terça-feira, maio 01, 2018

Incentivo de oferta Maio de 2018 - Missões mundiais


Vivemos nos últimos momentos da história do planeta Terra, e nosso Senhor tem aguardado ansiosa e longamente para poder nos levar ao lar. Os eventos proféticos que se desenrolam diante dos nossos olhos declaram que a segunda vinda de Jesus está próxima, às portas. Infelizmente, a mensagem do evangelho não alcançou o mundo inteiro, e nem todos tiveram a chance de ouvir a verdade para este tempo. “Os homens logo serão obrigados a tomar grandes decisões, e devem ter oportunidade de ouvir e compreender a verdade bíblica, a fim de que se decidam inteligentemente para o lado do bem”. — Evangelismo, p. 25.


Como membros da igreja de Deus, é nosso privilégio representar Seu caráter e tomar parte na divulgação do evangelho até os confins da Terra, empenhando nosso tempo, força e recursos financeiros para essa obra especial.

Graças às orações e contribuições financeiras dos nossos membros e amigos, novas missões estão sendo abertas em muitos lugares. Essas novas missões ainda precisam do nosso apoio até que sejam plenamente estabelecidas e se tornem autossustentáveis. Também precisamos efetuar a abertura de novas missões. Recolhemos anualmente uma oferta especial para suprir os meios necessários a fim de espalhar a mensagem em muitas partes do globo.

“Por este tempo, devem existir representantes da verdade em cada cidade e nas mais remotas partes da Terra. Toda a Terra tem de ser iluminada pela glória da verdade divina. A luz deve brilhar sobre todos os países e todos os povos. E é daqueles que receberam a luz que ela deve ser transmitida a outros.” — Ibidem, p. 407.
“Necessitam-se missionários em campos que mal foram penetrados. Abrem-se constantemente novos campos. A verdade precisa ser traduzida em diversas línguas, para que todas as nações possam desfrutar de sua influência pura e vivificante.” — Ibidem, p. 409.

Apelamos com toda a sinceridade a você, neste sábado, para que una seus esforços aos dos missionários e suas famílias doando liberalmente para o apoio às nossas missões mundiais. Unidos dessa forma, poderemos ajudar a iluminar a Terra com a glória de Deus e apressar a volta de Jesus.
Seus irmãos do Departamento Missionário

Maternal

Materiais: figuras de crianças de diversos países que ainda não foram alcançados (países da África, Ásia e Oceania, por exemplo) e coletor com figuras de mãos, pés e notas de dinheiro.

Figuras:  Usar as figuras abaixo para imprimir ou usar como molde para confeccioná-las em EVA.

Coletor:
Encape uma caixinha com papel ou EVA nas cores verde e azul, imitando a Terra vista de cima. Cole desenhos de mãos, pés e de notas de dinheiro e a frase: “Missões: ir, orar e doar.”

[Mostrar as figuras das crianças:] Estas crianças nunca ouviram falar que Jesus vai voltar. Elas não sabem que o Papai do Céu as ama e está preparando um lindo lar para elas no Céu. Como podemos avisá-las? Vamos dar nossa oferta para os missionários irem até lá. E vamos fazer Papai do Céu para que elas aceitem o aviso. E, quem sabe um de vocês não vai lá, quando crescer, não é? [Passar o coletor de ofertas pelas crianças, cantando “Plim, plim, plim”. Em seguida, orar agradecendo pela oferta e pedindo que Deus ajude os irmãos de lá. Explicar às mães que a oferta para as missões será recolhida no primeiro sábado de maio.]

[Repetir o procedimento acima no dia 05 de maio. Mas, depois de contar a história, dizer:] Hoje é o dia que vamos enviar nosso dinheirinho para ajudar as missões ao redor do mundo. [Colocar as ofertas em um saquinho de pano, com alça e prendê-lo em um avião de brinquedo com uma plaquinha das missões mundiais. Fazer o avião voar até onde estão as figuras das crianças. Dizer:] “Vejam, que maravilha! Agora os missionários vão poder falar sobre Jesus para essas crianças! Viva! [Bater palmas.]

Para ver dados sobre alguns países beneficiados clique AQUI.

E baixe AQUI um mapa mundi fácil de recortar (pode ser feito em papel ou EVA).
Veja ideias interessantes para fazer outros tipos de mapa AQUI, AQUI, AQUI, AQUI, AQUI  e AQUI. E quem tiver mais recursos e quiser decorar uma parede da sala com o mapa do mundo pode ver boas ideias AQUI e AQUI




Tesouros Infantis e Pequeno Pesquisador
(adaptar a linguagem à faixa etária das crianças)

Colocar as seguintes sugestões no “Cantinho das  Missões” (mesa, estante ou mural).
· Se o cantinho das missões for sobre uma mesa, pode-se usar uma toalha de TNT com a cores verde e azul, como as da Terra vista de cima. Colocar algumas das figuras relacionadas ao que será dito na aula.
· Ter uma faixa com o desenho de mãos, pés e notas de dinheiro, e a frase “Ir, orar e doar. 05 de abril, oferta para as missões mundiais”.
· Ter um mapa mundi. Se possível, o mapa deveria ser apenas dos continentes, sem as fronteiras dos países, para facilitar o trabalho. No mapa, sinalizar os países recentemente alcançados pode ser com adesivos de estrelas, por exemplo. Os países não alcançados podem estar em cores escuras.
· Entregar um envelope azul ou verde para as crianças trazerem suas ofertas no próximo sábado.
· Imprimir figuras do globo, colar em um palito de pirulito ou churrasco e espetar em meia bola de isopor pintada.
· Colocar figuras de crianças com roupas típicas de diversos países ainda não alcançados ao redor do mundo.
· Colocar a lista de países não alcançados e dos recentemente alcançados, que ainda dependem das nossas ofertas.
· Ao invés de objetos, pode-se fazer um mural com figuras das coisas mencionadas acima.
· Decorar uma caixa de sapato com as cores da verde e azul, e desenhos de mãos, pés e notas de dinheiro. Colar uma faixa com as palavras: “Ir, orar e doar. 05 de abril, oferta para as missões mundiais”. Usar a caixa como coletor de ofertas.
· Entregar um envelope verde ou azul para as crianças trazerem com suas ofertas no próximo sábado.
· Ter a data de 05 de maio destacada em um calendário, para mostrar quando a oferta será recolhida
· Fazer um emoji alegre e outro triste, para usar conforme a história.
· Colocar faixinhas com a frase Jesus te ama nas línguas de países ainda não alcançados (não precisa tentar ensinar como se pronuncia). Exemplos: Jesus elsker deg (Norueguês); 예수님은 당신을 사랑하십니다. (coreano); İsa səni sevir (azerbaijano); يسوع يحبك (árabe), Tia anao i Jesoa (malgaxe). Veja imagens abaixo.
· Combinar com as crianças um alvo para a oferta do 1º sábado. Se o alvo for atingido (no dia 05/05), colocar mais emojis felizes no mapa, nos países recentemente alcançados e algumas estrelas em países ainda não alcançados.
· Dar para cada criança uma figura do globo colada em um palito. Ela deve ser usada como lembrete para a família orar por esse país a cada culto.

Pegue as imagens abaixo do texto do momento das missões.



Momento das missões


  

[Mostrar o mapa mundi e dizer:] Em nosso mundo há milhões de pessoas que ainda não sabem sobre o amor de Jesus por nós, nem que Ele vai voltar para nos levar ao Céu. Essas pessoas sofrem e não têm esperança da salvação. Vejam esse mapa. Quanto do nosso mundo ainda vive sem as boas notícias da Palavra de Deus. Precisamos fazer alguma coisa.

Um dos versos que aprendemos diz: “E este evangelho do reino será pregado pelo mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.” Mateus 24:14.  Outro verso diz: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15. Esse não é um pedido de Jesus, é uma ordem. Como podemos cumpri-la?

[Mostrar a figura do pé.] Jesus disse “Vão pelo mundo inteiro”. Então eu e vocês precisamos IR. Ir aos nossos vizinhos, parentes, amigos e falar do evangelho. Mas, quem irá a estes países que ainda não foram alcançados? Talvez aqui nesta sala eu esteja diante de um futuro missionário, que vai pregar o evangelho em algum desses países do mapa. Que sabe, não é? Mas, por enquanto eu ou  vocês não vamos até lá, o que devemos fazer? [Dar tempo para as respostas.] Nós podemos fazer duas coisas. [Mostrar as mãos.] ORAR pelos que vão, orar para que a mensagem seja bem recebida, orar para que Deus envie mais missionários e orar para que, se for da vontade que um de nós trabalhe nas missões estrangeiras, que Ele nos oriente para isso. A outra coisa que podemos fazer é DOAR. [Mostrar a figura da nota de dinheiro.] Se nós não vamos, temos que ajudar quem vai em nosso lugar. É nossa obrigação trazer ofertas para sustentar o trabalho dos missionários.

Hoje vamos recolher uma oferta especial para ajudar os países que foram alcançados há pouco tempo, que ainda precisam de ajuda, e começar o trabalho em países onde a mensagem da salvação não chegou ainda. Vamos oferecer o melhor que pudermos ao Senhor. 

[Mostrar figuras das crianças de várias partes do mundo.] Vou mostrar agora alguns dos lugares que ainda precisam dessa oferta para se sustentarem.

[Mostrar Madagáscar no mapa.] Anos atrás, um irmão de lá, desanimado com a situação da igreja onde congregava, começou a pesquisar na internet se havia algum povo que  guardasse o sábado, cresse em Jesus e fosse fiel aos princípios. Ele encontrou o nosso site e, depois de receber vários estudos, decidiu seguir esse caminho. Ele começou a contar a outras pessoas o que havia aprendido e hoje temos mais de 100 membros lá, muito animados. No entanto, eles têm poucos recursos e precisam de ajuda para manter os missionários. Nossas ofertas vão ajudá-los nisso.

Malawi – É um dos países da África onde há mais paz. As pessoas são muito alegres e não há guerras entre as tribos e nem violência. Nesse país temos mais de 100 membros que vieram de um despertamento. Os irmãos são muito empreendedores por isso começaram a construir três igrejas grandes. Mas os recursos acabaram e, entre outras coisas, elas precisam do telhado. As ofertas que juntarmos aqui vão ajudar nossos irmãos a cobrirem as igrejas, além de manter os missionários que trabalham lá.

Moçambique -  é um país de fala portuguesa que tem um grande número de irmãos, mas que ainda depende da ajuda financeira da Conferência Geral.

[Mostrar as figuras do pé, da mão e da nota.] Nós deveríamos ir até estes e outros países para pregar o evangelho. Quem não vai, precisar orar pelos que vão e doar seu dinheiro para ajudá-los. E hoje é nossa oportunidade de fazer isso.



[Recolher a oferta. Ao terminar, se o alvo foi alcançado, comemorar com as crianças. Se não foi, agradecer e incentivá-las a alcançarem da próxima vez. Colocar a oferta em um avião de brinquedo e conduzi-lo (ou pedir que uma criança o faça) até o cantinho das missões, onde estão as figuras das crianças. Agradecer a todos pelos esforços.]




Figuras para coletores de oferta e cartazes em PB e coloridas















Países alcançados e não alcançados







































domingo, abril 29, 2018

Incentivo de oferta - Missões mundias - Países beneficiados

Oferta para missões mundiais


A oferta para missões mundiais é recolhida anualmente em todas as igrejas do mundo e tem o objetivo de manter os países onde a obra ainda não se sustenta e de abrir novos campos, onde a mensagem ainda não chegou.

Abaixo, temos fotos e vídeos de alguns países que serão beneficiados com essas ofertas.


Quênia

O Quênia é um país lindíssimo que atrai milhares de turistas todos os anos. Isso contribui muito para a economia do país. Mesmo assim, a maioria da população, formada por mais de 70 etnias, vive abaixo da linha da pobreza e a taxa de mortalidade infantil é altíssima.

Temos cerca de 300 membros no Quênia. Pessoas alegres e dispostas, mas que passam grande necessidade. Para ajudar esses irmãos a desenvolverem-se economicamente a obra já tem investido recursos. Mas também é preciso construir igrejas, preparar missionários e prover o sustento deles.
A oferta para missões mundiais será extremamente útil no Quênia.



Malawi

É um país da África Oriental, que faz fronteira com Moçambique, Tanzânia e Zâmbia. Sua capital é Lilongwe. Pare da região leste do país é banhada pelo Lago Niassa. 

Fonte: 30-dias

É um dos países da África onde há mais paz. As pessoas são muito alegres e não há guerras entre as tribos e nem violência. Temos mais de 100 membros ali que vieram de um despertamento. Os irmãos são muito empreendedores por isso começaram a construir três igrejas grandes. Mas o país é muito pobre e os recursos acabaram que terminassem as obras. Entre outras coisas, as igrejas precisam do telhado. As ofertas que juntarmos aqui vão ajudar nossos irmãos a cobrirem as igrejas, além de manter os missionários que trabalham lá. 

Veja o lindo lugar onde uma delas foi construída:



A construção mais de perto.



Como os irmãos se reúnem atualmente.


O aconchego dos bebês...

Alguns dos irmãos dessa região com visitantes da obra.

Assista abaixo a saudação habitual que é cantata pelas irmãs para os visitantes. 
Muito interessante!






Assista a um conjunto de Malawi AQUI e uma irmã viúva cantando com seus filhos AQUI.



República Democrática do Congo


É o segundo maior país da África em área e o quarto mais populoso do continente (cerca de 86 milhões de habitantes). A população é composta por cerca de duzentos grupos étnicos, entre eles os famosos pigmeus, conhecidos por sua pequena estatura.

Fonte: G1

Conversar na RD do Congo não é tarefa fácil para o estrangeiro porque são faladas mais de 700 línguas e dialetos! O idioma oficial é o francês, mas é desconhecido pela maioria do povo. Então, se você quer ser um missionário nesse país é melhor aprender a falar kongo, tshiluba, suaíli ou Lingala. Sua chance de encontrar alguém que o entenda será muito maior.

Apesar de ser considerado um dos países mais ricos em recursos naturais do mundo, com minas de diamante, cobalto e cobre, as contínuas guerras, a corrupção e as falhas administrativas não permitem que o país se desenvolva. A miséria está por toda parte. E a violência também. O povo de lá convive diariamente com a fome, as doenças, e o risco de morte pela guerra ou por criminosos.






E é nesse ambiente precário e perigoso que vivem nossos mais de 2.000 irmãos reformistas. No entanto, a alegria da salvação em Cristo Jesus enche seus corações. Eles gostam muito de cantar e louvar a Deus. São dezenas de grupos musicais que abrilhantam as reuniões e o cântico congregacional é sempre feito em vozes, mesmo sem instrumentos ou qualquer noção de teoria musical.
 Grupo de cerca de 300 irmãos reunidos em uma igreja emprestada para esta reunião.



Conjunto infantil

Louvor congregacional em vozes


Eles também são muito missionários e querem evangelizar seu país. Para isso uma escola missionária está sendo construída na capital, Kinshasa, em um terreno amplo o suficiente para ter também uma plantação. Além de alimentar os alunos, ela servirá para conseguir recursos para a manutenção da escola.

E como estudar aos sábados é obrigatório nas escolas do governo há a necessidade de termos nossa própria escola, que já está sendo construída em Norte Kivu. Além de estudar, as crianças também vão receber uma refeição, o que, para muitas delas, representará a única refeição que terão no dia.

A oferta de 05 de maio também ajuda campos como o da República Democrática do Congo. Pense nisso, ao separá-la para levar à igreja.

Moçambique

Fonte: unilab


Esse país foi colônia portuguesa por mais de quatrocentos anos e o português é a língua de mais da metade da população. Por isso é um ótimo lugar para missionários brasileiros. Apesar de ser riquíssimo em recursos naturais, a ONU o considera um dos países mais pobres do mundo. Com poucos recursos, os irmãos de lá, cerca de 150, dependem da oferta mundial para o sustento de seus missionários e a construção de mais igrejas. Atualmente eles têm apenas uma, muito animada por sinal. Em outras localidades há pontos de pregação, geralmente em casas de irmãos.

Irmãos da igreja de Nampula - Moçambique





ESIR da igreja de Nampula


Quem sabe sua oferta para as missões mundiais ajude essas crianças a terem uma sala da ESIR. 


Madagascar

É uma ilha, a maior da África, que tem diversos animais e plantas que só existem lá. A língua oficial é o francês, mas a maioria da população fala o malgaxe. Apesar de estar em desenvolvimento, o país está também entre os mais pobres do mundo.



Um pouco da história da igreja em Madagascar

Há mais ou menos uns três anos, o irmão Andry, desanimado com a situação da igreja a que pertencia, começou a buscar algum povo guardasse o sábado, conhecesse a Cristo e fosse fiel. Ele encontrou o Movimento de Reforma na internet e fez contato e começou a ter estudos on-line com o irmão Eli Tenório, secretário da Conferência Geral. O irmão Bosco, auxiliar do secretário regional, foi até lá para conhecer o irmão Andry e outros interessados, que já formavam um grupo considerável.

Depois dos estudos, os contatos continuaram até que em 2015 foi feito o primeiro batismo de 36 pessoas. Desde então o grupo teve excelente desenvolvimento. No ano de 2016 foi feito um novo batismo de 35 pessoas. Em 2017 mais dois batismos, que levaram ao total de aproximadamente 100 membros. Hoje a obra está representada em 17 estados diferentes do país. Os irmãos, embora sejam muito pobres, são muito esforçados e criativos. Para terem sempre em mente sua identidade, escreveram o hino nacional reformista, que fala a respeito dos nossos princípios e que eles cantam nas reuniões especiais.

Os recursos de lá não são suficientes para manter os missionários que trabalham lá. Por isso, a CG ainda mantém as despesas daquela região e precisa enviar mais um pastor.

Quando o irmão Andry, a esposa e os dois filhos (ciranças) tomaram a decisão ao lado da nossa mensagem, alugaram um salão, onde colocaram o nome da igreja, e começaram a se reunir ali. No entanto, quando algum interessado entrava e via apenas uma família, não ficava porque achava que não valia apena. Isso durou alguns meses. As crianças do irmão Andry chegaram a pedir ao pai para voltar à igreja anterior, mas ele dizia que não e que Deus tinha almas fieis naquele lugar. Quando a pressão das crianças estava bem forte, o irmão Andry e a esposa decidiram fazer uma campanha especial de oração para que as pessoas ficassem. Veio a primeira família se sentou e ficou. Hoje nós temos 24 membros nesse salão, com os interessados são mais de 50 pessoas. Entre essas famílias vieram várias crianças que hoje fazem companhia aos filhos do irmão Andry. Uma destas crianças agora já é adolescente e tornou-se o pianista da igreja de Atananarivo.

Na cidade Ambositra a mensagem começou a ser pregada. Várias pessoas se interessaram por nossa mensagem, incluindo um homem que fora prefeito dessa cidade várias vezes. Em sua casa há um salão onde aconteciam as reuniões da igreja que ele frequentava anteriormente. Quando recebeu a mensagem do Movimento de Reforma, ele a levou para os outros membros de sua igreja. Todos eles aceitaram a mensagem. Então, ele apenas mudou o nome da igreja que estava escrito na porta. E é claro, a doutrina da igreja, mudou completamente. Hoje essa é a região de Madagascar que tem maior numero de membros e interessados.



Os irmãos, por iniciativa própria, começaram a empreender produzindo produtos como leite de soja, cevada de soja, barras de gergelim e remédios naturais para que nossos irmãos conseguirem o sustento. Mas os resultados foram além do esperado, algumas pessoas compraram os produtos, gostaram deles e pediram para vende-los. Hoje são membros da igreja. A produção do leite de soja também mantém uma criança e um adolescente órfãos de pai e mãe.

Produtos fabricados pelos irmãos em Madagascar







A Conferência Geral tem apoiado esses projetos, que embora não pertençam diretamente à igreja, abençoam grandemente a vida dos irmãos naquela ilha. Nesse ano a CG também estará apoiando a implantação, em Ambositra, de uma grande plantação de soja, ervas medicinais, hortaliças e verduras para ajudar no sustento e na alimentação de nossos irmãos.

Sua oferta para as missões mundiais vai ajudar a obra a prosperar em lugares como esses e outros.
Além disso, pode proporcionar o início de atividades missionárias em países não alcançados. 
Pense com carinho ao separar sua oferta para o primeiro sábado de maio.







Que bom que você veio!

Volte Sempre!