quinta-feira, dezembro 08, 2011

Tesouros Infantis - 4º Trimestre de 2011 - Lição13

O Dia Feliz
 OBJETIVO: Enfatizar que vale à pena ser fiel nas pequenas coisas.

VERSO DA LIÇÃO: “Encontraríamos um homem como este, cheio do Espírito de Deus.” Gn. 29:4.    
VERSO OPCIONAL: Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei”. Mateus 25:21.
  
RECURSOS NECESSÁRIOS: Conquistando a Atenção: prato vazio, prato com bastante alimentos; Lição: Opção A: maquete; Opção B: cenário grande; Revisando: o mesmo poço usado na lição; Aplicando:  caixa ou sacola com objetos variados (pano de prato, escova de sapato, travesseiro, brinquedo, etc.); Contando aos Outros:  cópias da atividade (abaixo), tesoura, lápis de cor.

COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS
Lição:
Opção A: Maquete, cartazes ou flanelógrafo - figuras e/ou bonecos de José, faraó, sala do trono, carruagem.
Opção B: Cenário grande - (crianças fazem a vez dos personagens) para o cenário do palácio, cobrir uma cadeira com tecido bem bonito (de preferência, dourado); usar um patinete ou cadeira com rodízios para ser a carruagem; ter um anel de brinquedo (pode ser feito de arame). A capa pode ser um casaco, um sobretudo, uma toalha ou um tecido grande.

Contando aos Outros: Copiar a atividade abaixo diretamente em cartolina ou imprimir a figura em papel comum e colá-lo em cartolina ou papel cartão. Se quiser algo muito bonito, imprimir em papel adesivo e colar em EVA.




CONQUISTANDO A ATENÇÃO: [Mostrar o prato vazio e perguntar o que há no prato e como ficam as pessoas quando não têm o que comer. Mostrar o prato cheio de alimentos (podem ser frutas), perguntar o que há no prato e como ficam as pessoas quando há bastante comida. Mostrar novamente o prato vazio e explicar que dizemos que há falta de comida, quando há pouca ou nenhuma comida e dizemos que há fartura de comida, quando há bastante alimentos para comer. Mostrar que as palavras são parecidas, mas têm significados diferentes. Depois, dizer que na lição de hoje  falará em falta e em fartura.]
                                                                                                                                                                                           APRESENTANDO A LIÇÃO: [Combinar com as crianças que toda vez que a palavra fartura  for mencionada, elas deverão abrir e fechar as mãos três vezes, juntando as pontas dos dedos (este gesto quer dizer “muito”) e, quando for mencionada a palavra falta elas devem mostrar as mãos vazias. Movimentar os personagens conforme a história. Revisar a lição anterior rapidamente e dizer:] Faraó ficou preocupado com tudo o que José falou para ele. Tudo bem que haveria sete anos de fartura [abrir e fechar as mãos]. Mas, como guardar a comida que sobraria nesses anos de fartura para comer nos anos de falta? Como dar comida para todo mundo durante tanto tempo? Faraó não sabia o que fazer. José disse [imitar a voz de José]: “Escolha um homem bem inteligente, que junte todo o trigo que sobrar nos anos de fartura e guarde-o para ser usado nos anos de falta.” Faraó escutou o conselho de José. Ele pensou [colocar a mão no queixo, como quem está pensando], pensou. Olhou para os ajudantes dele e não viu ninguém que fosse capaz de fazer aquilo. Depois, ele olhou para José, pensou na sabedoria dele e disse: “Onde nós vamos achar alguém tão sábio como José que tem o espírito de Deus. Você vai ser o governador, José! Você vai mandar em todo o Egito. Todos vão obedecê-lo. Só eu vou mandar em você.” Naquele tempo, os reis tinham um anel com um carimbo. Toda vez que eles escreviam uma ordem, eles usavam o carimbo do anel para mostrar que a ordem era dele. Ele, então, tirou o anel do seu dedo e colocou no dedo de José, querendo dizer que, daquela hora em diante, era José quem mandaria fazer as leis [colocar o anel no dedo de José.] Ele também mandou que José vestisse umas roupas lindas, caríssimas, que só as pessoas muito poderosas usavam [colocar uma capa bonita sobre José.] Com José bem vestido e com o anel no dedo, faltava mostrar o novo governador para o povo. Como naquele tempo, não havia rádio, nem TV, muito menos internet, eles tinham que fazer isso de outro jeito. Faraó mandou que José subisse na linda carruagem real [colocar José na “carruagem”] e ordenou que a carruagem passasse pela cidade, com os guardas gritando na frente dela: “Esse é o novo governador do Egito! Ajoelhem-se diante dele!” E todos se ajoelhavam diante dele. [Fazer Jose passear sobre a “carruagem” pela sala. As crianças devem inclinar-se diante dele, como se fossem os egípcios.] Imaginem a felicidade de José! Sair daquela prisão horrível para ir morar em um palácio! Agora ele não teria mais falta. Pelo contrário, teria uma vida de fartura. E José, tendo tanta fartura, não se esqueceu de Deus. Ele continuou sendo fiel e mostrou para aquele povo quem é o Deus verdadeiro.

REVISANDO: [Colocar o personagem José bem afastado do palácio e fazer as perguntas, uma a uma. Se as crianças acertarem, José se aproxima do palácio. Se elas errarem, ele se afasta.]
MEMORIZANDO (opção A - verso da lição): [Ler o verso na Bíblia, explicar o significado e ensiná-lo como está na lição:]
Encontraríamos um homem como esse - mostrar as mãos, apresentar algo à frente;
Cheio do Espírito de Deus -  abrir e fechar as mãos três vezes, apontar para o Céu.
Gênesis 41:8. - desabrochar uma flor e formar um livro.

MEMORIZANDO (Opção B - verso opcional): Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei”. Mateus 25:21.  José fazia tudo com capricho na casa de Potifar e também na prisão. Ele  foi obediente a Deus, sendo um escravo e, depois, sendo um prisioneiro. Como ele foi fiel em trabalhos tão humildes, Deus viu que ele poderia confiar nele para fazer trabalhos importantes e, assim, ele recebeu uma grande responsabilidade. Jesus disse, em Mateus 25:21: [ler o verso na Bíblia] “Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei.”  Precisamos memorizar esse verso para lembrarmos dele quanto tivermos algum trabalho para fazer. Vamos aprendê-lo com gestos. [Repetir o verso com os gestos sugeridos abaixo por, pelo menos, três vezes.]
Sobre o pouco foste fiel - juntar o indicador e o polegar;
sobre o muito te colocarei - abrir os braços;
Mateus 25:21 - desabrochar uma flor e formar um livro.

APLICANDO: [Dizer:] Uma garotinha, que morava em um sítio, pediu que seu pai lhe desse um cavalo como presente de aniversário. Ele disse que ela precisaria cuidar do cavalo e isso daria muito trabalho. A garotinha prometeu ao pai que cuidaria muito bem do cavalo. Mas, no dia do seu aniversário, seu pai lhe deu um pintinho. Ela ficou bastante decepcionada. Afinal, um pintinho era muito diferente de um cavalo. Só que, mesmo decepcionada, ela cuidou muito bem do seu pintinho. Dava comidinha, água, protegia dos animais perigosos e aquecia nos dias de frio. O ano passou rapidinho e no próximo aniversário, seu pai lhe deu o cavalo que ela tanto queria. A garotinha ficou muito feliz e perguntou ao pai porque primeiro ele tinha dado o pintinho e não cavalo. O papai respondeu que, primeiro, ele queria ver se ela cuidaria bem do pintinho. Como ela tinha sido caprichosa com o pintinho, ele teve confiança de dar um cavalo para ela. Ela foi fiel no pouco e depois recebeu o muito. Vocês ainda são pequenos, não podem fazer trabalhos muito complicados, que exijam muita força. Mas, nas pequenas coisas que vocês podem fazer, vocês podem ser caprichosos. Assim, quando forem grandes, receberão responsabilidades maiores. Agora vamos fazer uma atividade diferente. Vou fazer alguns gestos de coisas que as crianças podem fazer. Vocês têm que adivinhar o que é.
[Gestos sugeridos: secar a louça, tirar o pó dos móveis, engraxar os sapatos, guardar os brinquedos, arrumar a mesa, regar as plantas, etc. VARIAÇÃO: Se as crianças forem um pouco maiores, escrever as ações em papeizinhos ou cochichá-las ao ouvido das crianças. As crianças devem fazer as mímicas para as outras adivinharem.]

CONTANDO AOS OUTROS:  [Entregar uma cópia da atividade para cada criança colorir. Depois, cortar as figuras nas linhas grossas e deixar que as crianças brinquem com seus quebra-cabeças. Incentive-as a usar essa atividade para contar a outros o que aprendeu na lição.  Dar também um saquinho para as crianças guardarem a atividade sem perder as peças.]
  

Tesouros Infantis - 4º Trimestre de 2011 - Lição 12

Os Sonhos de Faraó
 OBJETIVO: Mostrar que a Bíblia é a revelação de Deus.

VERSO DA LIÇÃO: Faraó chamou José e o levaram rapidamente da prisão”.  Gênesis 28:12.
VERSO OPCIONAL: “Deus dará resposta.” Gênesis 41:16.

RECURSOS NECESSÁRIOS: Conquistando a Atenção: sete figuras de vacas gordas e sete de vacas magras; Lição: visuais dos sonhos; Revisando: vaquinhas usadas na lição; Aplicando: Bíblia, figuras de sinais da volta de Jesus (fome, doenças, guerras, terremotos, etc.) e também figura da volta de Jesus; Contando aos Outros: cópias das figuras da opção  A ou da opção B (abaixo).

COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS
Lição: Visuais com os sonhos e seus significados. Em EVA ou cartolina, cortar quatro balões como os das figuras abaixo e colar neles as figuras correspondentes.

Aplicando: Fazer sete cópias da vaca gorda e sete da vaca magra (abaixo). Colar em cartolina ou papel cartão e recortar tudo. Pode-se também usar as figuras como molde para fazer as vaquinhas em E.V.A.  Colocar a figura da volta de Jesus e as dos sinais do fim dentro da Bíblia.


Contando aos outros:
Opção A: Fazer uma cópia da figura abaixo e um par de vaquinhas (acima), para cada criança.


Opção B: Copiar as vaquinhas abaixo em cartolina. Cortar uma tira de cartolina com 2X9cm para cada vaquinha. Colar as pontas da tira, na parte de trás da figura, de um lado a outro para formar uma alça onde as crianças poderão colocar as mãozinhas e usá-las como fantoches de mão.


  
CONQUISTANDO A ATENÇÃO: [Mostrar uma vaquinha gorda. Dizer:] Vejam como essa vaquinha está bonita, bem gordinha. As vacas ficam gordinhas quando elas comem bem, quando há bastante pasto para elas. [Mostrar uma vaquinha magra.] Quando uma vaca está magrinha é porque ela não tem comida. Quando não chove as plantinhas morrem, os animais não têm o que comer, vão ficando magrinhos até morrerem.  [Mostrar todas as vaquinhas. Chamar duas crianças e dizer:]  Tenho aqui vaquinhas magras e vaquinhas gordas. Quero que vocês separem para mim, as vaquinhas gordas das vaquinhas magras. [Depois que elas separarem, chamar mais duas crianças para contar a quantidade de vacas magras e gordas. Depois, dizer:] Em nossa história de hoje teremos tudo isso que vocês viram aqui. Prestem atenção para depois saberem explicar o que quer dizer cada coisa.

APRESENTANDO A LIÇÃO: [Relembrar rapidamente a lição da semana anterior, dizer:] José esperou, esperou e esperou, mas o copeiro de Faraó esqueceu-se de José e mais dois anos se passaram. Parecia que José nunca mais conseguiria sair daquela prisão. Até que um dia Faraó teve dois sonhos muito estranhos. Sonhou que estava em pé ao lado do rio e, então, saíram do rio sete vacas bem gordinhas. [Mostrar o visual com as vacas gordas.] Depois, saíram do rio sete vacas magras, tão magras que dava dó. [Mostrar o visual com as vacas magras.]O mais estranho é que as vacas magras comeram as vacas gordas e, apesar disso, continuaram tão magras quanto antes.  Faraó acordou, dormiu de novo e teve outro sonho esquisito:  ele viu que sete espigas que cresciam em um pé. [Mostrar o visual com as espigas bonitas.] Elas eram espigas grandes, cheias de grãos. Depois, no mesmo pé, nasceram sete espigas pequenas e quase sem grãos. [Mostrar o visual com as espigas feias.] Essas espigas feias, comeram as espigas bonitas, mas continuaram muito feias. Quando faraó acordou [acordar faraó], ficou muito preocupado com aqueles sonhos. Ele chamou todos os feiticeiros e adivinhos do Egito e mandou que eles explicassem aquele sonho para ele. Mas nenhum deles conseguiu entender nada. [Mostrar o copeiro.] O copeiro, então, lembrou-se de José e disse: “Lembra-se de quando eu  e o padeiro fomos presos? Uma noite, cada um de nós teve um sonho e havia lá um rapaz que interpretou os sonhos direitinho. Tudo que ele falou que aconteceria, aconteceu mesmo.” Então, Faraó mandou buscar José na prisão. Como José era muito caprichoso, fez a barba, vestiu roupas limpas e foi encontrar o faraó. [Colocar José na presença de faraó.] Chegando lá, faraó disse: “Ouvi dizer que você sabe interpretar sonhos.” José respondeu que a resposta vinha de Deus e não dele. Então faraó contou os sonhos para José. [Pode-se repetir novamente os sonhos, se as crianças forem bem pequenas.]  E Deus mostrou para José qual era a explicação: “As setes vacas gordas e as sete espigas cheias são sete anos de muita fartura. Vai ter muita comida no Egito [Mostrar o visual com muita comida.]. As sete vacas magras e as sete espigas feias, são sete anos em que vai acabar a comida no Egito. [Mostrar o prato vazio.] Ele também deu um conselho a faraó: “Encontre um homem bem inteligente para governar o Egito e recolher toda a comida que vai sobrar nos sete anos de fartura. Assim, vocês terão comida para os anos ruins que virão depois.” O que será que o faraó vai fazer? Veremos isso na semana que vem.

REVISANDO: [Fazer sete perguntas para as crianças. Se errarem uma vaca magra vai comer uma vaca gorda. Se acertarem a vaca magra não vai comer a vaca gorda.]

APLICANDO:
[Com antecedência, colocar as figuras da volta de Jesus e dos sinais do fim dentro de uma Bíblia e a Bíblia dentro de uma sacola ou caixa. Perguntar às crianças se elas podem dizer se vai chover bastante dentro de cinco anos ou se elas sabem o que acontecerá daqui a dois anos. Dar tempo para as respostas e, depois, dizer:] Nós não podemos saber o que acontecerá no futuro. Nem faraó, nem José poderiam saber o que aconteceria no futuro. Só Deus sabe. E, para que as pessoas se preparassem, Ele revelou a faraó o que aconteceria através dos sonhos. Mas faraó não entendeu o sonho. Precisava que alguém explicasse tudo. José entendeu o sonho porque Deus, pelo Espírito Santo explicou tudo para ele.  E hoje, será que Deus quer revelar o futuro para nós? Como podemos saber o que vai acontecer de importante nesse mundo? [Dar tempo para as respostas. Mostrar a sacola ou caixa. Falar em tom mais baixo, como se fosse contar um segredo muito importante (criando curiosidade nas crianças):] Eu trouxe aqui o lugar onde está revelado tudo que precisamos saber sobre o futuro.
[Abrir a sacola e fazer um pequeno “suspense”. Depois, mostrar a Bíblia e dizer:] Aqui, na palavra de Deus está revelado o futuro. Todas as coisas que precisamos saber sobre o futuro estão aqui. Vejam: [Mostrar as figuras de guerras, fome, terremotos, pregação do evangelho, da volta de Jesus, etc. Dizer:] A Bíblia diz que tudo isso vai acontecer. Algumas coisas já estão acontecendo. Outras ainda vão acontecer. E, se pedirmos a ajuda do Espírito Santo, poderemos receber a resposta de Deus. Que bom que temos a Bíblia!

MEMORIZANDO (opção A - verso da lição): [Ler o verso escolhido na Bíblia e explicar bem o sentido. Se usar o verso da lição, ensiná-lo como está descrito nela:]
Faraó mandou chamar José - encene alguém chamando com as mãos ao lado da boca.
E o tiraram rapidamente da prisão -  mostrar um caminho. Fazer um X com os braços.
Gênesis 41:14 - desabrochar uma flor e formar um livro.

MEMORIZANDO (Opção B - verso opcional): “Deus dará resposta.” Gênesis 41:16. [Ler o verso na Bíblia e explicar:] José sabia que não era capaz de explicar o sonho. Ele sabia que só Deus poderia dar a resposta. Em nossa vida também existem muitas coisas que não conseguimos entender. Mas podemos confiar que, naquilo que precisamos saber, Deus dará resposta. Vamos memorizar este verso? [Mostrar a escada e fazer um boneco subir por ela enquanto as crianças repetem o verso até que o tenham memorizado.]
Deus - apontar para cima.
dará resposta -  balançar a cabeça positivamente.
Gênesis 41:16 - desabrochar uma flor e formar um livro.

CONTANDO AOS OUTROS: 

Opção A: [Distribuir as cópias da atividade e entregar uma figura de cada vaquinha (gorda e magra) para cada  criança.]

Opção B:  [Entregar as figuras já recortadas para as crianças colorirem, se desejarem. Ajudá-las a colar a alça atrás da vaquinha e a brincar com elas. Enquanto trabalham, dizer que devem usar aquela vaquinha para contar a história de hoje para alguém, animando-o a  confiar na Palavra de Deus.]


  


terça-feira, dezembro 06, 2011

A PARÁBOLA DA OVELHA PERDIDA (RECURSOS VISUAIS)



Essas almofadas lindas estão em
Vale à pena visitar esse blog. Tem muita coisa linda.








Esse curral é muito fofo. Só não consegui lembrar de qual site eu tirei. Se alguém achar é só me avisar que eu coloco os créditos aqui.




Aqui estão os moldes para a pastor e ovelhas nos rolinhos de papelão.


A PARÁBOLA DA OVELHA PERDIDA (CARTAZES)





Escolha uma das séries de imagens abaixo e use-as de diversas maneiras:

  • Imprima os cartazes em papel sulfite e depois cole em papel cartão.
  • Imprima diretamente na cartolina.
  • Imprima em papel adesivo e cole em EVA.
  • Imprima em entretela sem adesivo e use no flanelógrafo.
  • Imprima em papel sulfite, cole lixa ou areia atrás e use no flanelógrafo.
  • Imprima em cartolina, recorte os personagens e cole-os em palitos de sorvete para serem fantoches.
  • Imprima em papel sulfite, cole em caixas de papelão (pode formar um cubo, com a história).


Use sua criatividade e faça sucesso com as crianças!























terça-feira, outubro 25, 2011

NASCIMENTO DE JESUS










Aqui estão algumas ideias extraídas de vários sites da internet. Espero que sejam úteis.

quarta-feira, outubro 19, 2011

Tesouros Infantis - 4º Trimestre de 2011 - Lição 11

Dois Sonhos Revelados
 OBJETIVO:  Mostrar que Deus nos ama em todas as situações.
VERSO DA LIÇÃO: Ora, as interpretações não vêm de Deus?” Gênesis 40:8.
VERSO OPCIONAL: “Não há nada que possa nos separar do amor de Deus.” Romanos 8:39. NTLH.

RECURSOS NECESSÁRIOS: Revisando: visuais usados na lição; Conquistando a Atenção: livros; Lição: prisão, personagens para José, o copeiro e o padeiro, visuais com os sonhos de cada um; Contando aos Outros: cópias das páginas 58 e 59 para cada criança, tesoura, lápis de cor.

COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS
Lição: Fazer o copeiro e o padeiro em tamanho que caiba na prisão. Recortar dois balões em E.V.A para ilustrar os sonhos. No sonho do copeiro, colocar três cachos de uva e uma taça. No sonho do padeiro, colocar três cestos com pães e alguns pássaros sobre um deles (ver fotos abaixo - extraídas do blogtiale.blogspot.com). Encapar um palito de sorvete ou de churrasco. Cortar um pedaço de velcro para cada sonho. Colar uma parte na parte de trás dos personagens e outra parte no palito colado no balão. Quando mencionar o sonho, fixar o balão atrás do personagem.













 Contando aos outros:
Opção A: Fazer uma cópia da parte A (preto e branco ou colorida) para cada criança e uma cópia da parte B para cada duas crianças. Para as crianças menores, recortar os corações com antecedência.
 Parte A


Parte B


Opção B:  Usar os corações da parte B como modelo para cortá-los em E.V.A. , escrevendo e desenhando com caneta permanente. Cortar uma retângulo de EVA de cor diferente da dos corações. Escrever o verso com caneta permanente.


Observação: Conquistando a Atenção, a maneira de contar a história, Memorizando e Aplicando, foram extraídos quase na íntegra do “Auxiliar para Professores e Diretores da Escola Sabatina - Jardim de Infância” - 2º Trimestre de 2005 -  páginas 76-81 - CPB.

CONQUISTANDO A ATENÇÃO: [As crianças deverão equilibrar um livro na cabeça enquanto andam de um determinado ponto da sala a outro. Se o livro cair devem recomeçar de novo. Depois de algumas tentativas, perguntar, dando tempo para as respostas:] Foi fácil ou foi difícil equilibrar um livro na cabeça enquanto andavam? Como vocês se sentiram? Às vezes as coisas são difíceis e às vezes são fáceis. Quando as coisas são fáceis, nós gostamos delas, parecem boas. Quando as coisas são difíceis, não gostamos tanto delas, e parecem ser más. Nossa história bíblica de hoje vamos continuar falando sobre José. Ele passou bons momentos com seu pai e maus momentos com seus irmãos Vamos ver agora  se ele está passando por bons ou maus momentos.                                                                                                                                                                
 APRESENTANDO A LIÇÃO:
              [Revisar rapidamente a lição anterior e continuar a história, movimentando os visuais conforme a necessidade. OPÇÃO: Combinar com as crianças que todas as vezes que disser a palavra prisão, elas deverão mostrar as mãos fechadas como se estivessem segurando as barras de ferro de um a prisão. Dizer:]
José trabalhou muitos anos para Potifar e o pagamento que ele recebeu foi ser mandado sem merecer para a prisão [mãos fechadas como se estivessem segurando as barras de ferro de uma prisão]. [Apontar os pés de José.] Lá prenderam seus pés com algemas de ferro que o deixaram machucado. Coitado do José! Mas ele não ficou se lamentando. José era um rapaz muito diferente mesmo. Em vez de ficar chorando e reclamando, José resolveu ter paciência. Ele sabia que Deus estava com ele ali, na prisão [mostrar as mãos fechadas como se estivessem segurando as barras de ferro de um a prisão]. Ele sabia que podia esperar em Deus.  Além disso, para esquecer seu sofrimento, começou a ajudar os outros prisioneiros. O  carcereiro mandou José fazer um trabalho: “Venha aqui e me ajude a servir o jantar!” E José ajudou. Depois o carcereiro disse: “Agora me ajude a fazer a limpeza!” E José ajudou com muito capricho. Todos os dias o carcereiro dava algo para José fazer. José trabalhava sem reclamar, e fazia tudo direitinho. Em pouco tempo, o carcereiro viu que José era um rapaz diferente. Ele encarregou José de todas as coisas da prisão [mostrar as mãos fechadas como se estivessem segurando as barras de ferro de um a prisão].
[Colocar os personagens do copeiro e do padeiro dentro da prisão.] Algum tempo depois, dois servos de Faraó foram colocados na prisão [mostrar as mãos fechadas como se estivessem segurando as barras de ferro de um a prisão]: o padeiro chefe e o copeiro. Certa manhã, José notou que eles estavam tristes e perguntou-lhes: Por que vocês estão tristes hoje?” Eles disseram que  tiveram sonhos muito estranhos  e não conseguiam entendê-lo. José lhes disse: “Vocês não sabem que Deus pode revelar o significado dos sonhos? O que vocês sonharam?” O copeiro disse [mostrar o visual do sonho do copeiro]: “No meu sonho eu vi um pé de uva com três ramos. Deles saíam brotos que se transformavam em uvas e eu as espremia no copo de Faraó.” José explicou: “Os três ramos são três dias. Dentro de três dias Faraó vai chamar você de volta para seu trabalho.” O copeiro ficou muito, muito feliz de saber que ia sair da prisão [mostrar as mãos fechadas como se estivessem segurando as barras de ferro de um a prisão]. Então, José disse [fazer uma voz diferente]: “Por favor, peça ao Faraó para me tirar daqui porque eu não fiz nada para estar nesta prisão[mostrar as mãos fechadas como se estivessem segurando as barras de ferro de um a prisão]. O copeiro prometeu fazer isso. O padeiro chefe também contou seu sonho [mostrar o visual do sonho do padeiro]: “Sonhei que carregava três cestos de pão branco em minha cabeça. No mais alto, havia pães de todas as qualidades. E os passarinhos vinham e comiam do cesto em minha cabeça.”  Com tristeza, José Lhe explicou: “Dentro de três dias você vai morrer.” E tudo aconteceu exatamente como José falou: Faraó mandou tirar o copeiro e o padeiro da prisão [mostrar as mãos fechadas como se estivessem segurando as barras de ferro de um a prisão]. O copeiro voltou a trabalhar com o rei e o padeiro foi morto. Mas o copeiro esqueceu o que havia prometido a José.  Ele não falou nada a Faraó.

MEMORIZANDO (opção A - verso da lição): [Ler o verso na Bíblia e explicar seu significado. Depois ensiná-lo com os gestos propostos na lição:]
Ora, as interpretações - mostrar as mãos; mãos na cabeça.
Não vêm de Deus? -  mostrar os céus. 
Gênesis 40:8 -  desabrochar uma flor e formar um livro.


MEMORIZANDO (Opção B - verso opcional):
“Não há nada que possa nos separar do amor de Deus.” Romanos 8:39.NTLH.
[Mostrar duas folhas de papel juntas para uma criança e pedir que separa as folhas. Depois, entregar duas folhas coladas uma a outra e pedir que a criança as separe. Dizer:] Há coisas que são fáceis de separar e outras que são mais difíceis. Separar quer dizer tirar alguma coisa de outra. Se você não puder separar, é como se as coisas estivessem coladas juntas.  A Bíblia diz que o amor de Deus é assim. [Ler o verso na Bíblia.] Ele nos ama sempre. Vamos memorizar esse verso lindo? [Ensinar o verso usando os seguintes gestos:]
Não há nada que possa -  mover o dedo indicador de um lado para outro.
nos  - apontar para si mesmo.
separar -  palmas das mãos juntas e então separá-las.
do amor -  braços cruzados sobre o peito.
de Deus -  apontar para o céu.
Romanos 8:39 - desabrochar uma flor e formar um livro.

REVISANDO: [Colocar os dois servos de Faraó na prisão e fazer as perguntas. Se acertarem, a prisão se abre um pouco, se errarem a prisão se fecha. As crianças devem tentar acertar ao máximo, para conseguir tirar os servos da prisão.]

APLICANDO: [Pedir que algumas crianças venham à frente e encenem situações que não gostam que lhes aconteça (cair, tomar injeção, etc.). Elas devem fazer os gestos sem falar nada para que os outros adivinhem o que querem dizer.  Permitir que cada criança que desejar, tenha oportunidade de fazer a mímica. Se ela precisar de ajuda para pensar em alguma situação, pode ser cochichado no ouvido dela uma das seguintes situações: tropeçar e machucar o dedão, bater a cabeça na mesa ao se levantar, ganhar um arranhão do gato, ficar com a garganta doendo, cair de bicicleta, ficar perdido no supermercado, etc. Depois das apresentações, perguntar:] Quando coisas más acontecem, quem ajuda vocês a se sentirem melhor? [Dar tempo para as respostas e perguntar:]  Quando vocês  não estão se sentindo bem ou se machucam, o papai e a mamãe ainda amam vocês? É claro que sim. Eles ficam tristes quando vocês se machucam. Eles não querem que vocês se sintam mal, mas às vezes acontecem coisas más. Seu pai e sua mãe procuram ajudá-los a se sentirem melhor porque amam vocês. Deus também fica triste quando vocês se machucam. Ele também não quer que vocês se sintam mal. Mas às vezes coisas más acontecem. Deus quer que vocês se sintam melhor sabendo que ele está com vocês quando coisas más acontecem. Ele nunca deixa nenhum de vocês. Deus continua cuidando e amando cada um de vocês. Quando se sentirem tristes por alguma coisa, lembrem-se do nosso verso para memorizar de hoje.

 
CONTANDO AOS OUTROS:  [Entregar as folhas e os corações (já recortados). Deixar as crianças colarem os corações na folha e decorem-na como desejarem. Incentivá-las a compartilharem o que aprenderam com outras pessoas.
  

Que bom que você veio!

Volte Sempre!