domingo, janeiro 24, 2010

Tesouros Infantis, Lição 11 - 1º trim. 2010 - Suplemento do Professor

Ao final da lição a criança deverá:
SABER que Jesus procura os pecadores e lhes dá coragem para corrigir seus erros.
SENTIR que é importante para Jesus; desejo de corrigir seus erros .
RESPONDER, procurando a Jesus e esforçando-se para corrigir seus erros.

PENSAMENTO CENTRAL: QUANDO JESUS ME ENCONTRA SOU CAPAZ DE CORRIGIR MEUS ERROS.
VERSO PARA MEMORIZAR: “O Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido. Lucas 19:10”.                 

RECURSOS NECESSÁRIOS: Memorizando: dois objetos diferentes, cartões com os versos; Conquistando a Atenção: Opção A: árvore com escada ou figura da árvore; Opção B: cinco pedaços de lã, corda, vareta ou barbante, com comprimentos diferentes; Lição: figura usada em contando aos outros ou árvore com escada (instruções abaixo), dois cofrinhos ou duas latinhas, várias moedas, baú, figuras do coração sujo e limpo, mesa com cadeiras, travessas (opcional); Revisando: árvore da decoração ou figura abaixo; Aplicando: baú, coração limpo, coração sujo, lápis, cédula de dinheiro, figura de boca, pedra, brinquedo, guloseima;  Contando aos outros: cópia da figura da árvore, para cada criança, barbante, tesoura, lápis de cor.

COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS:

Árvore (escolher uma das opções abaixo):
Opção A: Colocar uma escada pequena, de abrir, em um dos cantos da frente da sala.  Cortar um pedaço grande de TNT verde, no formato de copa de árvore. Fazer uma abertura do tamanho de um rosto. Colar as duas laterais da copa da árvore nas duas paredes que formam o canto da sala, acima da escada, deixando um espaço entre o canto e a “copa”. A criança deverá subir pela escada e colocar o rosto na abertura da copa da árvore, para fazer como Zaqueu.


Opção B: Ampliar as gravuras abaixo para o tamanho que desejar. Usá-las para contar a história, fazendo as adaptações necessárias. Usar a mesma figura em tamanho menor para Contando aos Outros.





 MEMORIZANDO (até 10 minutos): Com antecedência, esconder pela sala alguns cartões com o verso escrito. Esconder também algum objeto na sala. Mostrar algum outro objeto para as crianças. Dizer: Tenho aqui esta tesoura. Ela está comigo. Vocês acham que eu preciso sair procurando esta tesoura enquanto ela está na minha mão? Claro que não. Mas o meu apontador sumiu, este eu preciso procurar. Procurar o objeto que foi escondido anteriormente. Depois de encontrado, dizer: O apontador estava perdido, por isso precisei procurá-lo. A Bíblia diz que quando alguém está perdido no pecado, Jesus vai procurá-lo para o salvar. Isso está escrito aqui. Ler o verso na Bíblia, na mesma versão em que será memorizado.Dizer: “O Filho do Homem” quer dizer Jesus.  Jesus deixou o Céu e veio procurar-nos, os pecadores, para salvar-nos. Repetir três vezes com as crianças. Depois, pedir que duas ou mais crianças procurem os versos em cartões que estão espalhados pela sala. Ao encontrarem, devem vir à frente e recitar o verso. Todos dizem a referência. Repetir o processo com outras crianças até que todos recitem o verso. No final, recitá-lo novamente com todos.

CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos).
Opção A: Confeccionar a árvore conforme instruções à pág. 59. Deixar que cada criança suba um pouquinho na árvore, acompanhando-as cuidadosamente para evitar acidentes. Depois, perguntar: Para que servem as árvores? Vocês já subiram em uma árvore de verdade? Para quê alguém sobe em árvores? Pegar frutas, enxergar mais longe. Nossa história de hoje fala de uma árvore que serviu de mirante.
Opção B: Usar cinco pedaços de lã, corda, vareta ou barbante, com comprimentos diferentes. Levantar dois dos cinco pedaços e perguntar:  Qual desses pedaços é o maior? Esperar as respostas e mostrar mais dois pedaços. Comparar todos os pedaços, fazendo a mesma  pergunta. Depois, organizar os pedaços do mais curto ao mais comprido. Dizer: Esses pedaços aqui têm tamanhos diferentes. As pessoas também têm tamanhos diferentes. Nem todos são altos e nem todos são baixos. Nossa história de hoje é sobre um homem baixinho.  

ESTUDO DA LIÇÃO (até 25 minutos, incluindo apresentação da lição, revisão, aplicação e contando aos outros):
A.   APRESENTANDO A LIÇÃO:
Com antecedência preparar a sala: Montar a árvore em um canto e do outro, uma mesa com toalha e pratos. No meio colocar uma mesinha com dois cofrinhos ou latinhas. Dar duas moedas para cada criança (se a classe for muito grande, dar apenas para algumas) Mostrar a Bíblia aberta na passagem de hoje e dizer: A Bíblia contém histórias muito interessantes. A de hoje encontra-se em Lucas 19, dos versos 1 a 10. Aproximar-se da árvore e dizer: Na cidade de Jericó havia uma árvore que eu imagino que fosse bem grande, alta e cheia de galhos. Daquelas que tem uma sombra bem boa. Em Jericó também morava um homem muito baixinho chamado Zaqueu. Ele era cobrador de impostos. Sentar-se à mesa do cobrador, colocar os dois potes. Ele recebia dinheiro do povo para entregar para o governo. Só que Zaqueu e os outros cobradores de impostos faziam uma coisa muito errada: se alguém tinha que dar uma moeda para o governo, ele dizia que devia dar duas. E mesmo que a pessoa fosse muito pobre ele tirava a moeda a mais dela. E sabe o que ele fazia com aquela moeda a mais? Guardava no cofre dele. Um ajudante deve mandar, uma a uma, cada criança para levar suas moedas à frente. Colocar uma moeda no pote do governo e uma no pote do Zaqueu.  Zaqueu mentia e roubava. Isso é pecado. Zaqueu estava perdido, longe de Deus. Mostrar o coração sujo. O coração de Zaqueu era assim, sujo pelo pecado. Zaqueu comprava todas as coisas que queria com o dinheiro que roubava. Ele juntou um grande tesouro. Mostrar o baú do tesouro, usado na semana anterior, com os “tesouros” dentro. Roupas, jóias, dinheiro, casas e as melhores comidas. O povo sabia que Zaqueu era ladrão por isso ele era odiado. Quando o viam com suas roupas bonitas, pensavam: “Ele está assim por roubar o meu dinheiro. Por causa dele, não tenho dinheiro para comprar uma roupa nova.” Zaqueu era odiado por todos. Nem na igreja ele era aceito. Ele e sua família viviam sozinhos, sem amigos e desprezados. Apesar de ser muito rico, Zaqueu não era feliz.
Um dia ele ouviu João Batista pregando e começou a pensar na tristeza que era sua vida.  Depois ouviu falar de Jesus e Seu grande poder. Soube até que Jesus tinha um discípulo que fora cobrador de impostos. Então ele desejou mudar seu coração. Mostrar o coração limpo. Ele queria ter um coração assim. Zaqueu começou então a tentar consertar o que tinha feito de errado, devolvendoum pouco do que tinha roubado. Mas ninguém queria falar com ele. Ninguém o aceitava. E ele continuou muito triste.
Um dia, Zaqueu ficou sabendo que Jesus estava chegando em Jericó. Ele ficou muito feliz e saiu rapidamente de casa para ver Jesus. Mas muita gente pensou a mesma coisa e a rua ficou lotada de pessoas que queriam ver Jesus. Zaqueu era um homem muito baixinho. Ele ficou na ponta dos pés, mas não conseguiu ver Jesus. Vamos fazer como Zaqueu fez, tentando ver Jesus? Junto com as crianças, ficar na ponta dos pés e esticar o pescoço. Ele tentou pular, mas ainda assim não conseguiu ver Jesus. Vamos saltar como Zaqueu? Dar pequenos saltos. Ninguém deixava que ele passasse porque não gostavam dele. Talvez alguém até tenha falado para ele: “Saia daqui, seu cobrador de impostos ladrão!” Ser rejeitado  o deixava muito triste porque ele queria muito ver a Jesus! De repente ele lembrou-se da grande árvore, à beira do caminho e teve uma grande idéia. Saiu correndo e subiu nela o mais rápido possível. Mandar que uma criança suba na árvore e coloque a cabeça para fora, na abertura. Lá ele tinha toda a visão que precisava e ninguém mais o atrapalharia. E Jesus foi chegando, chegando. Aproximar-se da árvore.  Quando estava bem embaixo, olhou para cima e disse: “Zaqueu! Desce depressa porque hoje eu vou pousar em sua casa!” Jesus falou assim para que todos soubessem que Ele se importava com aquele cobrador de impostos. Zaqueu nem podia acreditar! Ele desceu tão depressa que quase caiu da árvore. A criança deve descer e  ir junto ao professor até à mesa do outro lado da sala. Ele levou Jesus para sua casa, onde houve uma grande reunião. Ele, que há muito tempo não podia ir à igreja, teve um culto em sua própria casa e Jesus era o pregador! Jesus foi ali para buscar e procurar Zaqueu. Jesus desejava salvá-lo.
Depois de ouvir as palavras de Jesus, Zaqueu tomou uma decisão muito importante. Ele falou na presença de todo mundo: “Mestre. Dou aos pobres metade dos meus bens. E naquilo que roubei vou devolver quatro vezes mais.”  Abrir o baú do tesouro, tirar as coisas de dentro e dar a metade para algumas crianças. Depois, pegar o cofrinho ou latinha e devolver cinco moedas para algumas outras crianças.
Jesus ficou muito contente quando Zaqueu arrependeu-se de seus pecados e passou a corrigir seus erros. Zaqueu estava perdido, mas Jesus o encontrou. Jesus busca a todos as pessoas que estão perdidas no pecado. E quando Ele as encontra tudo muda. Se vocês querem ser encontrados por Jesus podem orar a Ele, pedindo perdão por seus pecados. No mesmo momento você é encontrado e Jesus vem lhe dizer que vai viver em sua vida. Não importa a sua idade, nem o seu tamanho. Jesus o ama assim como é. Zaqueu foi encontrado e aquele homem baixinho percebeu que era muito grande para Deus.

B.   REVISANDO - Escolher uma das opções abaixo:
Opção A: Chamar uma criança para subir na “árvore”. Fazer uma pergunta. Se ela acertar, dizer-lhe: “_____, (falar o nome da criança), desce depressa. Hoje me convém pousar em tua casa.” A criança deve descer e sentar na mesa de refeição até que chegue a próxima criança. Repetir o processo até as perguntas acabarem.
Se usar o desenho da árvore com Zaqueu para contar a história, usá-la também para fazer a pergunta e se a criança acertar, deixar que ela faça o Zaqueu subir ou descer da árvore.
Opção B: Revisar a história contando-a com mímicas. As crianças devem tentar imitar. As ações sugeridas estão descritas, depois de cada frase.
Zaqueu era um homem baixinho. Mostrar a altura dele com a mão.
Ele queria ver Jesus. Fazer sombra sobre os olhos com as mãos e girar a cabeça para os lados.
Ele andou pelo caminho. Andar sem sair do lugar.
Havia muita gente na rua. Abrir e fechar os dedos.
Ele não conseguia ver Jesus. Colocar as mãos sobre os olhos.
Zaqueu empurrou as pessoas , tentando passar. Mover os ombros como se quisesse passar.
Ainda assim não podia ver Jesus. Balançar a cabeça de um lado para o outro e colocar as mãos sobre os olhos, fazendo sombra.
Ele era muito pequeno. Mostrar a altura dele com a mão.
Zaqueu ficou na ponta dos pés. Ficar na ponta dos pés.
Mas mesmo assim, não podia ver Jesus.  Balançar a cabeça de um lado para o outro e colocar as mãos sobre os olhos, fazendo sombra.
 Ele ficou triste, muito triste. Fazer expressão de tristeza.
Ele desistiu e resolveu voltar para casa. Balançar a cabeça e virar-se.
Então ele lembrou-se de uma grande árvore. Apontar para a cabeça.
Ele subiu bem depressa na árvore. Fingir estar subindo na árvore.
Ele olhou para baixo. Baixar a cabeça e fazer sombra sobre os olhos com as mãos.
Finalmente Zaqueu podia ver Jesus. Balançar a cabeça afirmativamente.
Jesus estava passando em baixo da árvore. Andar sem sair do lugar.
Jesus olhou para cima e viu Zaqueu. Olhar para cima.
Jesus pediu para que Zaqueu descesse. Fingir estar descendo.
Ele levou Jesus até sua casa. Andar sem sair do lugar.
Ele ofereceu um lugar para Jesus se sentar. Gesto de apontar uma cadeira.
Ele colocou comida na mesa. Fingir colocar algo sobre uma mesa.
Zaqueu falou para Jesus que estava arrependido de seus pecados. Baixar a cabeça.
Jesus e Zaqueu ficaram felizes. Sorrir.

C. APLICANDO:
Abraçar o baú do tesouro e dizer: O jovem rico amava mais ao seu dinheiro que a Jesus e às pessoas. Embora todos pensassem que era uma pessoa boa, aquele jovem estava perdido, pois seu coração era assim. Mostrar o coração sujo. Zaqueu também amava o dinheiro, ele também estava perdido e seu coração também era sujo, mas quando ele deixou que Jesus o salvasse, tudo mudou. A partir dali Jesus e as pessoas se tornaram mais importantes para ele que o dinheiro. Seu coração ficou assim. Mostrar coração limpo. Por isso, ele não se importou de desfazer-se de seus tesouros aqui da terra e corrigir seus erros. Afastar-se do baú. Quando nos arrependemos de nossos erros, precisamos tentar corrigi-los.
Vou dizer algumas coisas e vocês devem dizer o que as pessoas devem fazer.
Mostrar um lápis. Mariana pegou o lápis de sua amiga e não devolveu mais. Ela agora aceitou a Jesus e está arrependida, o que deve fazer?
Mostrar uma cédula de dinheiro. Jonas pegou dinheiro da carteira de seu pai, sem pedir e gastou tudo. Ele agora aceitou a Jesus e está arrependido. O que deve fazer?
Mostrar a figura de uma boca. Márcia falou mal de sua vizinha para todas as pessoas da rua. Ela agora aceitou a Jesus e está arrependido. O que deve fazer?
Mostrar uma pedra. Paulo jogou uma pedra no colega da sala e o machucou. Agora ele aceitou a Jesus e está arrependido. O que deve fazer?
Mostrar um brinquedo. Eduardo não emprestou seus brinquedos para o vizinho que não tem nenhum brinquedo. Agora ele aceitou a Jesus e está arrependido. O que deve fazer?
Mostrar uma guloseima. André preferiu gastar suas economias comprando doces a dar oferta para a igreja. Agora ele aceitou a Jesus e está arrependido. O que deve fazer?
Quem vocês acham que fica feliz quando alguém procura corrigir seus erros por amor a Jesus?
Como estava o coração destas pessoas antes de Jesus chegar?  Como ficou depois?
Nosso verso de hoje nos ensina que Jesus veio para ensinar gente como Zaqueu e nós a fazer o que é certo. Agora, parem e pensem em alguma coisa que vocês fizeram e que precisa ser corrigida. Pensem em Zaqueu e como teve coragem para admitir seus roubos e devolver tudo. Jesus deu coragem a Zaqueu e dará a você também, se for preciso corrigir algum erro. Pense agora no que deve fazer e faça-o o quanto antes.

CONTANDO AOS OUTROS:
Dar uma cópia da gravura da árvore e Zaqueu para que cada criança pinte, recorte e monte. Se as crianças forem muito pequenas ou não houver tempo suficiente, entregar tudo semipronto, deixando que elas apenas montem ou pintem o desenho. Enquanto trabalham, dizer: Usem este desenho paracontar a história de hoje para alguém. Não esqueça de falar que Zaqueu recebeu poder de Jesus para corrigir todos os seus erros. Se você precisa corrigir seus erros, aproveite para contar a história de Zaqueu e dizer que Jesus lhe deu coragem para corrigir seus erros, assim como deu a Zaqueu. 
  

Nenhum comentário:

Que bom que você veio!

Volte Sempre!