sexta-feira, outubro 09, 2009

Tesouros Infantis - Volume 2, Número 4 - Lição 2

OBJETIVO: Ensinar a oração do Senhor e o seu significado para vida diária.
Ao final da lição a criança deverá:
SABER que a oração é o meio pelo qual falamos com Deus.
SENTIR feliz por saber que Deus ouve sua oração e está pronto a atendê-la de acordo com o que for melhor para ela.
RESPONDER, orando e ensinando outros a orar.
PENSAMENTO CENTRAL: AO ORARMOS, FALAMOS COM DEUS E ELE NOS RESPONDE.
VERSO PARA MEMORIZAR:”Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto.” Mateus 6:6
LEITURA AUXILIAR: Lucas 11: 1-4; Mateus 6: 9-13; O Maior Discurso de Cristo, págs. 102-122.       
RECURSOS NECESSÁRIOS: memorizando: lençol ou caixa de papelão; lição: cópias das mãos em oração (abaixo), Bíblia, pão ou figura de pão, coroa ou figura de coroa, figura da volta de Jesus, os Dez Mandamentos, folha de papel roxa e folha amarela (podem ser de outras cores); revisando: perguntas para revisão em papeizinhos ou as figuras usadas para contar a lição; aplicando: papel, lápis de cor; contando aos outros: cópias da atividade Falando com Deus (pág. abaixo) para cada criança, tesouras, lápis de cor.



4. MEMORIZANDO (até 10 minutos):
Fazer um “quartinho” na sala usando uma caixa de papelão grande, com uma porta recortada ou cobrindo três cadeiras com um lençol de modo a formar uma tenda (neste caso, deixar que o lençol cubra a entrada, formando uma porta). Ler o verso no Bíblia, na mesma versão em que será memorizada e dizer: Na época de Jesus muitas pessoas faziam longas orações na frente de outras pessoas para que todos pensassem que elas eram muito religiosas. Jesus ensinou a seus discípulos que o importante não é que as pessoas nos vejam orando, mas que Deus nos veja. Orar com os outros é bom, mas não é suficiente. É necessário que haja um momento especial entre Deus e nós. Podemos contar a Deus tudo o que precisamos. Mesmo que ninguém saiba que estamos orando. Deus, que vê que estamos orando e conhece nossas necessidades, nos recompensa da melhor maneira. É isto que o nosso verso para memorizar de hoje quer dizer. Recitar o verso três vezes com as crianças. Depois, pedir a cada uma delas que entre no “quarto” e feche a porta enquanto as outras repetem o verso. Quando ela sair deverá dizer a referência. Repetir a seqüência com as outras crianças até que o verso tenha sido memorizado.
AO ORARMOS, FALAMOS COM DEUS E ELE NOS RESPONDE.
5. CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos): Dizer: Vou fazer alguns gestos agora para vocês adivinharem o que estou querendo dizer. Fazer os gestos dando tempo para que as crianças adivinhem: passar a mão sobre o estômago como quem está com fome; dobrar a mão com o polegar levantado e levá-la à boca mostrando que quer beber; mostrar expressão de medo; levantar os braços, espreguiçando, mostrando que quer dormir. Depois que elas adivinharem tudo, dizer: Quando você está com sede ou fome com quem você fala? Mãe ou pai. Quando está com medo ou com algum problema quem você chama? Mãe ou pai. Você gosta de conversar com seu pai ou mãe quando alguma coisa lhe deixou feliz ou triste? Quando você está cansando diz: “Mamãe, estou com sono”, e ela põe você na cama. Orar a Deus é como falar com o papai e a mamãe. Deus gosta que conversemos com Ele todos os dias. Vamos sempre nos lembrar que:
AO ORARMOS, FALAMOS COM DEUS E ELE NOS RESPONDE.
6. ESTUDO DA LIÇÃO (até 25 minutos, incluindo apresentação da lição, revisão, aplicação e contando aos outros):
A.    APRESENTANDO A LIÇÃO:
            Colocar no flanelógrafo, as figuras das mãos em oração à medida em que vai citando cada parte do Pai Nosso. À frente de cada mão, coloque a figura correspondente (se houver).
Certa manhã Jesus estava orando em voz alta a Seu Pai do Céu, quando os discípulos chegaram perto e ouviram Sua oração. Jesus estava falando a Seu Pai exatamente como você fala com a mamãe e o papai, e Sua face estava brilhando com a luz do céu. Os discípulos perceberam que orar tornava Jesus feliz e forte para o Seu trabalho. Eles também queriam ficar tão fortes e felizes como Jesus. Assim, quando Jesus terminou Sua oração, eles disseram: “Senhor, ensina-nos a orar.” Você sabe que oração Jesus ensinou aos seus discípulos? Jesus ensinou a oração do “Pai Nosso”. Quem sabe fazer essa oração? Você entende o que essa oração quer dizer, o que significa para você? Então vamos aprendê-la por partes. Colocar a primeira mão no flanelógrafo.
“Pai nosso que estás no Céu,” Mostrar figuras de crianças de diversas raças e nacionalidades. Quer dizer que somos filhos de Deus e que temos dois pais. Um que podemos ver, o nosso pai aqui da terra, e outro que não podemos ver. Assim, se Deus é nosso Pai, todas as pessoas e meninos e meninas no mundo são nossos irmãos e irmãs. Todos fazemos parte da família de Deus. Por isso quando dizemos “Pai nosso” devemos lembrar de obedecer a nossos pais e de tratar com bondade a todas as pessoas, meninos e meninas. Vamos fazer isso agora mesmo? Fazer um círculo com as crianças de mãos dadas, balançar os braços e dizer juntos, várias vezes: “Deus é nosso Pai. Somos todos irmãos!” Mandar que as crianças se sentem outra vez. Colocar a segunda mão no flanelógrafo.
“Santificado seja o Teu nome”, Você sabe como podemos santificar o nome de Deus? Podemos santificá-lo quando temos reverência. Quando oramos devemos ajoelhar-nos, fechar nossos olhos e cruzar nossas mãos. Fechar os olhos com as crianças e cruzar as mãos. Então reverentemente dizemos nossa oração. Também quando oramos “santificado seja o Teu nome”, estamos pedindo a Deus para nos ajudar a sermos santos como Ele é. Nós não santificamos o nome de Deus se batemos em nosso irmão menor ou se gritamos com nosso coleguinha. Colocar a terceira mão no flanelógrafo.
“Venha o teu reino” Quando falamos “venha o Teu reino”, estamos dizendo que esperamos a volta de Jesus nas nuvens do Céu. Mostrar figuras da volta de Jesus. Devemos então falar de Jesus aos nossos amigos e vizinhos, para que Jesus venha logo. Quando distribuímos folhetos ou falamos de Jesus estamos colaborando para que Jesus volte mais depressa. Colocar a quarta mão no flanelógrafo.
“Seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus”. Estas palavras querem dizer que devemos fazer a vontade de Deus e não a nossa. Assim, quando a mamãe diz: “Guarde os seus brinquedos”, devemos dizer: “Sim, mamãe”. Pois Deus quer que obedeçamos a nossos pais. E você sabe onde Deus escreveu sua vontade? Nos Dez Mandamentos. Mostrar figura dos Dez mandamentos. Jesus quer que nos lembremos dos Dez Mandamentos quando oramos, quando brincamos e quando trabalhamos. Assim estaremos fazendo a vontade de Deus e não a nossa. Colocar a quinta mão no flanelógrafo.
 “O pão nosso de cada dia nos dai hoje.” Quer dizer que estamos pedindo a Deus, alimento, água, casa, roupa, cama quentinha e tudo de que necessitamos. Mostrar pão ou figura de pão. Mas Deus não quer que sejamos egoístas, Ele quer que dividamos os alimentos e roupas com os aqueles que têm menos que nós. Assim, todos seremos mais felizes.
Quando oramos por pão não estamos pedindo só alimento, mas também o Pão do Céu. Você sabe o que é o Pão do Céu? Na Bíblia, no livro de João 6:51 está escrito assim: “Eu sou  o Pão vivo que desceu do Céu; se alguém comer deste Pão, viverá para sempre.” . Jesus é o Pão vivo que desceu do Céu. Sabe de que maneira comemos o Pão do Céu? Lendo a Bíblia. Mostrar a Bíblia. As palavras da Bíblia vêm de Jesus. Então quando estudamos nossa lição bíblica e aprendemos versículos, estamos comendo o Pão do Céu, o Pão da vida. Colocar a sexta mão no flanelógrafo..
“Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos nossos devedores.” Com estas palavras Jesus nos ensinou algo muito importante. Vou dar a vocês dois papéis. O amarelo representa as coisas más que alguém fez para nós. O roxo, as coisas erradas que nós fizemos. Tudo isso, na verdade é como o lixo. Temos que nos livrar dessa sujeira toda. E o único jeito de nos livrarmos da sujeira das mágoas é perdoando quem nos magoou. Imaginem que esse papel amarelo é a coisa ruim que fizeram para nós. Agora amassem as folhas amarelas e venham jogá-las no lixo. Dar tempo para que as crianças façam isso. Pronto. Já perdoamos aqueles que nos magoaram. Agora podemos receber o perdão que precisamos. Tragam as folhas roxas para mim. Pegar as folhas roxas, amassá-las e jogá-las no lixo.  Jesus quis dizer que só vai jogar fora a sujeira do nosso coração e nos perdoar, se também jogarmos fora as coisas erradas que fizeram contra nós. Colocar a sexta mão no flanelógrafo.
 “Não nos deixes entrar em tentação, e nos livra do mal.” Estamos pedindo a Deus que nos ajude a ser fortes para resistir a Satanás, por meio do poderoso nome de Jesus. Satanás nos tentará a fazer coisas erradas. Mostrar figuras ou objetos de coisas que podem ser tentações (cds de músicas profanas, alimentos impróprios, vícios, roupas mundanas, jogos e filmes indevidos). Deus nos dá  poder para vencer a tentação. Eu vou agora bater aqui. E vocês vão dizer o que dirão quando a tentação bater em seus corações. Bater na cadeira, porta ou mesa. As crianças devem dizer “não”, “não”, “não”, agitando o dedo indicador ou a cabeça. Dizer: Isso mesmo. Quem ora e pede força para resistir à tentação recebe poder para isso. Colocar a sétima mão no flanelógrafo.
“Porque teu é o reino, o poder e a glória para sempre”. Mostrar uma coroa ou figura de coroa. Nosso Deus é poderoso, ele controla tudo. Só ele tem poder para ajudar-nos a cada dia. E fará isso! Por isso podemos orar e falar com Ele. Com a oração podemos ser fortes para vencer assim como Jesus.                 
B.     REVISANDO:
Colocar dentro do “quartinho” um recipiente contendo papeizinhos com as perguntas. Pedir para que as crianças entrem uma a uma, e peguem as perguntas, respondendo-as em seguida. VARIAÇÃO: Ao invés de papeizinhos com perguntas, usar as figuras e/ou os objetos usados na apresentação da história. Deixar que a criança entre no “quartinho”, pegue uma figura e explique o que aquilo representa dentro da oração do Pai Nosso.
APLICANDO: Dizer: Jesus conseguia ser feliz e forte porque falava muito com Deus através da oração. Nós também podemos ser fortes e felizes se orarmos sempre.  Podemos usar a oração do Pai Nosso, se pensarmos direitinho no que estamos dizendo. Ou fazer a nossa própria oração.
OPÇÃO A: Agora, vou dizer algumas situações e vocês vão dizer que parte da oração que Jesus ensinou nós usaremos.
Há uma menina diferente na escola. Vou convidá-la para brincar comigo porque ela é filha de Deus e, por isso, minha irmã também. “Pai nosso”.
Procuro fazer as coisas certas e quando vou à Igreja, fico bem reverente. “Santificado seja o Teu nome.”
Obedeço ao papai e à mamãe e procuro obedecer todos os mandamentos. “Seja feita a Tua vontade.”
Divido os alimentos com quem não tem e procuro estudar a lição e a Bíblia. “O pão nosso de cada dia nos dai hoje.
Perdôo as pessoas que me maltrataram e peço perdão pelos meus pecados. “Perdoa nossas dívidas, assim como perdoamos os nossos devedores.”
Um colega me chama para pegar umas frutas na feira sem pagar. Eu oro e digo não. “Não nos deixe cair em tentação.”
Há uma tempestade com trovões e relâmpagos, mas eu não tenho medo porque Deus tem poder para me proteger. “Por que Teu é o reino, o poder e a glória para sempre.”
OPÇÃO B:
Cada criança poderá escrever ou desenhar (com a ajuda da professora) o seu pedido de oração da semana. Orar pelos pedidos de oração. Ou fazer uma amigo secreto de oração, para a semana. No sábado seguinte fazer a revelação do amigo secreto, e cada um ganha uma pequena lembrancinha.
AO ORARMOS, FALAMOS COM DEUS E ELE NOS RESPONDE.
C.     CONTANDO AOS OUTROS:
            Dar uma cópia da atividade Falando com Deus para que cada criança pinte e recorte. Se as crianças forem muito pequenas ou não houver tempo suficiente, entregar tudo semipronto, deixando que elas apenas pintem o desenho. Enquanto trabalham, dizer: Nós podemos descansar tranqüilos depois de conversarmos com Deus, contando nossas tristezas e pedindo perdão pelos nossos pecados. Durante esta semana, mostre esta figura para alguém e conte sobre o que aprendeu hoje, ensinando-a a orar.
AO ORARMOS, FALAMOS COM DEUS E ELE NOS RESPONDE.

7. ENCERRAMENTO (até 5 minutos):
8. ENSAIO PARA A PRÓXIMA APRESENTAÇÃO NA IGREJA (até 10 minutos).

COMO PREPARAR OS VISUAIS:
LIÇÃO:
  1. Fazer 7 (sete) cópias da mão em oração  (ou as figuras coloridas) abaixo.
  2. Recortar, pintar e colar entretela no verso.
  3. Escrever na faixa, embaixo da mão, cada parte da oração do “Pai Nosso”.

Sugestão: Se você tiver acesso a uma boa impressora, imprima os desenhos das mãos diretamente na entretela. É só configurar a impressora para um papel mais grosso. Se imprimir em preto e branco, depois pinte as figuras com giz de cera.

Algumas frases do Pai Nosso estão repetidas, mas com figuras diferentes, para você escolher a que mais gostar.















































Nenhum comentário:

Que bom que você veio!

Volte Sempre!