quinta-feira, outubro 22, 2009

Lição 4 - Tesouros Infantis - Volume 2, Número 4

Lição 4: DOIS CONSTRUTORES DE CASAS

Ao final da lição a criança deverá:
SABER que Jesus é a rocha e que ela tem algo a construir: o seu caráter;
SENTIR que depende de Jesus para construir seu caráter;
RESPONDER pedindo a Jesus que a ajude a ser bondosa e não tentando fazer isso sozinha.
VERSO PARA MEMORIZAR: . “O Senhor é a minha rocha.” Salmo 18:2.
LEITURA AUXILIAR: Mateus 7:24-27; Lucas 6:46-49; Reflexões Sobre o Sermão da Montanha, págs 165-171.

RECURSOS NECESSÁRIOS (veja como prepará-los no final do artigo): memorizando: OpçãoA: pedra grande ou pequena; Opção B: papel pedra, mesinha, bolas de papel amassado; conquistando a atenção: pedra(s), um pouco de areia, jarra ou garrafa com água, bacia para aparar a água; lição: casinha de caixa de sapato, caixa maior forrada com papel pedra, tecido, martelo, prego, serrote (de preferência de brinquedo ou de papel) papel picado ou sobra de perfurador de papel, nuvem de cartolina; revisando: caixas de fósforo ou leite encapadas com papel pedra e numeradas; aplicando:os mesmos “tijolinhos” de revisando; contando aos outros: folhas de papel sulfite, tesouras.

MEMORIZANDO (até 10 minutos): Ler o verso na Bíblia, na mesma versão que vai ensinar. Dizer: Rocha e pedra são a mesma coisa. A pedra é forte e resistente. Se alguém se esconder atrás de uma rocha ficará protegido. Se construir em cima de uma pedra grande, a casa ficará firme. Jesus é forte como uma grande pedra. Quando vocês estiverem em dificuldades digam: “O Senhor é a minha rocha.” Com Ele estamos protegidos.

Opção A: Uma maneira muito simples e divertida de ensinar este verso é, havendo possibilidade, de colocar uma pedra na sala, suficientemente grande para que a criança possa subir nela (pelo menos do tamanho de um paralelepípedo). A criança deve subir na pedra e dizer o verso. Depois, toda a classe recita a referência. Se não houver possibilidade de subir na pedra, pode-se levar uma pedra menor para que as crianças peguem e sintam sua textura. Deixar que elas tentem quebrar a pedra apertando-a com força (tomar muito cuidado para não haver acidentes). Se preferir, mostrar fotos de montanhas de pedra (tipo o “Pão de Açúcar”, no Rio de Janeiro) ou casas construídas sobre pedras. Como exercício de memorização a criança deve pegar a pedra ou a gravura, dizer o verso e passar para a próxima criança. Continuando o processo até que todas tenham recitado o verso. Ao final, repetir todos juntos.

Opção B: Com antecedência, encapar o tampo de uma mesinha com papel pedra. Deitar a mesinha de lado. Deixar que uma criança se esconda atrás dela. Outra criança deve atirar uma bola de papel contra a mesa. Depois, a criança que está escondida deve sair e dizer: “O Senhor é a minha rocha.” Todos falam a referência. Continuar o processo com outras crianças até que o verso tenha sido memorizado. Esta atividade sugere que a rocha é forte e protege.

CONQUISTANDO A ATENÇÃO (até 10 minutos):
Pedir para um adulto auxiliar nesta atividade. Colocar uma bacia sobre a mesa. Pegar um pouco de areia na mão ou pedir para que uma criança pegue. Perguntar: O que tenho na mão? Vamos jogar um pouco de água para ver o que acontece. Abrir a mão cheia de areia e pedir para que o adulto auxiliar jogue água em cima de sua mão. O que aconteceu? A areia foi junto com a água. Eu não consegui segurar a areia. Pegar as pedras e perguntar: E agora? O que tenho em minhas mãos? Pedra ou rocha.  Vamos jogar água em cima da rocha para ver o que acontece. Abrir a mão cheia de pedras (pode ser apenas uma, grande) e pedir para que o adulto auxiliar jogue água em cima de sua mão. A rocha escorreu junto com a água? Desmanchou? Só molhou não é mesmo? As rochas continuam todas aqui, nem se mexeram. A história que vamos ouvir hoje, fala de areia e pedras.

APRESENTANDO A LIÇÃO:
Com antecedência preparar o cenário e a casinha. Abrir a Bíblia no local da história e dizer: A história de hoje está escrita na Bíblia no livro de Mateus capítulo 7 e versos 24 a 26. Certo dia Jesus estava pregando para a multidão e contou a seguinte história:
      Dois homens queriam construir suas casas. Eles então pegaram suas ferramentas, o martelo, o prego, o serrote, etc. Mostrar as ferramentas. E foram procurar um lugar para construir. O primeiro homem era muito sábio, inteligente, e quis achar um lugar seguro para construir. Andou, andou, subiu um morro e encontrou um lugar  onde  havia uma grande rocha. Colocar a caixa encapada com papel pedra com a abertura para baixo. Apesar de ser tão longe e ter que andar muito para chegar lá, ele gostou do terreno. Pegou então suas ferramentas e começou o seu trabalho. Serra, serra, bate, bate. Fazer os movimentos com as crianças usando as ferramentas de brinquedo ou apenas imitando.  Ele trabalhava muito, pois o lugar que escolheu era difícil: tinha que quebrar a rocha, e a rocha é muito dura. Ele ficou muito cansado e suas mãos ficaram doloridas. Mas ele não desistiu porque sabia que ali era um lugar seguro e continuou o seu trabalho. Serra, serra, bate, bate. Fazer os movimentos com as crianças.  Até que um dia ele terminou. Colocar a casinha em cima da caixa, fixando-a na fita adesiva. Então ele entrou dentro da sua casa e foi descansar. Algum tempo depois veio uma grande tempestade e a chuva caiu forte. Colocar a nuvem em cima  ou jogar papel picado ou sobra de perfuradores para imitar a chuva. E vento soprou. Pedir para as crianças assoprarem e balançar o cenário. Apesar de tudo, a casa do homem continuou firme e suportou toda a tempestade, pois a casa fora construída sobre a rocha.
O segundo homem também foi procurar um lugar para construir sua casa. Mas ele era muito tolo, sem juízo. E encontrou um lugar com a terra fofinha, boa para cavar. Como ele não queria ter muito trabalho, resolveu construir ali mesmo. Pegou então suas ferramentas e começou o trabalho. Mostrar novamente as ferramentas. Serra, serra, bate, bate. Fazer os movimentos com as crianças. Trocar o cenário, virando a caixa com a abertura para cima. e estendendo o pano bem esticadinho sobre ela. Prender uma extremidade do pano sob um dos lados da caixa. Segurar a outra extremidade com uma das mãos.  Não demorou muito e sua casa já estava pronta e ele quase não teve trabalho. Colocar a caixa sobre o pano esticado.  Ele então entrou dentro da casa e foi descansar. Não demorou muito tempo, veio uma tempestade. A chuva caiu e o vento soprou forte. Jogar papel picado e pedir que as crianças soprem. O rio se encheu de água e começou subir. Logo a água do rio alcançou a casa. Ela começou a tremer, não resistiu e desmoronou. Soltar o pano, para que afunde na caixa com a casa. A casa não agüentou a tempestade porque estava construída sobre a areia e a areia não é firme como a rocha. Por causa de sua tolice e preguiça, aquele homem perdeu tudo o que tinha.
Jesus disse que quem escuta a Palavra de Deus e obedece é tão sábio e inteligente como aquele homem que construiu a casa sobre a rocha. Mas quem ouve e não obedece é muito tolo, sem juízo, igual ao homem que construiu sobre a areia.

REVISANDO: Encapar caixas de fósforo ou de leite com papel pardo ou na cor de tijolos. Numerá-los e deixar que as crianças escolham seus tijolos e depois respondam as perguntas correspondentes aos tijolos. À medida que forem acertando elas devem trazer os tijolos para construir uma parede. Quem errar deve escolher um “remidor” para ter direito de colocar seu tijolo na construção.

APLICANDO: Usar os tijolinhos de revisando. Ao citar as situações abaixo, procurar usar nomes diferentes dos das crianças de sua sala.
Jesus explicou que também estamos construindo alguma coisa. Só que não é uma casa, é um caráter. O material para a construção de nosso caráter são nossos pensamentos, nossas palavras e ações. A Rocha é Jesus.  Se amarmos a Jesus, falaremos boas palavras e faremos coisas boas: isto é construir sobre a Rocha. Agora, se não amamos a Jesus e não obedecemos ou queremos ser bons sem a ajuda de Jesus, estamos construindo sobre a areia. Lembrem-se de que Ele disse que quem escuta a Palavra de Deus e obedece é sábio, inteligente. Quem escuta e não obedece é tolo, sem juízo.
Vou falar algumas coisas. Vocês vão me dizer se o que falei é bom ou mau. Se o que eu falar for uma coisa boa, sábia vamos colocar o tijolo sobre a rocha (a rocha pode ser a mesa). Se o que eu falar for uma coisa ruim, tola, vamos colocar o tijolo sobre a areia. Vamos ver o que acontece com a construção.
Jesus disse que devemos ser obedientes a nossos pais. Mamãe mandou Filipe ir para o banho e ele obedeceu rapidamente. Ele obedeceu à palavra de Jesus? Sim. Ele foi sábio ou tolo? Ele foi sábio. Vamos colocar o tijolo sobre a rocha. Colocar o tijolinho sobre a “rocha” (mesa ou caixa).
Jesus disse que não devemos pegar as coisas dos outros. Márcia encontrou o lápis que sua amiga havia perdido e não o devolveu. Ela obedeceu à palavra de Jesus? Não. Ela foi tola. Onde devemos colocar o tijolinho? Isso mesmo? Sobre a areia. Colocar o tijolinho sobre o tecido esticado (pedir que um auxiliar segure o tecido até o momento de soltá-lo).
Continuar assim até fazer uma pequena parede. Se necessário, colocar um pouco de cola entre cada tijolo,na parede construída sobre a rocha,  para garantir que ela não se desprenda...


Sugestões de situações:
A Palavra de Deus diz que devemos dividir o que temos com os que têm menos que nós. Na hora do recreio, Pedro percebeu que seu amigo Marcos não tinha lanche. Então Ele dividiu seu sanduíche com o amigo. Ele obedeceu à Palavra de Deus? Sim. Ele foi sábio ou tolo? Onde ele construiu? Sobre a rocha.
Jesus diz que devemos santificar o dia do sábado. Paulo brincou toda a tarde de sexta-feira e depois do pôr-do-sol seus brinquedos estavam espalhados pelo quarto. Ele obedeceu a Jesus? Não. Ele foi sábio ou tolo? Tolo. Onde ele construiu? Sobre a areia.
Jesus diz que não podemos fazer nada de bom sem a ajuda dEle. Mariana acha que é muito bondosa e que não precisa orar ou ler a Bíblia. Ela pensa que não precisa da ajuda de Jesus. Ela é sábia ou tola? Onde ela está construindo? Sobre a areia.
 Jesus diz que devemos amar nossos inimigos. Patrícia viu quando a menina que riu dela na classe caiu e espalhou seus livros pela calçada. Patrícia foi lá e ajudou-a a juntar os livros. Ela obedeceu a Jesus ou não? Sim. Ela foi sábia ou tola? Onde ela construiu? Sobre a rocha.
Em determinado momento, dizer: Se nós construirmos sobre a Rocha, obedecendo à Palavra de Deus, quando vier uma dificuldade ou uma tentação nós continuaremos firmes como esta parede que fizemos aqui. Apontar para a parede construída sobre a “rocha”. Se construirmos sobre a areia, desobedecendo às ordens de Deus, quando enfrentarmos um problema nós vamos desanimar e ficaremos como esta parede aqui. Deixar cair o tecido e derrubar os tijolinhos.
Acrescentar outras situações, se quiser. Finalizar, dizendo:
Sem Jesus, você não consegue ser bom. Então peça a Ele para Ser o Seu companheiro e assim você construirá sobre a Rocha.

CONTANDO AOS OUTROS: Dar para as crianças uma folha de papel sulfite, dividida em duas partes. Ensiná-las a recortar a casa (modelo abaixo) e contar a história. Na hora de contar que a casa sobre a areia cedeu e foi destruída, a criança deve amassá-la. Dizer: Vocês devem encontrar alguém para contar essa história. Não se esqueçam de explicar que ser sábio é ser obediente à Palavra de Deus e ser tolo é ser desobediente à Palavra de Deus.



COMO PREPARAR OS VISUAIS:
Lição:
maquete:
Encapar uma caixa (de papelão ou madeira) com papel pedra. Colocar uma boa quantidade de fita adesiva dupla face no local onde será colocada a casa do homem sábio, de  maneira que, ao colocar a casa, ela fique bem fixada e não caia quando chegar a “tempestade”. Também pode-se usar velcro.

nuvem:
1. Desenhar uma nuvem em papel cartão cinza, preto ou azul escuro.
2. Desenhar pequenas gotas em papel laminado prata, colar em cartolina e recortar.
3. Colar fios de linha de pescar em diversos comprimentos  na nuvem.
Colar as gotas na ponta dos fios.

casa:
1. Usar uma caixa de sapato de tamanho proporcional ao tamanho da caixa que será usada para contar a história.
2. Encapar com papel liso e desenhar as portas e janelas. Como é uma casa oriental, o telhado pode ser a própria tampa da caixa de sapato.
Se quiser sofisticar, faça o desenho de uma casa em E.V.A. e cole as partes com cola quente.

Contando aos Outros:
1. Dobrar uma folha de sulfite ao meio e desenhar o contorno de uma casa.
2. Recortar no contorno e abrir para aparecer a casa inteira.

















Nenhum comentário:

Que bom que você veio!

Volte Sempre!