domingo, janeiro 24, 2010

Tesouros Infantis, Lição 10 - 1º trim. 2010 - Suplemento do Professor

LIÇÃO 10: O Moço Rico
 A criança deverá:
SABER que guardar os mandamentos se resume em amar a Deus e ao próximo.
SENTIR amor a Deus e ao próximo mais do que às coisas que possui.
RESPONDER esforçando-se para ajudar aos seus semelhantes,

VERSO PARA MEMORIZAR: “O cumprimento da Lei é o amor “. Rm. 13:10
LEITURA AUXILIAR: Mt. 19:16-19; Mc. 10:14-19; O Desejado de Todas as Nações, pág. 518.

RECURSOS NECESSÁRIOS: Memorizando: visuais preparados conforme instruções abaixo; Conquistando a Atenção:  utensílios usados para preparar suco (jarra, copos, espremedor de frutas, colher, etc.); Lição: baú, peça de roupa ou pedaço de tecido caro, moedas dentro de um saquinho, jóias feitas de miçangas, copo com água, coração sujo/ limpo; Revisando: moedas coladas em papeizinhos contendo as perguntas; Aplicando:  caixas preparadas conforme instruções abaixo; Contando aos Outros:  cópia do rótulo abaixo para cada criança, caixa ou pote trazidos pelos pais para fazer um cofre.










COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS

Memorizando: copiar os visuais abaixo em papel cor de pedra (cinza ou marrom). Colar em entretela.












Lição (baú):
Usar a caixa de sapato para medir as laterais, a frente e a tampa do baú.
Recortar  tudo em E.V.A ou papel cartão. Revestir a caixa, colando as peças, conforme o modelo abaixo. Usar velcro ou um laço para fechar a caixa.







Coração sujo/limpo: Recortar dois corações em cartolina branca e rabiscar e sujar um deles.



Aplicando (caixas):
 - uma caixa de sapatos ou similar;
- dois caixas menores que caibam dentro da caixa anterior.
- gravura dos dez mandamentos separada em duas partes e coladas em entretela ou feltro.
- Escrever os dez mandamentos em dez tiras.
- Escrever em uma caixinha a inscrição: “Amor a Deus” e guardar os quatro primeiros mandamentos nela. Em outra, escrever “Amor ao Próximo” e colocar os mandamentos restantes dentro dela. Escrever em uma caixa maior, que caiba as duas caixinhas, a palavra “Amor”. Guardar as duas caixinhas dentro da caixa maior.


MEMORIZANDO (até 10 minutos):
Ler o verso na Bíblia na mesma versão em que será memorizado. Dizer: Este verso quer dizer que quem ama a Deus e às pessoas não precisa ter medo de estar desobedecendo à Lei, porque amar é obedecer à Lei. Quem ama a alguém, pode matá-lo? Quem ama a alguém, pode pegar alguma coisa dele? Quem ama  pode falar uma mentira para alguém? Quem ama trata mal seus pais?  O marido que ama a esposa, vai abandoná-la? Quem ama vai querer tudo para si, sem dividir  com os outros?  Então quem ama ao próximo obedece à Lei. Vamos memorizar este verso? Colocar os visuais no flanelógrafo. Recitá-lo com a classe por  três vezes.Tirar uma parte e recitar o verso inteiro. Repetir o processo até que se retirem todas as partes. Embaralhar as frases e deixar que as crianças as ordeneo? 





CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos).
             Mostrar para as crianças os itens necessários para fazer suco (jarra, espremedor de frutas ou liquidificador, gelo, colher, copos, etc.). Dizer: Hoje estou com muita vontade de tomar um suco de laranja, bem gostoso. Quero oferecê-lo a vocês também. Já tenho aqui tudo o que preciso. O que vocês acham? Eu tenho ou não tenho tudo para fazer meu suco? Fazer perguntas até que digam que está faltando a fruta. Dizer: Ah! Uma coisa me falta. E é a mais importante. Sem a fruta, mesmo tendo todo o resto, eu não posso fazer o suco, não é mesmo? Nossa história de hoje fala de alguma coisa que faltava para alguém.

ESTUDO DA LIÇÃO (até 25 minutos, incluindo apresentação da lição, revisão, aplicação e contando aos outros):
A.   APRESENTANDO A LIÇÃO:
A Bíblia nos conta, em Lucas capítulo 18, a história de um rapaz muito rico. Ele possuía muito dinheiro. Tirar do baú o saquinho ou cofrinho com dinheiro ou, ainda, muitas cédulas de dinheiro (de brinquedo). Ele também possuía muitas jóias. Tirar as jóias feitas com miçangas douradas ou prateadas. Ele vestia as melhores roupas. Tirar uma  roupa ou pedaço de tecido caro ou que apenas  pareça caro. Colocar tudo dentro do baú outra vez.  Quando ele chamava seus servos, eles vinham imediatamente. Bater palmas. Um adulto deve aproximar-se rapidamente. Dizer: Traga-me um copo de água. O adulto sai e volta rapidamente com um copo de água. Seus cavalos eram os mais bonitos e também sua carruagem. Quando ele passava as pessoas o cumprimentavam com respeito. Inclinar-se para a frente, com a cabeça baixa. Façam como as pessoas faziam quando o viam. Dar tempo para que as crianças imitem o cumprimento. As outras pessoas ricas sempre o convidavam para ir às suas reuniões e muitos lhe diziam que ele poderia entrar na política e ficar famoso.
   Aquele jovem ia sempre à igreja e fazia tudo que os sacerdotes lhe mandavam. Ele pensava que merecia um lugar no Céu, porque ele era obediente em toda a Lei. Ele pensava assim (mudar a entonação de voz; agir como quem está pensando; contar nos dedos enquanto enumera as qualidades do moço rico): Eu nunca matei ninguém. Eu também nunca peguei as coisas dos outros. Vou à igreja todos os cultos. Dou meu dízimos e ofertas. Guardo o dia do sábado e não adoro ídolos. Eu sou realmente uma pessoa muito boa! Com certeza vou ganhar um ótimo lugar no Céu!” Mudar repentinamente a expressão de felicidade para a de tristeza. Dizer: “Mas será que vou mesmo ter um lugar no Céu? Parece que está me faltando alguma coisa.” Mesmo com tanta riqueza, aquele  jovem não era feliz.
Um dia ele ouviu falar de Jesus e toda a sua bondade. Soube de seus poderosos milagres e sentiu desejo de conhecê-Lo. Quando soube que Jesus estava em sua cidade foi correndo lá para vê-Lo. Escutou as palavras de Jesus e ficou muito comovido ao ver como Jesus tratava as crianças. Todo o amor e bondade de Jesus causaram muita admiração naquele jovem e ele sentiu desejo de acompanhar Jesus em Seu trabalho e ser um discípulo dEle.  Ele desejou muito ser abençoado como as crianças. Ele percebeu como nunca que era uma pessoa infeliz. Por isso, ajoelhou-se diante de Jesus (ajoelhar-se) e disse: “Bom Mestre, que preciso fazer para ter vida eterna?”  Essa é uma pergunta muito importante, que todos já devem ter pensado alguma vez na vida.
Jesus olhou amorosamente para o rapaz e lhe disse: “Se você quer viver comigo no Céu, guarde os mandamentos.” E Jesus falou de alguns dos Dez mandamentos. O jovem rico ficou admirado de Jesus lhe mandar guardar os mandamentos, pois ele decorou os mandamentos quando era da idade de vocês, e procurava fazer tudo que a Lei mandava. Ele disse a Jesus que já fazia tudo isso. Ele esperava então que Jesus lhe desse mais uma obrigação qualquer para cumprir e, depois o abençoasse, dizendo que ele já tinha o seu lugar garantido no Céu.
Mas Jesus conhecia o coração daquele jovem. Por fora ele parecia ser assim. Mostrar o coração limpo. Mas por dentro ele estava assim. Mostrar o coração sujo. Jesus sabia que aquele jovem não se importava com os sofrimentos dos outros e que estava fazendo do dinheiro o seu deus. Jesus sabia que ele era orgulhoso e egoísta. Na verdade, como ele não amava aos outros ele não estava obedecendo aos mandamentos de Deus porque  quem ama aos outros obedece à Lei. Ele precisava limpar essa sujeira do coração. Assim, para mostrar-lhe como seu coração estava sujo, Jesus lhe disse: “Vá. Venda tudo que você tem e dê o dinheiro aos pobres. Assim você terá um tesouro no Céu. Depois, venha e siga-Me.”  Jesus disse isso e ficou torcendo para que o jovem cumprisse a sua ordem.  Jesus amava muito aquele rapaz e queria levá-lo para o Céu.
O rapaz levou um susto ao ouvir a ordem de Jesus. Ele não esperava por aquilo. Jesus estava fazendo um teste com ele. Ele pediu ao rapaz para escolher entre os tesouros da Terra e os tesouros do Céu.  O moço rico olhou para seu cofre. Olhar para o baú.  E ficou pensando... Ele queria seguir a Jesus, mas amava mais ao dinheiro e sua própria vontade que a Jesus. Ele realmente queria  ser salvo e ir para o Céu, mas achava demais ficar sem tudo aquilo que amava. Abraçar o baú e fazer expressão de tristeza.
Naquele momento o moço escolheu o que era mais importante para ele. Apesar de perceber o quanto Jesus o amava, ele escolheu o dinheiro e não a Jesus. E foi embora, muito triste. Afastar-se de cabeça baixa. Jesus disse: “Como é difícil para os que amam as riquezas entrarem no Céu!” Os discípulos eram pobres, mas desejavam muito serem ricos, por isso perguntaram: “Senhor, então quem pode se salvar?” E Jesus deu-lhes um linda promessa: “As coisas que são impossíveis para os homens são possíveis para Deus.”  Era impossível ao jovem rico salvar-se amando suas riquezas mais que a Jesus e ao próximo. Mas, se ele pedisse ajuda a Deus, poderia ser salvo.

B.   REVISANDO:
Com antecedência, escrever um número para cada pergunta em um pedaço de papel.  Fixar em cada pedaço de papel, com fita adesiva, uma moeda. Colocar tudo dentro de uma caixa.A criança que acertar a pergunta tem direito de colocar sua moeda na cesta de ofertas da escolinha.Se errar, deverá devolver a moeda à caixa (dar dicas para ajudar as que tiverem dificuldades). Quando acabarem as perguntas, dizer: Muito bem. Quando damos nossas ofertas e ajudamos a outros, estamos ajuntando um tesouro que nunca será roubado ou estragado. Colocar a cesta de ofertas dentro do baú.Colocar no baú  uma tira de papel com a inscrição: “Tesouros do Céu”. É o tesouro que está guardado para nós lá no Céu. Esse tesouro vale mesmo à pena ajuntar.

C. APLICANDO:
Com antecedência, preparar as caixas, conforme instruções acima. Mostrar a caixa grande e dizer: Jesus mandou que o jovem rico guardasse os mandamentos. O jovem rico pensava que obedecia a todos os mandamentos, mas na verdade, faltava o ingrediente mais importante que é o amor. Vamos descobrir porque?  Ler a inscrição na caixa maior. Dizer:  a Palavra de Deus diz que obedecer a Lei é a mesma coisa que amar. Mas amar a quem? Vamos descobrir? Pedir a uma criança que abra a caixa e dizer: Sabem o que há nesta caixa? Mostrar a duas caixinhas e ler as inscrições. Dizer: Vejam dentro do amor temos duas coisas: o amor a Deus e amor ao próximo. Então, quer dizer que para eu obedecer à lei devo amar a Deus e ao próximo. Mas como posso saber se amo a Deus ou ao próximo? Vamos descobrir? Pedir que venham duas crianças à frente e abram uma caixinha por vez. Ler o conteúdo de cada uma ou pedir que uma criança que tenha boa leitura leia.Pegar as duas partes da lei e juntar no flanelógrafo. Dizer: Na primeira tábua, Deus nos diz como podemos demonstrar nosso amor a Ele. Na segunda, como demonstrarmos amor ao próximo. Descobriram agora o que faltava na vida do jovem rico? Isso mesmo: amor. Assim como eu não consegui fazer suco de laranja sem a laranja, ninguém pode obedecer aos mandamentos sem ter muito amor a Deus e a seus semelhantes.
Copiar as frases abaixo em  tiras de papel. Formular outras, se achar necessário. Chamar uma criança à frente. Ela deverá pegar uma tira. Se o que estiver escrito representar amor ao próximo, ela deverá colocar o papel na caixa do amor ao próximo. Se representar amor a Deus, deverá colocar o papel na caixa do amor a Deus. Se representar egoísmo ou amor aos “tesouros da terra”, deverá amassar o papel e jogá-lo no lixo. Repetir o processo com outras crianças.
1. Ir para um país estrangeiro como missionário.
2. Dar alimentos aos pobres.
3. Gastar todo o dinheiro que sobrar para comprar doces.
4. Guardar bastante dinheiro e colocar no banco, sem dar ofertas.
5. Dividir roupas e brinquedos com os que não têm nada.
6. Preferir ir à igreja que a uma festa da escola.
7. Passar as tardes de sábado jogando no computador.
8. Economizar os trocados para juntar e dar uma boa oferta missionária.

D. CONTANDO AOS OUTROS:
Com antecedência, colar os rótulos em potinhos ou caixas pequenas para formar “Cofre da Renúncia por Amor a Deus e ao Próximo” . Deixar que decorem seus cofres como desejarem. Enquanto trabalham, dizer: Uma forma de demonstrar amor ao próximo é economizando o dinheiro que gastaríamos com coisas inúteis e com ele ajudar alguém. Levem seus cofres para casa e contem para seus pais a história de hoje. Peça-lhes para ajudar a decidir de que forma usarão o dinheiro do cofre. Pode ser para ajudar um missionário, uma criança carente ou comprando folhetos para distribuir. Combinem com toda a família para encherem o cofre com dinheiro de renúncias. Este será um teste para vocês, como foi para o jovem rico. Espero que para vocês não falte o ingrediente principal e sejam reais seguidores de Jesus.


Professor, faça um “Cofre do Amor ao Próximo” para você também e coloque em prática o que ensinou a suas crianças. 





Nenhum comentário:

Que bom que você veio!

Volte Sempre!