quinta-feira, novembro 26, 2009

Pequeno Pesquisador, Lição 13 - Vol. 2 - Nº 4

O AMOR NOS CONSERVA

OBJETIVOS:
Ao final da lição, o aluno deverá:
SABER o verdadeiro amor através do milagre da vida
SENTIR admiração pelo poder de Deus e suas demonstrações de amor.
RESPONDER, desenvolvendo o verdadeiro amor.

VERSO PARA MEMORIZAR: “O amor é paciente e bondoso. O amor não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso.” 1 Coríntios 13:4. A Bíblia na Linguagem de Hoje.

LEITURA AUXILIAR: Salmo 139:14 a 16.

RECURSOS NECESSÁRIOS: .Memorizando: lousa ou papel de embrulho grande; Conquistando a Atenção: um pouquinho de areia, (Opção A), figuras geométricas em massa de modelar (opção B), senhora gestante e mãe com bebê, (Opção C); Apresentando a Lição: formas geométricas em massa de modelar, grão de trigo, noz, régua, algo que pese cerca de 100g,; Aplicando:  cópia da atividade Como Mostrar o amor de Deus a Qualquer Pessoa, para cada aluno; Contando aos Outros: cópia da atividade Como Mostrar o amor de Deus a Qualquer Pessoa e do Cartão do Amor de Deus para cada aluno. 

MEMORIZANDO (até 10 minutos): Com antecedência, dividir a lousa ou um pedaço grande de papel de embrulho ao meio. Em cada metade da lousa ou papel escrever a referência bíblica e a letra inicial de cada palavra do versículo; deixar espaço para as letras seguintes (para entender melhor, ver figura abaixo). De preferência as crianças devem ver o quadro apenas na hora de iniciar a atividade. Dar tempo para respostas ao perguntar: O que significa amar aos outros? As músicas e os filmes dizem que amor é um sentimento emocionante e intenso. Também há histórias de pessoas que dizem amr muito a alguém, mas depois se cansam e acham outra pessoa para amar. Será isso o amor verdadeiro? Não! Para aprender o que é realmente o amor, é preciso olhar para Deus, porque Ele é amor. O tipo de amor de Deus é o que devemos sentir e está descrito em 1 Coríntios 13:4-8. Hoje vamos memorizar o verso 5. Mostrar o verso escrito em um cartaz, para que os alunos o visualizem bem. Repetir o verso por três vezes, mostrando o cartaz.Depois, dividir os alunos em dois grupos. A um sinal, um aluno de cada grupo dirige-se ao quadro e completa a primeira palavra de seu lado da lousa. Feito isso, voltam para seus lugares e outros dois alunos fazem a mesma coisa com a segunda palavra, e assim a competição segue adiante. Se um aluno não cumprir a tarefa em dez segundos, por exemplo, um companheiro tomará seu lugar. O grupo que terminar primeiro deve ajudar o outro a terminar a tarefa, sendo bondoso e paciente, sem se orgulhar. Repetir o verso inteiro com toda a classe.





CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos):
Opção A: Levar um pouquinho de areia fina em uma vasilha. Mostrá-la aos alunos e pedir que cada um pegue apenas um grão de areia. Deixar que tentem separar entre todos os grãos apenas um. Perguntar: Foi fácil ou difícil pegar um único grão de areia entre tantos. Por que? Qual o valor de um grão de areia? Tem alguma utilidade? Hoje estudaremos sobre algo menor que um grão de areia, mas que tem muito valor.
Opção B: Levar massa de modelar de várias cores. Pedir aos alunos que façam várias formas redondas, compridas, formas de cubo, e formas ovais. Organizem por cores e por formatos. Dizer: Vocês acham que é fácil modelar esses formatos? O que vocês pensam de fazer milhares e milhares dessas formas? Seria muito impressionante se cada uma dessas formas se dividisse em duas, do mesmo tamanho e formato, não é mesmo? Hoje estudaremos sobre coisas impressionantes assim que acontecem em nosso corpo.
Opção C: Levar, se possível, uma senhora gestante e um bebezinho com sua mãe para a sala. Primeiro deve entrar a gestante. Deixar que os alunos façam perguntas sobre o bebê (tempo de gestação, data prevista para o nascimento, etc.). Será muito interessante se houver ultrasons deste ou de outros bebês para que os alunos observem. Despedir a gestante e convidar a mãe com o bebê. Deixar que os alunos peguem-no cuidadosamente ou façam perguntas para a mãe dele, tais como: a idade, o peso, os cuidados, o sono, etc. Deixar que a mãe fale de seu amor pelo bebê. Depois, ela deve sair enquanto você diz: os bebezinhos são realmente um motivo de grande alegria, uma grande bênção do Senhor. E é sobre eles que vamos falar hoje.

ESTUDO DA LIÇÃO (até 25 minutos, incluindo apresentação da lição, revisão, aplicação e contando aos outros):
A. APRESENTANDO A LIÇÃO:
            Se não usou a opção B de Conquistando a Atenção, com antecedência moldar, com massa de modelar, várias formas diferentes: forma de cubo, oval, redonda, comprida. Reservar para usar no momento certo. Neste momento está acontecendo algo espantoso e maravilhoso nesta sala. É algo invisível, mas real e verdadeiro e está acontecendo apenas com vocês, juvenis. Sabem o que é? Vocês estão crescendo! Embora ninguém possa ver seus ossos se alongando e engrossando e seus músculos se estendendo para cobrir esses ossos, seu corpo continua crescendo. Privilégio de vocês que estão em fase de crescimento. Vocês crescem desde o dia em que Deus começou a formá-los no ventre de sua mãe. Nove meses antes de seu nascimento o Criador começou a fazer vocês de uma pequenina semente, ou célula, que veio de seu pai e sua mãe. Embora a célula não fosse menor que um grão de areia, Deus colocou dentro dela todas as instruções sobre a cor de seus olhos e cabelos, a forma do seu nariz e até o som de sua voz.
            Aquela pequenina célula apegou-se ao interior do útero de sua mãe e dividiu-se em duas células iguais. Cada uma delas dividiu-se em mais duas. Logo já eram quatro células que se dividiram outra vez e assim foi: oito, dezesseis, trinta e dois, sessenta e quatro. Sempre o dobro do número de células. Mostrar um grão de trigo. Depois de duas semanas vocês não eram maiores que um grão de trigo. Mais ou menos vinte e cinco dias depois que sua vida começou Deus lhes deu um cordão umbilical, que trazia oxigênio e alimento do sangue de suas mães para vocês. Vocês cresciam muito rápido e logo começou a acontecer uma coisa espantosa: as células começaram a ficar diferentes. Mostrar os vários formatos em massa de modelar. Em vez de serem todas redondas, algumas ficaram redondas, algumas ficaram compridas, outras em forma de cubos, e ainda outras ovais. Todas essas células diferentes estavam começando a formar as várias partes de seus corpos. É como se Deus dissesse àquele grupo de células: “Despertem-se, é hora de vocês começarem a formar as partes do corpo. Vocês, aqui (apontar para um grupo de formas na massa de modelar). Vocês serão o coração do bebê. Vocês ali (apontar para outro grupo) começarão a formar o cérebro, enquanto vocês lá (apontar mais um grupo), formarão o estômago. Algumas de vocês precisam ser os olhos dele, algumas a boca e algumas o nariz.” E cada célula obedece direitinho às ordens do Criador. Ele conhece cada uma delas. Ele conhece muito bem você.
            Quero ver o tamanho do dedo mínimo de vocês. Muito bem. Não são muito grandes. Vocês não eram maiores que seus dedos mínimos quando tinham um mês de vida, no interior da mãe de vocês. Mostrar uma noz. Mas aos dois meses vocês já tinham o tamanho de uma noz. O útero da mãe de vocês esticava-se como um balão para dar lugar ao seu corpinho em crescimento. Um bebezinho neste estágio fica meio enrolado e sente-se confortavelmente aquecido, o suficiente para dormir. Entre um cochilo e outro o bebê faz exercícios ondulatórios, estendendo os braços e movimentando as pernas. Aos três meses tinha pouco mais de 10 cm. Mostrar em uma régua. Nessa fase já pode franzir a testa e fazer caretas engraçadas. Aos três meses já mede 15 cm (mostrar na régua) e pesa mais de cem gramas. O cabelo já começa a crescer, já pode olhar de lado e enrolar os dedos das mãos e dos pés. Aos cinco meses já mede 25 centímetros (mostrar na régua) e começa a chupar o dedo polegar. Aos seis meses pode ouvir barulho. Muito barulho faz o coração do bebê bater mais forte. A voz da mãe o acalma. Aos sete meses o bebê já abre os olhos e percebe a luz forte. Aos oito já tem unhas e pode até se arranhar.
Finalmente chega o dia em que o bebê está pronto para ser posto no mundo. O útero da mãe começa a comprimir e empurrar a cabeça pelo canal do nascimento. Logo depois a criança está gritando e tomando seu primeiro fôlego, com a ajuda de seu Criador.  O ar entra, enche seus pulmões e ele respira rapidamente. O medo logo acaba ao ouvir a conhecida voz de sua mãe.
Jesus também foi um humilde bebezinho. Ele foi um presente de Deus para a humanidade. A maior revelação de Seu amor.
Para os pais, o dia em que seus filhos nascem é inesquecível. É como ganhar um presente de valor incalculável. Foi assim quando vocês nasceram e seus pais ganharam de Deus uma grande porção de Seu amor para dar a vocês. Deus, que é amor, fez vocês e os conserva com vida. Mas Ele os criou com um propósito especial: usá-los para transmitir seu amor a outros. Vocês devem continuar sendo presentes de alegria e amor a seus pais e a todos os que os cercam.

B. REVISANDO E AMPLIANDO: Corrigir o questionário da lição. Não corrigir a questão 1 de sexta-feira. Abaixo colocamos o gabarito para o professor (algumas versões da Bíblia podem conter palavras diferentes). Há respostas que serão pessoais, por isso colocamos apenas algumas idéias.

Domingo
  1. Nome, meu
Mãos, te tenho gravado.
  1.             Pessoal
Segunda-feira
  1. Primeira parte: Deus: “De modo assombrosamente me formaste.” Salmo 119:34.
            Segunda parte: Pessoal (“Graças te dou...”)
  1.  Pessoal (Deus me via, e sabia o que aconteceria em cada dia da minha vida).
Terça-feira
  1. De Deus.
  2. “Pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.”
Quarta-feira
  1. Amarmos uns aos outros.
  2. Pessoal. Sugestões: perdoando, sendo paciente, sendo prestativo, ajudando...
Quinta-feira
  1. Estudar na escola, trabalhar, roçar, plantar, cortar grama, cuidar de seus animaizinhos, usar martelo, serrote, plaina, lavar louça, varrer o chão, passar aspirador e pôr a mesa, manter o quarto em ordem.
  2. Estudar na escola, estudar piano, cozinhar, lavar e passar, varrer, arrumar camas, tudo que os meninos precisam aprender também.
Sexta-feira
  1. Os peixes e aves põem ovos, onde os filhotes são alimentados antes de nascerem. Os mamíferos alimentos seus filhotes dentro de si.
  2. Justo, dos ímpios, cruéis.


C. APLICANDO:
Deus o ama muito. Não porque você merece ou porque Ele precisa de você. Não. Deus decidiu amar você. Ele mostrou esse amor dando-nos seu preciosíssimo Filho para morrer por nós. Deus quer que assim aprendamos a amar a outros. Ao terminarmos este trimestre de estudos sobre seu corpo é muito importante perceber que cada órgão lhe foi dado para que você possa servir melhor. Tudo que há em você e tudo que é deve ser usado para servir, para dar amor e alegria a quem passar por sua vida. Aprenda cada dia como usar suas forças e inteligência para suavizar a vida dos que os cercam e você certamente estará cultivando o tipo de amor que Deus quer. Mas vamos conhecer melhor a espécie de amor que é o de Deus. Pedir que leiam em suas Bíblias 1 Coríntios 13:4-8. Entregar a cada aluno uma cópia da atividade Como Mostrar o Amor de Deus a Qualquer Pessoa. Deixar que coloquem seus nomes em cada espaço e tenham tempo para ler.
Escolher um dos modelos abaixo:














D. CONTANDO AOS OUTROS:
Entregar o cartão O Amor de Deus e mais uma cópia da atividade anterior para cada aluno. Eles devem guardar tudo em um envelope ou enrolar formando um canudo e amarrar com fitilho. Enquanto trabalham, dizer: O amor é algo maravilhoso, capaz de mudar a vida de qualquer um que o use. Esta semana procure alguém que ainda não sabe bem o que é o amor. Mostre-lhe o que a Bíblia diz a esse respeito e entregue-lhe o cartão e o formulário para preencher. Com certeza essa pessoa será muito beneficiada por conhecer melhor o verdadeiro amor.









Um comentário:

Roger Melo Rodrigues disse...

O maior investimento que podemos hoje fazer e dedicar parte de nosso tempo a trabalho do Senhor ... Que o senhor continue a te abençoar grandiosamente ...

Que bom que você veio!

Volte Sempre!