sexta-feira, novembro 20, 2009

Tesouros Infantis, Vol.2, nº 4 - Lição 13

Lição 13: APRENDA A PERDOAR
A criança deverá:
CONHECER o modo divino de perdoar;
SENTIR desejo de perdoar àqueles que a ofenderam;
RESPONDER pedindo perdão a Deus e perdoando.
VERSO PARA MEMORIZAR: “Perdoai e sereis perdoados.” Lucas 6:37
LEITURA AUXILIAR:  Mateus 18:15-35; Parábolas de Jesus, 243-245.
PENSAMENTO CENTRAL: DEVEMOS PERDOAR COMO JESUS NOS PERDOA
ENRIQUECIMENTO PARA O PROFESSOR: A dívida do servo do rei era de uma quantia exageradamente grande, enquanto a de seu companheiro era irrisória. Comparando seria 174 toneladas de ouro ou 60.000.000 (sessenta milhões de denários) para cerca de 30 gramas de ouro ou 100 denários. A diferença é realmente muito grande.

RECURSOS NECESSÁRIOS: memorizando: visuais preparados conforme instruções abaixo; conquistando a atenção: Opção A: cópia da coroa (abaixo); Opção B: dois recipientes para moedas, muitas moedas (especialmente de um centavo) ; lição:silhuetas (abaixo), moedas, toalha de banho ou rosto (ou outro tecido), caixa de sapato, recipiente para moedas (de preferência uma lata, para fazer barulho); revisando: papeizinhos numerados; aplicando: folhas de papel para cada criança; contando aos outros: cópias do Cubo do Perdão, preparadas conforme instruções abaixo.





COMO PREPARAR OS VISUAIS
Memorizando:
  1. Fazer uma cópia das figuras abaixo, ampliando-as para o tamanho A4 ou maior.
  2. Colorir e colar em cartolina ou papel cartão.
  3. Colar uma figura à outra, com um palito de churrasco entre elas.







Conquistando a Atenção:


  1. Fazer uma cópia da coroa abaixo.
  2. Recortar e pintar a coroa.
  3. Recortar através das linhas pontilhadas do meio, e colar a tira a uma extremidade da coroa.
  4. Recortar através das linhas pontilhas do meio, e colar a tira a uma extremidade da coroa.
  5. Colocar a coroa sobre a cabeça de uma criança e unir as duas extremidades com fita adesiva.





Lição:
Rei e servos:

  1. Recortar as silhuetas abaixo.
  2. Em uma delas, colar uma coroa (para ser o rei).
  3. Colar as silhuetas em palitos de dente e espetá-las em isopor (pode-se pintar o isopor para parecer um palácio).





Idéia!!: Outra opção é fazer um círculo para cada personagem e desenhar um rosto em cada um (no do rei, colar uma coroa de papel laminado dourado). Colar estes rostos em palitos de churrasco e colocá-los dentro de garrafas de água mineral vazias e envolvidas em saquinhos de tecido (imitando roupas).

Contando aos Outros:
  1. Recortar o cubo.
  2. Dobrá-lo em todas as linhas.
  3. Colar as abas no lugar.







MEMORIZANDO (até 10 minutos): Ler o verso na Bíblia, na mesma versão em que será memorizado. Dizer: Quando você desobedece à mamãe, arrepende-se e pede perdão, você deseja que ela lhe perdoe e esqueça o que você fez? Sim. É muito bom ser perdoado. Agora, se um coleguinha zombar de você e depois vier pedir desculpas, você deseja perdoar-lhe? Abrir a Bíblia em Lucas 6:37 e dizer: A Bíblia nos diz algo muito importante sobre isso: “Perdoai e sereis perdoados.” Lucas 6:37. A Palavra de Deus nos ensina aqui que, assim como Deus nos ama e está pronto a perdoar nossos pecados devemos estar também prontos a, com amor, perdoar as ofensas que os outros nos fazem. Como Deus nos trata, assim devemos tratar aos outros. Mostrar o desenho da criança perdoando. Esta menina veio pedir desculpas para a amiga. A Palavra de Deus diz: “Perdoai”. Virar o quadro e mostrar o desenho da criança sendo perdoada por Jesus. Dizer: “E sereis perdoados.”Lucas 6:37. Repetir três vezes com as crianças, mostrando o lado A (menina perdoando) e o lado B (Jesus perdoando). Pedir para as meninas dizerem a primeira parte e os meninos, a segunda. Depois inverter o processo. Mostrar o lado A e pedir para uma criança dizer a parte correspondente do verso. Virar o quadro e pedir para que diga a segunda parte do verso. Pedir para que todos falem a referência. No final dizer: Quando alguém nos ofender vamos nos lembrar do verso “Perdoai e sereis perdoados” porque DEVEMOS PERDOAR COMO JESUS NOS PERDOA

CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos) –
Opção A: Com antecedência, preparar a corôa acima.. Se a classe tiver poucas crianças, pedir para que  ajudem a  enfeitar a coroa.Usar gliter, lantejoulas, papel laminado, etc para preencher os espaços dos desenhos em linhas pontilhadas.Colocar a coroa sobre a cabeça de uma criança para servir de medida e unir as extremidades das pontas com fita adesiva, fechando a coroa. Se a classe for grande, mostrar a coroa já pronta. Dizer: Vejam que bela esta coroa. Vocês sabem de que são feitas as coroas? Quem usa coroas? Sim, um rei. A coroa serve para identificar o rei. O rei governa seu país. Hoje em dia são poucos países governados por rei. Jesus certa vez contou a história de um rei. Mostrar a Bíblia e dizer: Esta história está escrita na palavra de Deus em Mateus 18 do verso 15 ao 35.

Opção B: Preparar dois recipientes: um cheio de moedas e outro com uma moeda de um centavo. Os recipientes devem estar bem fechados para que as crianças não vejam o conteúdo. Passar o recipiente mais pesado de mão em mão para que as crianças sintam seu peso. Perguntar: O que será que temos dentro deste recipiente? Vocês conseguem imaginar? Moedas. Muito bem. Será que são poucas ou muitas? Passar o recipiente mais leve para que as crianças sintam seu peso e tentem adivinhar o que há dentro dele. Depois, abrir os recipientes e  derramar o conteúdo sobre a mesa ou dentro de um recipiente transparente para que as crianças o visualizem bem.Colocar a moeda de um centavo perto para mostrar bem a diferença. Perguntar: Vocês perceberam a diferença entre um recipiente e outro? Qual recipiente estava mais leve? Qual o mais pesado? Qual deles tem mais valor? Com qual deles poderíamos comprar mais coisas? Aqui nós temos muitas moedas, muito dinheiro. Jesus certa vez contou a história de um homem que devia muito dinheiro. Mostrar a Bíblia e dizer: Esta história está escrita na palavra de Deus em Mateus 18 do verso 15 ao 35.  

APRESENTANDO A LIÇÃO: Em certo lugar havia um rei. Mostrar a figura do rei e espetá-la no isopor. Esse rei tinha muitos servos trabalhando para ele. Mostrar as figuras dos servos e ir espetando-as no isopor. Alguns destes servos cuidavam do dinheiro do rei. Mostrar várias moedas (se usou a opção B. de conquistando a atenção, usar as moedas que foram derramadas sobre a mesa). Eles recebiam o dinheiro dos impostos e depois guardavam tudo para gastar conforme o rei queria. Um dos servos, pensando que era muito esperto, recebia o dinheiro do povo e, ao invés de guardá-lo para o rei, começou a gastar consigo mesmo. Ele foi gastando, gastando. Cada dia um pouco. Colocar as moedas dentro do recipiente, pouco a pouco. Um dia o rei foi examinar suas contas. Percebeu então que havia algo de errado. Ele descobriu que aquele servo (mostrar uma figura de servo) havia recolhido muito dinheiro do povo. Muito, muito dinheiro. Mas ele não tinha entregue nada ao rei. Ele tinha gasto tudo! Era uma dívida muito grande.Vamos imaginar que fosse uns R$ 60.000.000,00 (sessenta milhões). E o pior é que ele não tinha como devolver este dinheiro.  O rei ficou zangado (mostrar a figura do rei) e disse: “Vou colocar você na prisão, vender sua mulher, seus filhos e tudo o que você tem. Com esse dinheiro  pagarei sua dívida.”
            O servo ficou com muito medo. Pegar a figura do servo e balançar como se estivesse tremendo. Ele se ajoelhou diante do rei (deitar a figura do servo diante da figura do rei) e implorou: “Meu senhor, por favor, seja paciente comigo e eu tudo lhe pagarei.” Ele chorou muito. O rei era um homem bom e ficou triste por seu servo. Então o rei disse: “Está bem. Vou lhe perdoar toda a sua dívida. Não venderei mais seus filhos, nem sua esposa. Vai em paz.” Que rei bondoso aquele, não é mesmo? O servo levantou-se. Levantar a figura do servo. Agradeceu ao rei e saiu dali muito feliz, cantando de alegria. Erguer a figura do servo e levá-lo pelo ar, cantando “lá-lá-lá-lá. Mas, logo depois disso este servo encontrou um companheiro que lhe devia um pouco de dinheiro. Algo como uns R$100,00. Em comparação ao que ele devia ao rei era como se fosse essa moedinha aqui perto deste outro monte de moedas. Mostrar a moeda de um centavo junto ao monte de moedas. Nesse momento aquele servo deveria pensar assim: DEVEMOS PERDOAR COMO JESUS NOS PERDOA. Só que, ao invés de pensar assim, o servo que foi perdoado pelo rei não foi bondoso com seu amigo. Segurou-o pela garganta. Pegar uma toalha, chacoalhá-la e apertá-la como se estivesse apertando o pescoço de alguém. E disse: “É melhor você me pagar os R$100,00 que me deve”. O seu amigo caiu a seus pés. Derrubar a toalha perto de seus pés. Ele estava com muito medo e disse: “Por favor, seja paciente comigo e lhe pagarei tudo.” Mas o homem não perdoou seu amigo e colocou-o na cadeia. Colocar a tolha dentro de uma caixa.
            Logo a notícia se espalhou pela cidade. Mostrar as figuras dos servos como se estivessem comentando alguma coisa. Alguém então foi contar ao rei. Levar uma figura até o rei, como se estivesse contando um segredo. Quando ele viu como seu servo era rancoroso, ficou muito triste. O servo a quem ele havia perdoado 60.000.000, não quis perdoar o outro que lhe devia R$100,00. O rei chamou seu servo (levar a figura do servo até a figura do rei) e lhe disse: “Servo malvado. Eu perdoei todo o dinheiro que você me devia. Você não podia ser bondoso para seu companheiro como fui para você?” O rei ficou tão zangado que pôs o servo na prisão até que ele pagasse toda a sua dívida. Colocar a figura do servo na caixa. E assim aquele servo que não perdoou como foi perdoado sofreu amargamente na prisão. Tudo porque ele não pensou que DEVEMOS PERDOAR COMO JESUS NOS PERDOA.

REVISANDO: Distribuir papeizinhos numerados entre as crianças.Chamar a que tirou a número 1 e fazer a pergunta número 1. Prosseguir até que todas as perguntas tenham sido respondidas. Se alguma criança não souber a resposta você deve dizer: “Tudo bem. Eu perdôo você.” Ao final da atividade dizer: Lembrem-se sempre que DEVEMOS PERDOAR COMO JESUS NOS PERDOA.

APLICANDO: Formar uma fila com as crianças. Dar uma folha de papel para cada uma. Ficar de frente para elas e dizer: O servo que não perdoou foi preso. Quando não perdoamos aos outros ficamos presos pela tristeza e rancor. Jesus quer que perdoemos quantas vezes forem necessárias. Assim como Ele faz conosco. Quando pedimos perdão, além de perdoar, Jesus esquece todas as coisas ruins que fizemos. Devemos fazer assim com os outros também. Chamar a primeira criança para que venha até você. Dizer: Nossa atividade de agora chama-se: Perdoando e Sendo Perdoado. Imaginem que esta folha de papel na mão de vocês seja alguma coisa errada que vocês tenham feito para alguém. O que Jesus faz quando erramos e pedimos perdão a Ele? Certo, Ele nos perdoa. Que devemos fazer quando magoamos alguém? Isso mesmo, pedir perdão. E quando alguém nos pede perdão, que devemos fazer? Muito bem! Perdoar. Agora vamos fazer assim: O primeiro da fila vem até a mim, mostra a folha e diz: “Me perdoe, por favor.” Então eu digo: “Tudo bem. Eu te perdôo.” Amasso a folha e jogo-a no lixo porque perdoar é esquecer. Eu saio e vou para o fim da fila e a criança que eu perdoei fica no meu lugar. A segunda criança vem e faz a mesma coisa com a primeira criança. Depois a primeira criança sai e vai para o fim da fila. Vamos continuar assim até que eu seja o primeiro outra vez. Ao final da atividade, dizer: Todos nós pecamos e não merecemos o perdão de Jesus, mas Ele nos perdoa com amor. Assim devemos perdoar também todas as pessoas e quantas vezes forem necessárias. Por que DEVEMOS PERDOAR COMO JESUS NOS PERDOA.

CONTANDO AOS OUTROS: Entregar cópias do Cubo do Perdão, coladas em cartolina ou papel cartão, para cada aluno. Deixar que as crianças recortem, pintem e montem as seus cubos.  Se a classe for de crianças muito pequenas, ou se dispor de pouco tempo, entregá-los semi-prontos. Enquanto trabalham, dizer: Este cubo é uma recordação de que devemos sempre perdoar. Se jogarmos este cubo, em qualquer lado que cair ele nos dirá que devemos perdoar. Da mesma forma, em todas as ocasiões devemos perdoar. Esta semana, se vocês perceberem alguém que esteja magoado mostre-lhe o cubo do perdão e conte-lhe a história de hoje. E se você sentir-se ofendido por alguém, vá até ele e diga: “Eu o amo por amor de Cristo e perdôo a ofensa que me fez.” Se quiser, ore com ele e mostre-lhe o Cubo do Perdão, contando a história de hoje e lembrando que DEVEMOS PERDOAR COMO JESUS NOS PERDOA.

Ensaiar apresentação para recolhimento da oferta do 1º sábado. Combinar tudo com a professora dos juvenis.





    2 comentários:

    Gi disse...

    Maravilhosa aula que darei amanhã para meus alunos da Escola Bíblia Ifantil! Muito obrigda!!!!

    Sara Devai disse...

    Fico muito feliz por este blog ter sido util a você. Nosso maior desejo é servir,assim como você serve seus alunos na Escola Bíblica Infantil.
    Que Deus a abençoe.

    obs.: Desculpe a demora para responder. É que eu não sabia como fazer isso... rs, rs.

    Que bom que você veio!

    Volte Sempre!