quinta-feira, novembro 26, 2009

Pequeno Pesquisador, Lição 12 - 4º Trim. 2009

TODAS AS CRIATURAS – GRANDES E PEQUENAS
OBJETIVO:
Ao final da lição a criança deverá
CONHECER  o que é reprodução.
SENTIR –se admirada pelo grande poder e sabedoria divinos, demonstrados na reprodução.
RESPONDER  cuidando melhor das plantas e animais.

VERSO PARA MEMORIZAR: “Eu fiz a Terra, o homem e os animais que estão sobre a face da Terra, com o Meu grande poder e com o Meu braço estendido, e a dou àquele a quem for justo.” Jeremias 27:5.

RECURSOS NECESSÁRIOS: Memorizando: lousa e giz; Conquistando a Atenção: flores, pássaros e peixes (verdadeiros ou em gravuras); Apresentando a Lição: fruta com sementes, faca, flor (de preferência lírio, azaléia ou hibisco) ou gravura de flor ou figura da página 115 da lição ampliada; Contando aos Outros: cópias dos cartões abaixo e tesoura para cada aluno.

COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS

Contando aos Outros: imprimir os cartões em cartolina colorida. Se quiser um efeito mais artesanal, use a figura como molde para cortar em cartolina colorida. Imprima os versos em papel branco, recorte-os e cole-os para fazer o miolo da flor.






MEMORIZANDO (até 10 minutos):
Com antecedência, desenhar na lousa um quadrado para cada letra do versículo e da referência (sendo que os quadrados de uma palavra devem ficar juntos). Os alunos se revezam, sugerindo letras para os quadrados. Sempre que uma letra estiver correta, escrevê-la no espaço correspondente. Para tornar a atividade mais interessante, mande que os alunos formem todas as palavras antes de cometerem dez erros. Para simplificar o jogo, escrever a primeira letra de cada palavra. Dizer: Os homens estão sempre procurando encontrar provas para suas loucas teorias à respeito da origem da vida e da Terra. Mas eles continuam cada vez mais atrapalhados e confusos. Ainda bem que os cristãos já acharam a resposta há muito tempo. Deus deixou bem claro em Sua Palavra e a própria natureza evidencia quem é o Criador. Somente uma inteligência grandiosa seria capaz de organizar de modo tão perfeito toda a Natureza. Repetir o verso com os alunos. Na primeira parte do verso, Deus afirma que é o Criador. Na última parte Ele mostra que está no controle de tudo. Que bom sabermos que Deus nos criou, mas não nos abandonou. Ele está no controle e podemos confiar nisso.




CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos):
Levar um ramalhete de flores bem bonito (ou uma gravura com flores bem bonitas). Se possível, levar um casal de pássaros em uma gaiola e/ou ou um pequeno aquário com peixes. Se não, levar gravuras de pássaros, peixes, animais e seus filhotes e também de flores. Deixar que os alunos observem tudo e façam seus comentários sobre aqueles seres. Dirigir os comentários perguntando se possuem algum animal de estimação, se sabem como cuidar das aves ou dos peixes, se algum deles já cuidou de algum jardim ou vaso de flores. Dizer: Tudo o que está aqui é uma pequena demonstração do poder e amor de Deus e é o que vamos estudar hoje.

ESTUDO DA LIÇÃO (até 25 minutos, incluindo apresentação da lição, revisão, aplicação e contando aos outros):
A. APRESENTANDO A LIÇÃO:
            Alguém já ganhou um bichinho de estimação? Dar tempo para as respostas.Esses bichinhos trazem muita alegria para seus donos. Geralmente os pais dão um bichinho de estimação aos filhos porque sabem que isto os fará felizes. Imaginem que mundo monótono sem os animais.
Nosso grande Deus de amor e Seu Filho Jesus decidiram um dia encher  nossa Terra de margaridas e lírios, pessegueiros, macieiras, cedros e palmeiras, com joaninhas, borboletas, sabiás, bem-te-vis, elefantes e leões, gorilas e rinocerontes, cães e gatos. Tudo para que este mundo fosse uma casa bonita e alegre para seus filhos, os seres humanos.
Na semana da criação Deus poderia ter criado de uma só vez milhares de plantas, peixes e pássaros e animais da Terra. Ele poderia ter feito bilhões de crianças e adultos em um só dia. Mas preferiu não criar dessa maneira. Como Deus é um Deus de amor, preferiu a maneira amorosa de produzir flores, pássaros, abelhas, peixes, animais e pessoas. No primeiro capítulo de Gênesis temos uma idéia do que Deus deve ter dito quando fez suas criaturas grandes e pequenas: “Vou ajudar todo ser vivo a ampliar mais sua espécie, dando-lhes uma prole. Vou fazer toda planta, todo inseto, pássaro, peixe, animal e ser humano, ter criaturas pequeninas que se pareçam exatamente com eles. O cuidado com seus pequeninos e o amor a eles os ajudarão a entender o amor que Eu lhes tenho.”
Assim, na criação, Deus colocou amor em cada ser vivo, e o envolveu em pequenos feixes.
Esses feixes são de variadas formas, tamanhos e cores. Cada espécie tem um feixe diferente. Esses feixes chamam-se sementes. Como Deus queria que tanto a mãe como o pai O ajudassem a produzir a prole, dividiu a semente e deu uma parte a cada um. Como nosso Deus gosta de dar, Ele fez cada ser vivo com a capacidade de reproduzir-se, dando uma parte de si.
Cortar uma fruta que tenha sementes ao meio. Mostrar as sementes aos alunos. As sementes, quando plantadas, podem crescer e tornar-se uma planta adulta e produzir outras frutas como essa. O que faz a sementes crescer? É o alimento, a chuva e o sol? É o agricultor que cuida dela? Tudo isso é importante, mas por si mesmos não podem fazer a sementes crescer nem um pouquinho. É Deus quem dá o poder a cada sementinha para romper a terra. Ele desperta cada folha e flor para a vida. Que Deus cuidadoso! Pensem nos trilhões e trilhões de sementes que são plantadas no mundo e nosso Pai Celestial dá vida a cada uma e nunca Se cansa de fazer Seu trabalho. Servir a outros com amor é a lei pela rege o Universo.
Mostrar novamente as flores, ou gravuras de flores. O ideal é ter flores verdadeiras e ir desmontando-as para identificar cada uma das partes dela, conforme está na lição. As flores mais adequadas para isso são o lírio, a azaléia, o hibisco (mimo-de-vênus) ou palma-de-santa-rita (gladíolo). Se não tiver uma flor, amplie a figura da página 115 da lição e cole-a na parede com fita crepe. Dizer: Deus criou as flores para o nosso prazer e a semente de muitas delas para nosso alimento. Suas cores admiráveis e seu maravilhoso perfume atraem as abelhas e borboletas. Nos lírios e outras flores semelhantes percebemos que as pétalas estão dentro de uma parte verde, semelhante a uma folha, denominada cálice. Dentro dela vemos o pistilo que é a “mãe” da flor (conferir dados na gravura da página 115 da lição), e está dividido em três partes: caule, estigmas e ovário. Os estigmas estão na parte de cima do caule e os ovários estão embaixo. O “pai” da flor está em pé ao redor da mãe. Seu nome é estame e forma-se de 6 talos finos ou filamentos. A ponta de cada filamento é chamada de antera e armazena um pó amarelo chamado pólen.
Deus criou cada ser vivo para que ajude algum outro. As abelhas e borboletas visitam a flor e durante essa visita, o pólen gruda nas asas e nos pés desses insetos e assim eles o carregam do “pai” da flor para a “mãe” da flor.  Às vezes o levam para outra flor. Quando o pólen se apega à “mãe” da flor ele desce pelo estilete ao ovário, onde fica a semente da “mãe”. No ovário há muitos ovinhos brancos. Aí as duas partes, da mãe e do pai, se juntam e começam a produzir as sementes. As sementes do lírio levam cerca de um mês para madurar. Aí o ovário fica duro e seco e se abre e todas as sementes caem. Os pássaros e o vento as espalham pela terra e elas nascem e crescem. Não é admirável como Deus fez com que todos ajudem para que a planta produza sua prole?
Mostrar o peixe ou figura de peixe. Os peixes têm uma forma diferente de se reproduzir. Quando chega a época de se acasalarem eles costumam viajar até um lugar de encontro. Alguns peixes chegam a viajar 5.000 quilômetros através do oceano para se acasalarem. Outros viajam contra as correntezas dos rios, o que chamamos de piracema, aqui no Brasil. O modo dos peixes formarem seus filhotes é diferente do das flores.
            Na época certa, eles fazem certos sinais com as barbatanas ou com o corpo. A mãe nada entre as plantas aquáticas e o pai nada logo atrás dela. Ela põe os ovos na água. Dependendo da espécie ela pode pôr poucos ovos ou até milhões. Assim, ela põe os ovos e sai nadando. O pai nada logo atrás e expele um pouco de seus espermatozóides para cobrir os ovos. Apesar de haver muitos espermatozóides, só um deles entra em cada ovo. Um espermatozóide acha um ovo e entra nele. Outro espermatozóide acha outro ovo e se junta a ele.  As duas partes se unem para formar peixinhos. Os peixinhos já nascem cuidando de si mesmos. E Deus cuida de todos.
 Mostrar os pássaros ou as gravuras de pássaros. As mães e os pais dos passarinhos demonstram muito mais amor e cuidado aos seus filhotes que as mães e os pais dos peixinhos. Os passarinhos constroem uma pequena morada ou ninho para seus filhotes. Os filhotes de passarinhos são formados de maneira semelhante à formação dos peixes. A mãe tem os ovos no corpo e o pai tem os espermatozóides. Quando chega o tempo de começar a vida o pai voa para perto da mãe. Os dois têm uma entrada cuidadosamente protegida debaixo da cauda. Suas entradas se tocam e o espermatozóide do pai passa para dentro da mãe, onde se encontra com o óvulo. A mãe conserva os ovos dentro do corpo até serem fertilizados. No tempo certo ela os coloca no ninho. Depois que os ovos saem, ela se deita no ninho sobre seus preciosos ovos aquecendo-os com o corpo. Se ela deixar o ninho por muito tempo os ovos se esfriam e os filhotes morrem. Imaginem como as mães dos passarinhos são pacientes. Elas ficam deitadas no ninho dia e noite por 2 ou 3 semanas. Os filhotes comem o conteúdo dos ovos e quando estão fortes e crescidos eles bicam a casca do ovo e saem.
Mostrar figuras de cachorros. Vocês já viram um filhote de cachorro? Viram como suas mães são cuidadosas e ciumentas? Elas não deixam ninguém chegar perto de seus filhotes. Elas são muito cuidadosas com seus filhotes. Como acontece com os outros animais, acontece com os cães também.  As sementes de amor que Deus deu a essas criaturas estão divididas em duas partes, macho e fêmea. Por isso o cachorro dá à fêmea os espermatozóides do mesmo modo que o passarinho dá os seus espermatozóides à fêmea. A diferença é que a mamãe dos cachorrinhos não precisa fazer um ninho para seus filhotes porque Deus pôs um ninho dentro de cada mãe dos mamíferos. Este ninho é chamado de útero. Os alimentos que a mãe ingere são absorvidos pelo sangue, como aprendemos antes. O sangue, carregado de nutrientes e oxigênio, chega ao filhotinho através do CORDÃO UMBILICAL. É assim que ele é alimentado. Quando chega o tempo de os filhotes nascerem eles saem do útero aquecido e macio. Cada cachorrinho, gatinho ou bezerro que existe é um admirável milagre de nosso Deus de amor. Ele dá vida e respiração a cada um e coloca-lhes o amor no pai e na mãe para que cuide deles.

B. REVISANDO E AMPLIANDO: Corrigir o questionário da lição. Abaixo colocamos o gabarito para o professor (algumas versões da Bíblia podem conter palavras diferentes). Há respostas que serão pessoais, por isso colocamos apenas algumas idéias.

Domingo
  1. Relva, árvores frutíferas, cuja semente.
            Enxames de seres vivos, multipliquem
            Seres viventes, animais selváticos.
  1. Fecundos, multiplicai-vos, enchei.
  2. Acreditamos que a pergunta certa seria: Como Deus e Jesus nos mostram que amor puro é dar? Deus amou o mundo e por isso deu Seu Filho.
Segunda-feira
  1. Arroz, feijão, lentilha, grão de bico, milho, trigo, aveia, cevada, centeio, etc...
  2. Primeira parte: Erva, espiga, grão.
            Segunda parte: irrepreensíveis, sinceros, inculpáveis, corrompida, estrelas.
Terça-feira
  1. Pessoal
  2. Lição 1: perfumosas, perfumosas; Lição 2:perfeito; Lição 3: vista-se com simplicidade; Lição 4 a 6: amor de Deus, simplicidade, fé; Lição 7: não andeis ansiosos.
Quarta-feira
  1. Fazendo o milagre em que o Pedro pescou um peixe com uma moeda dentro.
  2. Jonas e o peixe (Jonas 1:17),duas multiplicações dos peixes e pães (Mateus 14:13-21; Mateus 15:32-39); duas pescas milagrosas (Lucas 5:1-11; João 21:1-13).
Quinta-feira
  1. Confiança em Deus, esforço no trabalho, cumprimento dos deveres, ânimo, alegria, etc.
Sexta-feira
  1. Os peixes e aves põem ovos, onde os filhotes são alimentados antes de nascerem. Os mamíferos alimentos seus filhotes dentro de si.
  2. Justo, dos ímpios, cruéis.

C. APLICANDO:
Dar carinhosamente uma flor pequena e simples a cada aluno (pode ser uma margarida, uma flor de dente de leão, etc.) e perguntar: Vocês gostam de ganhar presentes? Geralmente as mulheres apreciam muito ganhar flores. Mas todos podem apreciar a beleza das flores. Elas são mensageiras especiais de Deus e têm recados muito importantes para nós. Mas precisamos parar para observar e tentar ouvir. Vou dar um tempo para vocês pensarem agora. Olhem bem para essa flor que vocês estão segurando. Pensem em que coisas elas podem ensinar para vocês à respeito do amor de Deus. Sugestões: simplicidade, confiança, tranqüilidade, bondade (elas são belas para nos alegrar), alegria, contentamento (estão felizes em ser como são, sem ficar aborrecidas com o que as outras flores têm). Etc. Escrever as sugestões na lousa, à medida que forem mencionando.

D. CONTANDO AOS OUTROS:
Dar uma cópia da atividade Mensagem das Flores para cada aluno. Enquanto trabalham, dizer: Deus demonstra seu amor a nós cada vez que uma flor desabrocha. Ele quer que transmitamos seu amor a outros. Dar uma flor a alguém é uma boa forma de demonstrar amor. Esta semana, escolha alguém para dar uma demonstração de amor e atenção. Pode ser a mãe de vocês, o pai, o irmão, algum amigo ou vizinho. Dê uma flor a essa pessoa acompanhada deste cartão. Com certeza vocês trarão um raio de sol para essa pessoa e ficarão muito felizes também.




Nenhum comentário:

Que bom que você veio!

Volte Sempre!