sexta-feira, março 30, 2012

Tesouros Infantis - 2º Trimestre de 2012 - Lição 1

A Escolhida de Deus
 Ao final da lição a criança deverá:
SABER que a cortesia e a bondade agradam a Deus;
SENTIR desejo de ser cortês e bondosa;
RESPONDER tratando as pessoas com cortesia e bondade.

VERSO PARA MEMORIZAR: Fala com sabedoria e delicadeza.” Provérbios 31: 6.
Verso opcional: “Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede o de rubis.” Pv. 31:10

RECURSOS NECESSÁRIOS: Conquistando a Atenção: uma pedra vermelha; Lição: escolher entre os visuais sugeridos abaixo; Memorizando: Verso opcional: cópias ampliadas e pintadas de vermelho das mesmas figuras das jóias sugeridas para Lembrancinha; Revisando: várias pedras, pedra vermelha, porta-jóias ou caixinha; Aplicando: várias pedras, pedra vermelha; VARIAÇÃO: TNT marrom ou preto, mesa(s), pedras, pedra vermelha, lanterna; Contando aos Outros: cópias da figura abaixo, lápis de cor; Lembrancinha - Sugestão A: caixinha ou porta-jóias pequeno, pedra vermelha; Sugestão B: cartão.




COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS

Lição: Escolher o cenário e os personagens entre as opções abaixo:
A - Maquete: de um lado coloca-se uma pequena tenda (pegue a figura aqui) e do outro uma pequena cidade com um poço ao lado. Entre as duas, colocar uma caminho, que pode ser uma tira de papel ou tecido.
 A base da maquete pode ser uma caixa de areia ou uma placa de isopor. Fazer bonecos (ver sugestões  aqui) em tamanho proporcional ao da maquete.
Fazer os camelos usando as figuras abaixo. Copiá-los em cartolina e montar conforme instruções na própria página.




B - Flanelógrafo: confeccionar os personagens e o cenário em feltro, EVA ou papel (colando areia, lixa ou feltro na parte de trás das figuras). O cenário pode ser uma tenda, uma cidade e um caminho entre elas (como na figura abaixo).


C - Crianças: colocar faixas na cabeça delas, montar uma pequena tenda em um canto da sala e uma pequena cidade do outro lado (colocar uma plaquinha com o nome “Harã”). Encapar uma caixa de sapatos para parecer um baú, ou usar uma caixinha bem bonita. Dentro, colocar objetos “preciosos” (moedas de papel cartão dourado, colares de contas douradas, frascos de perfumes). Pode-se usar também um porta-jóias.

Poço:  Fazer um círculo pequeno com tijolos ou caixas de leite encapadas com papel pedra (as caixas de leite precisam ser coladas). Forrar o fundo do poço com papel ou tecido para não bater o “balde” no chão.
Fazer um balde com uma latinha de conservas vazia ou vasilha de plástico (se não tiver um vaso de barro). Prendê-lo a uma corda e usá-lo quando Rebeca for tirar água para os camelos. Se quiser algo mais real, ter um balde limpo cheio de água, dentro do poço e realmente tirar água com o “baldinho” feito com a latinha. Ter um recipiente para derramar a água retirada do poço (. Se a água for potável, pode-se servi-la para as crianças.)

Revisando: Encapar algumas pedrinhas em pedaços numerados de papel. Entre elas, embrulhar uma pedra de acrílico vermelha (encontrada em floriculturas) ou uma bolinha de papel crepon vermelha. Colocar tudo dentro de um porta-jóias ou no baú usado para contar a história.


 Aplicando: Antes da aula esconder várias pedrinhas pela sala. Em um lugar mais difícil, esconder uma pedra vermelha (se for de acrílico melhor). VARIAÇÃO: Fazer uma “caverna”: Usar uma mesa comprida (ou juntar duas mesas). Usar tachinhas para forrar a mesa toda por baixo usando TNT marrom ou preto por baixo da mesa(s). Cobrir a(s) mesa(s) por fora com mais TNT, cobrindo também a entrada e a saída para que fique bem escuro dentro da caverna. Colar as pedrinhas com fita crepe em lugares variados da “caverna”.

Lembrancinha (sugestões):
A. Porta-joias: Escolher um dos moldes abaixo para fazer uma caixinha em cartolina para cada criança. Escrever o verso para memorizar em um dos lados da tampa (poder ser também o verso de Provérbios 31:6). Cortar um pedacinho de cetim ou outro tecido para colocar dentro da caixinha, como suporte para o “rubi” (pedra vermelha de acrílico).






B. Cartões: Imprimir cartões com o verso de Provérbios 31:6. Deixar que as crianças pintem a figura da pedra dos cartões de vermelho.







CONQUISTANDO A ATENÇÃO: [Mostrar a pedra vermelha ou a figura do rubi e dizer:] Um rubi é uma pedra vermelha como essa aqui. As pessoas ficam encantadas com a beleza dessa pedra. Além de bonita, ela não é fácil de ser encontrada. As pessoas procuram os rubis dentro de cavernas ou cavam buracos bem fundos e têm muito trabalho para conseguir um rubi. Quando alguém encontra um rubi fica realmente muito feliz.  Em nossa história de hoje vamos falar de um homem que teve que procurar uma pessoa tão especial como um rubi. Prestem atenção!

 APRESENTANDO A LIÇÃO: [Usar o visual escolhido, movimentando os personagens conforme o desenrolar da história. Dizer:]
Muito tempo se passou depois que Abraão e Isaque foram ao Monte Moriá. Isaque cresceu e tornou-se um homem. [Mostrar o personagem Isaque.] Cada vez que ele olhava para as estrelas no céu, lembrava-se da promessa de Deus de que ele teria tantos netos, bisnetos e tataranetos que não daria nem para contar. Mas, para isso acontecer ele precisava se casar. Onde ele morava havia muitas moças bonitas. Mas elas não amavam a Deus. Elas adoravam ídolos e tinham muitos maus costumes.  Elas não serviam para serem esposas de Isaque. Tinha que ser uma moça bondosa e temente a Deus.
Então Abraão pediu a um empregado de confiança, chamado Eliezer [mostrar o personagem Eliezer], para ir até a cidade de Harã, onde morava a família de Abraão, buscar uma noiva para Isaque. Abraão também explicou que ela devia ser trabalhadora, bonita, inteligente, prestativa, meiga, alegre e, principalmente, que adorasse ao Deus verdadeiro. Eliezer ficou preocupado. [Fazer expressão de preocupação.] Encontrar uma moça do jeito que Abraão falou ia ser muito difícil. E se Isaque não gostasse da moça que ele trouxesse?  Mas Abraão o acalmou dizendo que Deus enviaria um anjo celestial para ajudá-lo.
A viagem era muito longa e Eliezer preparou dez camelos com a bagagem e com presentes para a noiva. [Mostrar os camelos e a bagagem.]. Depois que Eliezer saiu de viagem, Abraão e Isaque ficaram orando para que tudo desse certo. Ele viajou, viajou, viajou. [Movimentar os camelos em direção a Harã.] Quando chegou na cidade de Harã, onde morava o irmão de Abraão,  parou perto de um poço e viu que muitas jovens estavam vindo tirar água do poço. [Colocar Eliezer e os camelos perto do poço.] Como saber qual delas era a moça certa? Só Deus poderia saber. Então, Eliezer orou ao Senhor, dizendo: "SENHOR, Deus, concede que a jovem a quem eu disser: ‘Por favor, incline o seu jarro e dê-me de beber’, e ela me responder: ‘Bebe; também darei água aos teus camelos’, seja essa a que escolheste para teu servo Isaque. Saberei assim que foste bondoso com o meu senhor”.
Ele ainda não tinha terminado de orar quando as moças chegaram. Eliezer aproximou-se de uma delas, muito bonita, e pediu-lhe água para beber. [Mostrar a personagem de Rebeca.] Ela o serviu gentilmente e disse que daria água também para os camelos dele. Exatamente como Eliezer havia pedido! Imaginem a felicidade dele! Rebeca teve um trabalhão para dar água aos animais, mas fez tudo com alegria. [Se estiver usando bonecos ou crianças, encher o cocho de água.]  Depois que ela terminou, ele lhe deu muitos presentes [abrir o bauzinho e entregar alguns presentes para Rebeca] e perguntou de que família ela era. Ela disse que se chamava Rebeca e era neta de Naor. Eliezer sabia que Naor era irmão de Abraão e ficou ainda mais impressionado. Em seguida perguntou se ele poderia se hospedar na casa dela e ela foi bastante hospitaleira oferecendo-lhe um quarto e alimento para os animais. Rebeca foi correndo para casa, contar as novidades [Afastar Rebeca] e, enquanto isso,  Eliezer se ajoelhou para agradecer a Deus por ter respondido sua oração tão rapidamente.
Em sua casa, Rebeca contou a todos o que havia acontecido e seu irmão, Labão, foi com ela até o poço para buscar o homem. Em casa prepararam um jantar especial para Eliezer, mas ele não quis comer antes de contar toda a sua história. Depois de ouvirem tudo, a família de Rebeca teve certeza que Deus estava mostrando Sua vontade a eles. Então, perguntaram o que ela pensava sobre deixar seus pais e irmãos para ir embora e casar-se com alguém que ela nem conhecia. Como Rebeca era   uma moça temente a Deus, aceitou fazer a vontade dEle, sem duvidar. Arrumou rapidinho as suas coisas, despediu-se da família e foi com Eliezer para Canaã. [Arrumar a “malinha” de Rebeca, colocá-la sobre um dos camelos e movimentá-los em direção à tenda de Abraão.]
 Certa tarde, Isaque saiu para orar. [Mostrar Isaque.] De longe ele viu que a caravana de Eliezer chegando. Rebeca também viu Isaque e foi correndo perguntar para Eliezer: “Quem é aquele homem vindo ao nosso encontro?” Ele respondeu que era Isaque. Rebeca cobriu o rosto com um véu, como era costume naquela época. Seu coração deve ter batido acelerado. [Fechar uma mãos e batê-la no peito, imitando o ritmo do coração.] Afinal, em alguns minutos ela encontraria seu esposo! Isaque também estava ansioso. Ele acabara de orar pedindo uma boa esposa. Agora ela estava ali! Enquanto caminhava ele imaginava como seria a moça. Seria ela bondosa e querida como sua mãe? Bonita e carinhosa? Prestativa como Sara?
[Aproximar Isaque da caravana.] Quando Isaque encontrou a caravana, Eliezer contou-lhe tudo o que acontecera e Isaque teve certeza de que aquela era a moça escolhida por Deus para ser sua esposa. Ele a cumprimentou e levou-a para a tenda que era da sua mãe. [Colocar os dois bonecos na tenda.] Ela tornou-se sua esposa. Isaque e Rebeca amaram-se um ao outro e foram felizes porque Jesus era seu melhor Amigo. [Colocar um coração vermelho na tenda.].

REVISANDO: [Cantar a música “É Feliz o Lar” enquanto a caixinha passa de criança em criança. Interromper a música repentinamente e quem estiver com a caixinha deve pegar uma pedra e responder à pergunta correspondente. Se acertar, deve ganhar um pequeno adesivo ou outra lembrancinha simples. Continuar até acabarem as perguntas. Depois, dar um adesivo a mais para a criança que tiver pego a pedra vermelha, o “rubi.]
Sugestões de perguntas: 

Por que as moças de Canaã não serviam para serem esposas de Isaque? Elas eram mundanas e adoravam ídolos.
Com que tipo de moça Isaque precisava se casar? Bondosa e temente a Deus.
O que a Bíblia diz sobre o casamento de jovens crentes com mundanos? A Bíblia proíbe o casamento entre crentes e mundanos. “Andarão dois juntos se não estiverem de acordo?” Amós 3:3.
Quem Abraão enviou à procura de uma esposa para Isaque? Eliezer.
Quem mais foi com Eliezer procurar uma esposa para Isaque? Os anjos.
O que Eliezer levou em sua viagem? Muitos presentes. 
Qual sinal Eliezer pediu a Deus junto ao poço? Que a moça certa para casar com Isaque lhe desse água e também se oferecesse para tirar água para todos os camelos.
Quanto tempo Deus esperou para responder a oração de Eliezer?  Ele respondeu na mesma hora.
O que Rebeca disse quando Eliezer pediu-lhe água? Que daria água também aos seus camelos.
Por que Rebeca era a noiva ideal para Isaque? Porque era prestativa e educada, além de bondosa e temente a Deus.
O que Eliezer fez depois que encontrou a noiva ideal para Isaque? Agradeceu a Deus.
Os pais de Rebeca deixaram que ela se casasse com Isaque ou não? Sim.
Por que Rebeca aceitou se casar com Isaque? Porque viu que essa era a vontade de Deus. 


MEMORIZANDO: [Dizer:] Rebeca respondeu a Eliezer com bondade e gentileza. Grande parte das pessoas não são muito sábias nas suas conversas. Às vezes falam muitas tolices e outras vezes são grosseiras. Muita gente gosta de fazer fofocas. Os meninos e as meninas de Jesus não são assim, mas usam a boquinha para falar coisas boas. Vejam o que a Bíblia diz sobre a mulher exemplar. Isso serve para os meninos também. [Ler o verso na Bíblia - Nova Versão na Linguagem de Hoje - e depois ensinar o verso usando os gestos descritos na lição:]
Fala com sabedoria - apontar para os seus lábios e cabeça;
E delicadeza - mãos sobre o coração;
Provérbios 31:26 - desabrochar uma flor e formar um livro.

Verso opcional: [Mostrar a pedra vermelha e dizer:] Essa pedra vermelha parece um rubi, que é uma pedra muito rara e valiosa. É muito difícil encontrar um rubi. Por isso, quem o encontra fica muito feliz. A Bíblia fala de algo que é mais precioso que os rubis e que também não é tão fácil de encontrar. Vamos ler? [Abrir a Bíblia  em Provérbios 31:10 e ler o verso em voz alta.] “Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede o de rubis.” Há uma outra versão que diz: “Uma esposa exemplar; feliz quem a encontrar! É mais valiosa que os rubis.” Uma pessoa exemplar realmente é uma raridade. Os meninos e meninas de Jesus são exemplares e se tornam muito preciosos. Vamos memorizar o verso? [Ler o verso no visual e repeti-lo com todos por três vezes. Esconder uma parte e recitar o verso inteiro. Esconder outra parte e recitar tudo de novo. Esconder a última parte e deixar que as crianças o repitam inteiro de memória.]

APLICANDO: [Com antecedência, esconder as “pedras preciosas” pela sala, deixando o “rubi” em um local mais difícil. Instruir as crianças para que procurem as pedras, explicando que há uma pedra que é mais valiosa que as outras.]
 Variação: [Com antecedência, esconder as “jóias” dentro da “caverna” (instruções em como preparar os recursos necessários). Pedir que as crianças façam uma fila e entrem na “caverna” com uma lanterna na mão para procurarem as pedras preciosas. Quando encontrarem uma pedra, devem pegá-la e sair da caverna. Não podem pegar mais de uma. Depois que encontrarem todas as jóias, entregar um adesivo pequeno para quem encontrou as “jóias” e dois adesivos (ou outro brinde) para quem encontrou o “rubi”. Pedir que todas as crianças se sentem. Perguntar se acharam que foi fácil ou difícil e como se sentiram ao encontrar suas “jóias”. Mostrar a pedra vermelha. Dizer:] Uma pessoa exemplar, tanto mulher como homem, é muito difícil de encontrar hoje em dia. Vou dizer algumas qualidades. Se o que eu falar uma qualidade rara de se ver e que torna a pessoa muito preciosa, vocês devem bater três palmas. Se for algo que tira o valor da pessoa, vocês devem baixar as mãos.  [Mencionar as qualidades abaixo (ou outras, se desejar), dando tempo para que as crianças reajam:]
Trabalha sem reclamar; oferece ajuda; é preguiçoso(a); reclama de ter que trabalhar; é educado(a); é grosseiro(a); diz nomes feios; não diz nomes feios; é briguento(a); desrespeita os pais; trata os pais com respeito; trata as pessoas com bondade.
[Dizer:] Se tivermos essas qualidades, as pessoas ficarão felizes com nossa amizade, assim como ficariam se encontrassem um rubi. Então, durante esta semana, vamos cultivar a bondade e a cortesia.

CONTANDO AOS OUTROS:  [Entregar as cópias das figuras para as crianças, deixando que  pintem o desenho e façam a atividade. Se for dar a lembrancinha, entregar a caixinha e deixar que a criança coloque o tecido e a pedra dentro. Lembrá-las de que devem usar a lembrancinha para contar a outros a história que aprenderam na igreja.]
  

2 comentários:

Anônimo disse...

Gosto muito da ver seu blog pq tenho uma idéia do que fazer.. tenho algumas fotos, mas não consigo postá-las. Como faço?!
Beijo grande,
Sára da Silva Santos - Itapemirim - ES

Sara Devai disse...

Oi, Sara!
E uma grande satisfacao que este blog seja util para você. Também terei imensa alegria de publicar as fotos dos seus trabalhos com o material do blog. Basta enviá-las para aspakids@hotmail.com
Ficarei aguardando as suas e as de quem mais me enviar.
Beijos,
Sara

Que bom que você veio!

Volte Sempre!