sexta-feira, novembro 20, 2009

Tesouros Infantis, Vol.2, nº 4 - Lição 8

Lição 8: JESUS RESSUSCITA UMA MENINA
A criança deverá
SABER que a fé é como uma planta, precisando de cuidados para crescer.
SENTIR desejo de  que sua fé cresça.
RESPONDER usando os meios necessários para que sua fé cresça.
VERSO PARA MEMORIZAR: “Não temas, crê somente.” Marcos 5:36
LEITURA AUXILIAR:  Mateus 9: 18,23-25; Marcos 5:21-24, 35-43; Lucas 8:40-42, 49-56;
Desejado de todas as Nações, 326 a 327
PENSAMENTO CENTRAL: NÃO TENHAMOS MEDO. TENHAMOS FÉ.

RECURSOS NECESSÁRIOS: memorizando: Bíblia; conquistando a atenção: uma boneca para cada criança (pedir para que os pais tragam), com gaze, esparadrapo, faixa, etc., colherinhas, faixas, frascos vazios de remédio (se possível, termômetros de brinquedo); lição: maleta de primeiros socorros (pode ser um pote de plástico com uma cruz vermelha colada na tampa) um cartãozinho dentro, em cartolina, escrito FÉ; revisando: visuais conforme explicados abaixo; aplicando: semente, vaso com planta bonita, vaso com planta feia, copo descartável com terra, água, Árvore da Fé (abaixo); contando aos outros: cópias da Árvore da Fé para cada criança.

MEMORIZANDO (até 10 minutos): Ler o verso na Bíblia e explicar que muitas vezes enfrentamos situações que nos deixam tristes e com medo. Nestes momentos precisamos acreditar que Jesus vai nos ajudar. Ensinar o verso usando os seguintes gestos:
“Não temas”: abanar a cabeça ou o dedo em sinal de negação.
“Crê somente”: fechar os olhos e juntar as mãos como para orar.
Marcos 5:36 : mãos juntas, como um livro aberto.
Fazer um jogral. As meninas recitam a primeira parte e os meninos a segunda. Todos falam a referência. Repetir o processo até que o verso esteja memorizado. Obs.: Pode-se fazer o mesmo processo usando a Bíblia na Linguagem de Hoje: “Não tenha medo. Tenha fé.”

CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos): Colocar a boneca na mesa ou no colo, com o material de tratamento perto. Dizer: Quem aqui já ficou doente alguma vez? Pois é, quase todos nós já ficamos doentes, nem que seja com um resfriado forte...  Quando uma criança fica doente é preciso cuidar muito bem dela. É preciso dar o remédio na hora certa. Virar o vidro de remédio vazio em uma colherzinha, como se estivesse colocando o remédio. Pedir a uma criança que leve a colher à boca da boneca. É preciso verificar se há febre. Pedir a uma criança que coloque o termômetro. Se houver febre pode-se colocar uma faixa de pano molhado na testa ou na barriguinha. Dar um pano, seco mesmo, para uma criança colocar na testa da boneca. As crianças doentes ficam muito tristes, por isso temos que confortá-las dando atenção e carinho. Deixar que uma criança pegue a boneca e a embale.
VARIAÇÃO: Se cada criança tiver uma boneca trazida de casa, dar tempo para que todos possam cuidar de suas  bonecas.
No final, perguntar: Como nos sentimos quando estamos doentes? Como ficam o papai e a mamãe? Às vezes a doença chega em nossa casa e com ela a tristeza e o medo. Nesta hora é muito importante que NÃO TENHAMOS MEDO. TENHAMOS FÉ. Hoje vamos falar sobre uma criança que ficou muito doente.

APRESENTANDO A LIÇÃO:
Sentar em uma cadeira com um prato e um garfo na mão, simulando uma refeição. Uma vez, Jesus estava num banquete. Era uma refeição muito gostosa e muitas pessoas estavam ali para ouvir Jesus falar. De repente, um homem muito importante, chamado Jairo, que era príncipe da sinagoga, veio correndo até Jesus, desesperado, e ajoelhou-se a Seus pés, pedindo: “Jesus, minha filha está muito, mas muito doente! Está quase morrendo! Por favor, venha correndo a minha casa , e ponha as mãos nela para que ela sare e viva.”
No mesmo instante Jesus parou o que estava fazendo. Colocar o prato de lado. Levantou-se. Levantar. E foi com ele. Jesus respondeu o pedido de Jairo porque Ele nunca nega um pedido de ajuda.
Esse homem, Jairo, era um líder judeu, e os líderes judeus não gostavam de Jesus. Eles queriam matar Jesus. Mas Jairo era diferente. Ele acreditava em Jesus, e sabia que Jesus podia curar sua filha.
Jairo foi andando na frente, o mais depressa possível, e Jesus o seguia.
O caminho até a casa de Jairo era pertinho, mas as pessoas daquele lugar, sabendo que Jesus ia passar por ali, se ajuntaram em uma grande multidão, e estava muito difícil para Jesus caminhar. Vamos ver como era difícil. Colocar todas as crianças bem juntinhas. Pedir para uma delas tentar atravessar a “multidão”. Dizer: É muito difícil caminhar depressa entre muitas pessoas. Assim, foi difícil para Jesus e Jairo caminharem. Além disso, Jesus parava para ajudar algumas pessoas que pediam ajuda, e isso fazia com que demorasse a chegar até a casa de Jairo. Às vezes demora um pouco para Jesus poder nos ajudar.
Jairo começou a ficar impaciente. Fazer expressão de impaciência. Ele queria que Jesus deixasse as pessoas para lá e corresse para sua casa, afinal a sua filha estava muito mal... Ele já tinha oferecido todos os remédios possíveis. Mostrar a maletinha de primeiros socorros.  Já tinha chamado os melhores médicos, mas não tinha tido resultado. Agora só um milagre poderia curá-la! Um milagre de Jesus. Ele tinha medo de que não desse tempo de chegarem, e sua filhinha morresse. Ele precisava confiar em Jesus, mesmo com a demora. Na verdade, Jairo tinha fé pequena e Jesus queria dar tempo para que ela crescesse. Por isso estava demorando tanto.
De repente, a multidão deu lugar para uma pessoa muito apressada passar. Era um mensageiro, que disse para Jairo:
- Jairo! Jairo! Não incomode mais a Jesus. Sua filhinha morreu.
Jairo ficou muito triste. Sua querida filhinha morrera! Agora não tinha mais jeito. Nunca mais ela estaria come ele. Baixar a cabeça, como quem está chorando. Ele começou a chorar e a pensar que, se Jesus tivesse ido mais rápido, se tivesse deixado as pessoas pra lá, sua filhinha poderia ainda estar viva, e com certeza Jesus a curaria. Mas agora a esperança havia acabado e ele começou a sair tristemente. Andar cabisbaixo.
Neste momento, Jesus se aproximou de Jairo, e vendo sua tristeza, disse:
- “Não temas; crê somente!” (ou, “Não tenha medo. Tenha fé!)
Jairo confiou nas palavras de Jesus e sua fé começou a crescer.
Quando chegaram, viram muita gente chorando e soluçando. Fazer os sons de choro e soluço. Todo mundo triste porque a filhinha de Jairo morrera.
Jesus então falou:  “-Não chorem. Ela não está morta, mas dorme.”
Jesus queria dizer que a morte é como um sono. A pessoa está dormindo até Jesus ressuscitá-la. Ele estava querendo dizer que acordaria a menina da morte tão facilmente como se ela tivesse somente dormindo. Mas as pessoas não entendiam isso, e riram de Jesus achando que ele estava falando bobagem. Ele pediu então que todos deixassem a casa, ficando apenas os pais da menina, Pedro, Tiago e João. Estas eram as únicas pessoas que tinham fé que a menina ressuscitaria. Chamar à frente, três crianças. Entraram todos no quarto da menina. Estender uma esteira ou colchonete ou ainda uma colcha, deitar uma menina e cobri-la com um lençol. Jesus aproximou-se da menina. Aproximar-se da menina. Tomou uma das mãozinhas frias dela, com todo o carinho, e disse: “Menina, levante-se!”
Vagarosamente ela abriu os olhos, olhando o quarto ao redor e viu Jesus, seus pais e os discípulos. A criança deve abrir os olhos e olhar à volta. Por fim, ela levantou-se da cama para abraçar o papai e a mamãe. A criança deve levantar-se e abraçar as outras crianças.
Como Jairo estava feliz!! Como a mamãe estava feliz!!  Acontecera o maior milagre de suas vidas!! Sua filha estava viva outra vez!
Depois que a menina acordou, Jesus falou: “Providenciem alguma coisa para ela comer!” Afinal ela estava muito fraquinha, porque tinha ficado doente muito tempo. Agora que tinha ficado boa, precisava se alimentar. Esta história nos ensina que, diante das enfermidades é preciso que NÃO TENHAMOS MEDO. TENHAMOS FÉ. Repitam comigo.

REVISANDO: Desenhar um caminho na lousa, em um cartaz ou mesmo no chão (com fita crepe ou giz). No início do caminho colocar a casa de Mateus, onde acontecia o banquete. No final a casa de Jairo, com a menina doente. Colocar a figura de Jesus perto da casa de Mateus (ver modelo à pág. ????) . Distribuir papeizinhos numerados para as crianças. Começar por quem tirou o número um. Fazer a pergunta correspondente. Se a criança acertar Jesus anda um pouco, se errar ele fica parado. Continuar até que Jesus chegue à casa de Jairo ou acabem as perguntas. VARIAÇÃO: Colocar uma cadeira de um lado e outra do outro lado da sala, representando a casa de Mateus e a casa de Jairo. Na “casa” de Jairo, colocar uma boneca deitada.  Escolher uma criança para fazer o percurso. Fazer as perguntas para as outras crianças. Cada vez que uma delas acertar a pergunta a criança no caminho deve dar um passo. Se errar, ela fica parada. Quando chegar à casa de Jairo a criança diz: “Menina, levanta-te” e levanta a boneca.

APLICANDO: Dizer: Todos nós recebemos de Deus um presente especial. Uma semente de fé. Mostrar uma semente. A fé é como esta semente. Para crescer ela precisa ser plantada e cuidada. Plantar a semente em um copinho descartável ou um vaso com terra. Ela também precisa da água e do sol. Colocar um pouquinho de água. Depois ela vai ficar assim. Mostrar uma planta bonita em um vaso. Jairo tinha pequena fé. Ele não havia cuidado da semente da fé o suficiente. Mostrar só o brotinho da fé, da folha de atividades Árvore da Fé. Enquanto demorava para chegar a sua casa, Jairo viu Jesus aliviar o sofrimento de algumas pessoas, viu também que Jesus curou uma mulher doente. Assim sua fé cresceu um pouco mais. Fazer a planta crescer mais um pouco. Quando recebeu a notícia da morte de sua filha, Jairo duvidou um pouco. Fazer a planta diminuir. Mas quando Jesus disse para que ele não tivesse medo e confiasse Jairo acreditou e obedeceu. Então sua fé cresceu muito. Puxar toda a planta. Assim acontece com a nossa fé também.  Nossa fé precisa de Jesus que é o Sol da Justiça. Mostrar figura de Jesus. Precisa também do adubo, o alimento que é o estudo da Bíblia. Mostrar a Bíblia. Jesus também é a água da vida. Então se nós amamos a Jesus, estudamos Sua palavra e obedecemos ao que Ele manda nossa fé começa a crescer. Fazer a planta da fé crescer.  Então, quando surgirem dificuldades, lembrem-se: NÃO TENHAMOS MEDO. TENHAMOS FÉ.

CONTANDO AOS OUTROS: Entregar cópias da Árvore da Fé para cada aluno. Deixar que as crianças recortem, pintem e montem as suas árvores.  Se a classe for de crianças muito pequenas, ou houver pouco tempo, entregá-las semi-prontas ou para serem feitas em casa, com os pais. Enquanto trabalham, dizer: A planta de nossa fé precisa de amor a Jesus, estudo da Bíblia, oração e obediência. Se não tivermos estes cuidados nossa fé nunca crescerá e pode até morrer. Esta semana, escolham alguém em casa, na escola ou entre seus amigos e usem esta árvore para contar tudo isso. Talvez vocês possam ajudá-lo a desenvolver sua fé. Diga-lhe NÃO TENHAMOS MEDO. TENHAMOS FÉ.


COMO PREPARAR OS VISUAIS
Contando aos Outros:
1. Fazer uma cópia da figura abaixo para cada criança (ficará melhor em cartolina, no tamanho A4)).
2. Recortar a árvore e cortar com estilete no traço onde está indicado.
3. Introduzir a figura da árvore na fenda da figura com a garota.
4. Para mostrar a fé pequena, mostre apenas o galhinho de cima.
5. Para mostrar a fé crescendo, faça a árvore aparecer vagarosamente.









EM JESUS EU CONFIAREI (música de “Pescadores de Homens”, faixa 25)

Em Jesus eu confiarei, confiarei, confiarei.
Em Jesus eu confiarei e não temerei.
E não temerei, e não temerei.
Em Jesus eu confiarei e não temerei.




               

Nenhum comentário:

Que bom que você veio!

Volte Sempre!