sexta-feira, outubro 14, 2005

Um Guia Para os Professores

Paráfrase de 1 Coríntios 13: Um Guia para os professores

Ainda que eu ensinasse de maneira a agradar minha superintendente, mas não tivesse amor pelas crianças, eu não seria melhor que uma buzina ou um alto-falante.
E ainda que eu fosse versado na ciência do ensino e tivesse certificados de cursos de professor, mas não amasse minhas crianças, todos os meus certificados não teriam valor algum.
E ainda que eu tivesse estudado psicologia infantil e soubesse tudo sobre autoconceito, desenvolvimento espiritual e teorias do aprendizado, contudo, se não amasse ativamente minhas crianças, isto teria muito pouco proveito.
E ainda que eu conhecesse a Bíblia de capa a capa e tivesse muito material ilustrativo e se tivesse maneiras muito boas de contar histórias, se não tiver amor em meu coração, não alcanço absolutamente nada.
Como professor, o maor me leva a ter infinita paciência; o amor procura, por todos os caminhos, durante a Escola Sabatina ou no tempo que me pertence, ajudar uma criança com problemas.
O amor não tenta manipular as crianças – não as diminui ou tenta transformá-las em fã-clube, que farão de seu professor um ídolo.
O amor não insiste em que cada criança aprenda o mesmo número de versos bíblicos ou que dê as mesmas respostas a cada pergunta, mas aceita os talentos e diferenças individuais.
O amor tem boas maneiras e respeita até mesmo uma ciraça como sendo uma pessoa integral aos olhos de Deus e do homem.
O amor não é irritadiço ou temperamental e não descarrega as frustrações do lar nas crianças em classe.

4 comentários:

userisavailoomic disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Joe Muka disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
therichjerk101 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Shopper disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Que bom que você veio!

Volte Sempre!