quinta-feira, agosto 05, 2010

Lição 6, Tesouros Infantis, Volume 3, no. 3

O Rosto que Resplandeceu
 Ao final da lição a criança deverá:
SABER que o mundo não gosta das pessoas que amam a Jesus;
SENTIR –SE honrada ao sofrer perseguição por amar a Jesus;
RESPONDER demonstrando amor àqueles que a perseguirem.

PENSAMENTO CENTRAL: Sofrer por Jesus é um privilégio.
VERSO PARA MEMORIZAR: “Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus, pois o reino do céu é delas” Mateus 5:10.
LEITURA AUXILIAR: Atos 6; Atos dos apóstolos, pág.97

RECURSOS NECESSÁRIOS: Memorizando: cópia dos visuais abaixo ; Conquistando a Atenção: figuras do Céu e de Jesus, biombo ou lençol escuro, escadinha ou banquinho; Lição: corda ou corrente, saquinho com moedas, lanterna, figura do céu, papel pardo ou jornal para as pedras; Revisando: papel pardo, cesta; Aplicando: as mesmas figuras usadas em Conquistando a Atenção; Contando aos Outros: cópia do cartão em dobradura (abaixo)  para cada criança. 


COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS:

Memorizando: Copiar as figuras abaixo; colorir e  fixar entretela autocolante em tudo.









Contando aos Outros:


MEMORIZANDO (até 10 minutos):
             Ler o verso na Bíblia na mesma versão a ser ensinada. Dizer: Muitas vezes as pessoas do mundo maltratam e zombam daqueles que seguem a Jesus. Muitos colegas de escola perturbam os crentes por não colarem, não dizerem nomes feios, nem entrarem em brigas. Sofrer zombaria ou perseguição não é fácil, mas Jesus disse que aqueles que sofrem por fazerem a vontade de Deus serão muito felizes porque receberão a vida eterna e morarão para sempre no Céu. Então, não fiquem tristes quando alguém zombar de vocês ou criticá-los por serem crentes. Pelo contrário, fiquem contentes porque vão morar no Céu com Jesus.
Colocar os visuais no flanelógrafo, na ordem correta. Repeti-lo três vezes com a classe. Embaralhar as figuras várias vezes e pedir  que as crianças coloquem o verso em ordem, repetindo a cada vez que organizarem, até que o saibam de cor.

CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos):
Com antecedência montar um cenário com figura do céu e de Jesus no flanelógrafo. Logo à frente, colocar um biombo ou um lençol escuro para ocultar a figura, deixando  um espaço na parte superior. Colocar uma escadinha ou um banquinho na frente do biombo ou do lençol.  Perguntar: Quem gostaria de dar uma olhadinha por cima do biombo e ver o que há ali? Convidar voluntários para subir na escada e olhar. Dizer: Não digam nada, até que todos tenham olhado. Quando todos tiverem tido sua vez de olhar, perguntar: O que vocês viram? Gravura do Céu, gravura de Jesus. Vocês gostariam de ver o céu?
Hoje falaremos de um homem  que viu as portas do Céu abertas e Jesus, que o olhava de lá de cima.

 
ESTUDO DA LIÇÃO (até 25 minutos, incluindo apresentação da lição, revisão, aplicação e contando aos outros):
A. APRESENTANDO A LIÇÃO: A igreja dos cristãos estava crescendo bastante e os apóstolos não estavam conseguindo atender bem a todos os irmãos. Então tiveram uma idéia: escolheram sete homens para serem ajudantes. Eles foram chamados de diáconos e seu trabalho era cuidar dos órfãos, dos velhos e das viúvas.
Entre esses homens estava Estevão, um homem bondoso e que tinha uma grande fé. Tanto Estevão como os outros discípulos sempre estavam falando às pessoas que Jesus estava vivo. Por isso os sacerdotes ficaram com muita raiva dele. Eles não queriam que ninguém falasse da ressurreição de Jesus porque eles mesmos eram os culpados da morte do Filho de Deus.
Um certo dia, Estevão estava pregando quando chegaram uns soldados para prendê-lo. Eles o levaram diante dos sacerdotes e dos príncipes. Combinar previamente com uma criança para que seja Estevão, de preferência a maior da turma . Pegar uma corda ou uma corrente e amarrá-lo, levando-o para a frente. Aqueles homens eram tão malvados que pagaram (mostrar um saquinho com moedas) para algumas pessoas falarem grandes mentiras contra ele. Esses homens mentirosos disseram  que Estevão falava blasfêmias contra Deus. Então começaram a fazer muitas perguntas e acusações contra aquele servo de Deus.
O que será que Estevão fez? Será que ficou com medo de falar sobre Jesus naquele momento? E você ficaria com medo? Ou falaria do amor de Jesus mesmo que pessoas malvadas lhe fizessem mal?
Estevão não ficou com medo, porque o Espírito Santo o tornou muito corajoso. Ele levantou-se e começou a falar. Contou como Abraão, Moisés, Davi e Salomão também acreditavam que Jesus é o nosso Salvador. Enquanto falava, seu rosto passou a brilhar com uma luz divina. Iluminar o rosto da criança que está à frente com uma lanterna. Os que olhavam para ele viam seu rosto como o rosto de um anjo. Alguns tremiam de espanto e cobriam o rosto (tremer e cobrir o rosto com as mãos). Ele falava com tanto poder e autoridade que os seus inimigos ficaram sem resposta. No meio de seu sermão, falou diretamente a eles: “Como vocês são teimosos! Como são duros de coração e surdos para ouvir a mensagem de Deus! Vocês sempre têm rejeitado o Espírito Santo, como os seus pais também rejeitaram”.
Ao ouvirem isso, os príncipes e sacerdotes ficaram com mais raiva ainda! Sabiam que o que ele falava era verdade, mas não queriam mudar o coração, por isso o ódio deles ficou ainda maior enão quiseram ouvir mais nada. A Bíblia diz que estavam com tanta raiva que “rilhavam os dentes contra ele” (rilhar os dentes). Será que Estevão ficou amedrontado e fugiu? Não, pois ele amava muito a Jesus e não deixaria de falar a verdade sobre o Salvador. Sabem o que aconteceu então? Ele ergueu os olhos e viu o Céu aberto e a glória de Deus, e Cristo em pé como que se levantando para vir lhe ajudar (mostrar a figura do céu ou de Jesus de braços abertos). Quando ele contou o que estava vendo, toda a multidão ficou tão furiosa que o expulsou da cidade. As pessoas começaram a apedrejá-lo, mas mesmo assim ele não fugiu e continuou olhando firmemente  para o céu. Levar a criança representando Estevão para um canto da sala; dar algumas pedras de papel e pedir para que as crianças joguem nele. Agora, não podia mais pregar sobre Jesus, porque as pedras o machucaram bastante. Na verdade, mesmo depois que as pessoas o apedrejaram, Estevão sentia amor por elas e, reunindo suas últimas forças, orou com voz bem forte: “Senhor, não condenes esta gente por causa deste pecado”. E depois disto ele morreu. 

B. REVISANDO: Escrever as perguntas em pedaços de papel pardo e amassá-los em formato de pedrinhas. Cuidar para que as palavras fiquem do lado de dentro. Colocar as “pedras” dentro de uma cesta. Fazer um círculo com as crianças e passar a cesta de mão em mão enquanto se canta um corinho. Ficar de costas e virar-se repentinamente. Parar de cantar. A criança que estiver com a cesta deve pegar uma “pedrinha” e responder à pergunta. Repetir o procedimento até que todas respondam.

C. APLICANDO:  Fazer um cercado de cadeiras ou carteiras, simbolizando uma prisão. Vocês já foram castigados pelo papai ou pela mamãe por fazerem alguma coisa errada? É justo, não é mesmo? Quando desobedecemos temos que receber o devido castigo. Mas o que acham de serem maltratados por fazerem uma coisa boa? Ou por falarem a verdade? Isto muitas vezes acontece em nosso mundo. Vamos  fazer uma lista de coisas boas, que Deus nos manda fazer e que muitas vezes fazem com que soframos zombaria e perseguição. Deixar que as crianças digam atitudes corretas que trazem zombarias e maltratos dos colegas.
Sugestões:
Guardar o sábado.
Não comer carne.
Meninas usarem saias.
Não torcer por nenhum time de futebol.
Não colar na prova.
Não mentir.
Não dizer nomes feios.
Chamar uma criança de cada vez. Deixar que ela escolha entre uma das atitudes sugeridas anteriormente ou não. Se escolher fazer a vontade de Deus ela deve entrar na “prisão”. Quando todas estiverem presas por amor a Jesus, mostrar uma figura de Jesus sorrindo e explicar que Jesus as ama e vê todos os sofrimentos de quem lhe obedece. Explicar que em breve Ele virá e dará a recompensa para todos os que foram obedientes por amor. Já as pessoas desobedientes ou que as perseguiram não entrarão lá. Esclareça que ser fiel durante a perseguição é mostrar que realmente amamos a Jesus, já que obedecer quando tudo está bem é muito fácil e qualquer um faz isso.

D.  CONTANDO AOS OUTROS:
Distribuir uma cópia do cartão em dobradura para cada criança.  Deixar que pintem e enfeitem como quiserem. Dizer: Jesus sofreu muito para nos salvar. Se for preciso passarmos por alguma aflição ou dor por Ele, que possamos ficar confortados e felizes. Muitas pessoas não sabem que sofrer por Jesus é um privilégio. Entreguem esta figura para elas e as incentivem a serem fiéis mesmo quando perseguidas.
  

Um comentário:

Pedagoga Sandra Martins disse...

Que Deus continue abençoando seu trabalho!
Obrigado por compartilhar suas ideias conosco!
Abraços!
Sandra - BH

Que bom que você veio!

Volte Sempre!