos e peixinhos de massa de modelar ou de papel; Opção B: cópias da Cesta de Pães e Peixes (abaixo).

MEMORIZANDO (até 10 minutos): Ler o verso na Bíblia, na mesma versão em que será memorizado. Explicar que quando damos alguma coisa boa para alguém e a fazemos feliz, Deus nos dá de volta toda  essa felicidade. Repetir o verso para memorizar três vezes com a classe, fazendo os seguintes gestos:
“Daí” – estender as mãos.
“E ser-vos-á dado.” – trazer as mãos de volta para si.
Lucas 6:38 – colocar as mãos juntas e abri-las como um livro.

Opção A:  Depois, divida a classe em duplas e chame uma dupla por vez para ir à frente. Um aluno fica com algum objeto interessante na mão (brinquedo, roupa, dinheiro ou alimento). O outro diz: “Dai”. O aluno que está com o objeto dá o objeto para o outro e diz: “ E vos será dado.” O outro aluno devolve o objeto e ambos dizem a referência (ou a sala diz a referência). Variação: O aluno que está sem o objeto diz a primeira parte (“Daí...”), recebe o objeto e ao devolvê-lo recita a segunda parte. O aluno que deu o objeto diz a referência. Depois eles trocam as posições e repetem o processo.

Opção B: Formar um círculo com as crianças.  Dar um objeto interessante para uma das crianças. O aluno à esquerda desta, deve dizer: “Daí, e ser-vos-á dado.” E todos recitam a referência. O aluno dá o objeto para aquele que disse o verso e o aluno à esquerda deste recita o verso novamente. Todos dizem a referência. Repetir o processo até que todos tenham mencionado o verso e o objeto volte para a mão do primeiro aluno. Variação: Todos falam o verso e quem está com o objeto fala a referência antes de entregá-lo.
Dizer: SOMOS FELIZES QUANDO REPARTIMOS COM OUTROS

CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos): Fazer, com as crianças, uma cestinha com copo descartável. Cortá-lo deixando dois dedos no fundo. Fazer uma tira de cartolina de 10x1,5 cm (ou menor) e grampear nas laterais, formando a alça da cesta. Perguntar: Para que serve uma cesta?Para carregar algumas coisas dentro. Que coisas podemos carregar em uma cesta? Deixar que as crianças falem diversas coisas até que elas, ou você,  mencionem pães. Depois, recolher as cestas e dizer: Nossa história de hoje fala de uma ocasião em que Jesus precisou usar muitas cestas.
APRESENTANDO A LIÇÃO: Colocar pães e peixes de papel dentro de uma cesta, cobrir com um guardanapo de maneira a escondê-los. Em cima do guardanapo, colocar mais cinco pães e dois peixinhos de papel .
Hoje vamos falar de um menino que se parece bastante com você. A Bíblia não fala o seu nome, mas conta que ele fez algo muito importante que se tornou conhecido por toda parte. Abrir a Bíblia em Marcos 6:30-44. Esta história está escrita aqui na Bíblia em Marcos 6:30-44. Imagenamos que esse menino queria conhecer Jesus de perto e ver as maravilhas que Ele fazia. Desejava ouvir as histórias que Ele contava. Por isso, de manhã bem cedinho, pediu à mamãe que lhe preparasse um lanche porque ele ia passar o dia com a multidão, ouvindo Jesus.
Os discípulos e Jesus estavam muito cansados. Jesus passava o dia todo curando, confortando, animando, ensinando e aconselhando as pessoas. Era tanta gente à procura dele. Tanta gente, que Ele não tinha tempo nem mesmo para comer ou dormir. Então Jesus convidou os discípulos para irem a um lugar tranqüilo para descansarem um pouquinho. Ele entrou no barco com os discípulos. Eles pegaram os remos. E começaram a remar. Pegar dois cabos de vassoura ou dois remos imaginários. Fazer movimentos imitando o ato de remar. Vamos remar também? Deixar que as crianças dêem algumas “remadas”. Eles desceram em um lugar muito bonito, com a sombra gostosa das árvores, flores e pássaros cantando. Lá estava tão bonito e sossegado...
Mas, quando as pessoas viram que Jesus estava saindo de barco resolveram ir atrás dele. Alguns foram de barco, outros foram a pé mesmo. Aquele menino pegou seu lanche foi rapidamente para lá também. E logo uma grande multidão se aproximou do lugar onde Jesus estava. Ele estava começando a descansar quando viu toda aquela gente chegando. Vocês acham que Ele ficou zangado porque eles atrapalharam seu descanso? Não. Ele sentiu pena daquelas pessoas. Ele poderia ter se escondido delas, mas não fez isso porque Ele amava muito cada um deles.  Jesus começou a falar com as pessoas e a curar os doentes. E o menino sentou-se, junto com todas as pessoas, perto do lago, ouvindo Jesus falar. E as pessoas, para poderem ouvir Jesus, ficavam bem quietinhas, senão não dava para ouvir nada.
O menino prestou tanta atenção no que Jesus falava e fazia, que até se esqueceu de comer. Como era bom ficar perto de Jesus!
Ele falou tantas coisas bonitas e o povo ficou tão contente em escutá-Lo que o dia passou e ninguém percebeu. Ninguém nem se lembrou de comer ou beber alguma coisa. Já estava entardecendo. As crianças começaram a sentir fome e o povo estava cansado de ficar em pé o dia todo. Os discípulos começaram a se preocupar com isso e foram falar para Jesus mandar o povo ir embora para comprar comida. Mas Jesus não queria que todas aquelas pessoas saíssem dali com fome porque elas eram Suas visitas e não devemos deixar nossas visitas saírem de nossa casa com fome, não é mesmo? Ele mandou que os discípulos dessem alguma coisa para o povo comer. Ele queria saber se os discípulos tinham total confiança nEle. Ele perguntou a Filipe e disse: “Onde compraremos pão para que eles possam comer?” Não havia lojas no bosque, nem mercados de frutas onde comprar alguma coisa e Jesus sabia disso muito bem.  Quando Filipe olhou para aqueles milhares de rostos famintos disse: “Duzentos dinheiros não serão suficientes para comprar pão para todo este povo.” Filipe tinha fé muito pequena. Talvez André tivesse um pouco mais de fé que Felipe. Ele encontrou aquele menino com seu lanche e disse a Jesus (Pegar a cesta): “Aqui está um menino que tem cinco pães de cevada e dois peixes (mostrar os pães e peixes e contá-los). Mas, que é isso para tantas pessoas?” O menino, embora também estivesse com fome e tivesse pouca comida, não pensou só em si mesmo. Ele poderia ter pensado: “Vou ficar bem quietinho. Afinal estou com fome e meu lanche não vai dar para nada mesmo. Vou comer escondidinho.” Encolher-se como quem está se escondendo. Mas o menino não pensou assim. Ele ofereceu tudo o que tinha.
Agora, imaginem crianças, muita gente, mas muita gente mesmo, com muita fome e só cinco pães e dois peixinhos para comerem. Vocês acham que era suficiente para toda aquela multidão? Não. Não era. A Bíblia diz que eram mais de 5.000 pessoas! Mas Jesus mandou que todos se assentassem para descansar, pegou aqueles pães e peixes e fez uma oração. Ele abençoou aquele alimento. Então Ele repartiu aqueles alimentos para os discípulos darem ao povo. Neste momento aconteceu um grande milagre! Os discípulos levavam os pães e peixes e entregavam para as pessoas e quando voltavam havia mais pães na cesta. Entregar pães e peixes para todas as crianças, ir tirando o que for preciso debaixo do guardanapo. Todos comeram o suficiente. Que poderoso que é Jesus, não é mesmo? De cinco pães e dois peixinhos, alimentar uma grande multidão. Ninguém ficou com fome. Até sobrou comida! Jesus pediu para os discípulos recolherem as sobras e eles juntaram doze cestos. Sobrou tanta coisa que cada um pôde levar um pouco para casa. Todos saíram dali muito felizes e  contaram para outros do grande poder de Jesus. E aquele menino, que era criança como vocês, foi para casa mais feliz do que nunca porque Jesus havia feito um grande milagre, usando seu pequeno lanche. Ele ficou muito feliz porque não havia recusado dar todo o seu lanche para Jesus. Isto nos lembra que:
SOMOS FELIZES QUANDO REPARTIMOS COM OUTROS

REVISANDO: Afastar as cadeiras e forrar o chão com um lençol. Sentar-se junto com as crianças sobre o lençol. Passar a cesta para que elas peguem um pão ou peixe de papel numerados. Ter uma lista de perguntas numeradas. Fazer as perguntas de acordo com o número que cada criança tiver. Quem acertar ganha um pedaço de pão sírio.Quem não souber pode escolher um “remidor” e ganhar seu pedaço de pão.





APLICANDO: O menino que deu os pães e os peixes era muito especial. Quando André chegou e perguntou a ele: “Posso pegar o seu lanche e dar a Jesus?”, ele respondeu prontamente: “Sim”. Que menino generoso! Ele podia ter dito “não” a Jesus, mas alegremente entregou tudo o que tinha, não o resto ou as sobras. Agora vamos fazer como aquele menino. Dividir a classe em duas turmas. Para uma turma entregar alguma coisa que seja interessante para as crianças (brinquedo, livros, dinheirinho de papel). Cada criança que está sem nada deve ir a uma criança que tem alguma coisa e dizer: “Posso pegar o seu ____(livro, brinquedo, etc) para Jesus?” A outra deve responder: “Sim, com prazer.” E entregar o que tem na mão para a  outra que irá à frente e colocará o objeto em uma cesta. Quando todos terminarem entregar,  um objeto da cesta para cada um. Dizer: Sempre que entregamos alguma coisa para Jesus nós o deixamos muito feliz e recebemos felicidade de volta para nós também.

Variação: Entregar dois objetos iguais para a primeira turma. Cada criança deverá procurar uma que não recebeu nada e dar um objeto para ela, dizendo: “Fico contente em poder dividir com você”.  Recolher os objetos ao terminar a atividade. Perguntar: Quem recebeu alguma coisa ficou contente? É bom deixar outras pessoas contentes? O menino ficou contente em repartir seu lanche com Jesus. Jesus e os discípulos ficaram contentes em repartir com aquela multidão. Vocês também podem ficar contentes repartindo com outros as coisas que Deus lhes dá.
SOMOS FELIZES QUANDO REPARTIMOS COM OUTROS

CONTANDO AOS OUTROS: Entregar as cestinhas que foram feitas em Conquistando a Atenção.  Colocar com antecedência 5 pães e 2 peixinhos (de papel, de massinha de modelar, biscuit, E.V.A, ou de massa de pão mesmo). Ou dar uma cópia da Cesta com Pães e Peixes para cada criança.pintar e montar  sua cesta.  Se a classe for de crianças muito pequenas, ou se dispor de pouco tempo, entregá-las semi-prontas. Enquanto trabalham, dizer: Levem a cestinha para casa e escolham uma pessoa para entregarem a cesta. Pode ser na escola, ou na vizinhança ou em casa mesmo. Contem para essa pessoa a linda história de hoje e o que Jesus quer que façamos com as coisas que Ele nos dá. E não se esqueçam:
SOMOS FELIZES QUANDO REPARTIMOS COM OUTROS

COMO PREPARAR OS VISUAIS
Contando aos Outros (opção b):
  1. Fazer uma cópia da cesta para cada criança.
  2. Recortar a cesta e a tampa.
  3. Pintar.
  4. Fixar a tampa na parte superior da cesta, com fita adesiva por dentro e por fora, formando uma “dobradiça”.
  5. Levantar a tampa para ver quanto sobrou.





MÚSICA:

Um amigo agora, vamos alegrar.
Pois chegou a hora de compartilhar.

Repartindo, repartindo.
Sempre com amor.
Dando alegria para o Salvador.

Sempre repartindo o que há em nossa mão.
Dando para outros, sim, de coração.


Nenhum comentário:

Que bom que você veio!

Volte Sempre!