quinta-feira, fevereiro 21, 2013


Lição 9
O Chamado Divino

 OBJETIVO: Aprender a dar ouvidos à voz de Deus e cumprir fielmente suas ordens.
VERSO PARA MEMORIZAR: “Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei. Entra no gozo do teu Senhor.”Mateus 25:21.
RECURSOS NECESSÁRIOS: Lição: Opção A (cenário grande) - capa para Elias (pode ser uma toalha de banho), bandeja com pão e jarra de água, papel celofane vermelho, cenário de caverna, duas faixas de TNT azul, TNT laranja (para ser o carro de fogo); Opção B (maquete); Contando aos Outros: cópia da atividade abaixo em cartolina para cada criança.

COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS

Lição: Pode-se usar uma maquete ou um cenário grande. Para o cenário grande, será  preciso montar uma caverna, cobrindo uma mesa com TNT marrom. Para fazer o rio Jordão, cortar 3 metros de TNT azul em duas partes. No momento apropriado, colocá-las esticadas no chão, como se fossem uma única faixa. Para dividir o rio, puxar as faixas, afastando-as e criando um espaço entre elas. Para fechar o rio, empurrá-las para ficarem juntas outra vez.  Para a carruagem de fogo, pode-se apenas cortar uma faixa de TNT laranja ou pode-se desenhar a silhueta de uma carrugem com cavalo e pintada com toques de vermelho e amarelo.
Maquete: Seguir o modelo das figuras abaixo: 
(extraídas de http://blogtiale.blogspot.com.br/2011/05/fogo-do-ceu-elias.html) 












A carruagem e Elias são suspensos por fios de nylon e escondidos atrás das nuvens (que são estão presas por suportes, deixando um espaço entre elas e o fundo. 

Contando aos outros: Fazer uma cópia em cartolina da atividade abaixo para cada criança. IDEIA: Pode-se fazer uma carruagem em papel cartão branco (como a da maquete) para cada criança. Elas podem colar gliter ou papel dourado picado nela.

Fonte da figura:
bibliaeaciencia.blogspot.com.br/2011/01/desenhos-biblicos-para-colorir-elias.html#.USbMGR239h1






CONQUISTANDO A ATENÇÃO:
Opção A: [Com antecedência, deixar algumas coisas da sala fora do lugar. Agora, explicar que estava muito ocupado(a) e que precisa de alguém para ajudá-lo(a) a deixar a sala pronta e colocar o material no lugar certo . Perguntar quem gostaria de fazer isso. Depois de tudo pronto, agradecer a ajuda e dizer:] A história bíblica de hoje é sobre alguém que precisou de um ajudante.  Adaptado de “96 Atividades Para Ensinar a Criança a Praticar a Bíblia”, livro 2, pág. 50.

Opção B: Sussurrando. [Falar com as crianças por algum tempo apenas sussurrando. Talvez as crianças respondam cochichando também. Vai chegar um momento em que provavelmente alguém pergunte: “Por que estamos cochichando?” (Ou se as crianças não estiverem cochichando, perguntarão: “Por que você está cochichando?”) Se depois de vários minutos ninguém perguntar, o(a) professor(a) pode perguntar.] O que acontece quando alguém cochicha? [A tendência é responder cochichando também; é preciso prestar atenção; precisamos ficar quietos para poder ouvir.] Deus também nos sussurra ou cochicha. Como Deus fala a nós? [Através da natureza, da Bíblia, das circunstâncias, de nossos pensamentos, e de outras pessoas que O amam.] Na história bíblica de hoje Deus vai falar bem baixinho com uma pessoa. Vamos descobrir quem foi?
Adaptada de www.historiasbiblicas.advir.com/historiasbiblicassitearquivos/7- 10/pr_elias_ouve_a_voz_ds.htm

APRESENTANDO A LIÇÃO: [Recapitular rapidamente o final da lição anterior. Uma criança deve fazer o papel de Elias, outra será o anjo e outra Eliseu. As outras crianças serão os estudantes da escola dos profetas. Dizer:]

Depois da oração de Elias, o céu ficou escuro com nuvens e vento, e veio uma grande chuva. O rei acabe subiu em sua carruagem e foi para casa. Deus deu muita força para Elias e ele veio correndo na frente da carruagem de Acabe para guiá-la até a cidade. Quando chegou em Jezreel, Acabe foi para o palácio e Elias se deitou fora da cidade, embrulhado em sua capa. Ele estava feliz e pensou [fazer a voz de Elias]: “Agora o rei Acabe vai deixar de adorar aquela estátua nojenta e com, com certeza, ele não vai mais ouvir os conselhos de Jezabel.” Então, faminto, exausto e molhado, ele dormiu. [A criança que representa Elias deve se deitar embrulhada em sua capa.] Enquanto isso, Acabe contou a Jezabel tudo que havia acontecido no Monte Carmelo. Como vocês acham que ela se sentiu? [Dar tempo para respostas.] Ela ficou furiosa porque os profetas de Baal foram mortos. Então, mandou um mensageiro encontrar Elias com um recado. [Acordar Elias e dizer que Jezabel vai matá-lo no dia seguinte]. Elias se esqueceu que Deus o protegeria e fugiu, morrendo de medo. [“Elias” levanta-se e foge. Ele deve andar pela sala e, depois, sentar-se perto da “árvore”, com expressão de desânimo.] Depois de um dia inteiro caminhando no deserto, o profeta se sentou embaixo de um arbusto. Ele estava se sentindo muito sozinho e achou que tudo que havia feito não servia para nada. Ele ficou tão desanimado que pediu a Deus para morrer. Muito triste, acabou dormindo. [“Elias” deve fingir que está dormindo.] Mas Deus não havia esquecido de Seu servo. Um anjo preparou comida para ele e o acordou. [Colocar uma bandeja com um pouco de pão integral e uma jarra de água ao lado de “Elias”] Já pensaram? Ele comeu um pão feito por um anjo! Que privilégio! E acho que devia estar bem gostoso. Depois que ele comeu o pão e bebeu a água que o anjo lhe dera, Elias acabou dormindo de novo. [“Elias” deve fingir que está dormindo.] E o anjo o acordou novamente para comer. Elias comeu e, depois disso, caminhou quarenta dias até chegar ao monte Horebe, o mesmo monte onde Moisés recebeu as tábuas da Lei, escritas por Deus. [“Elias” deve se levantar e dar uma volta pela sala, chegando até a caverna.]

Elias ainda estava triste. Lá no monte, ele encontrou uma caverna. [Elias deve entrar na “caverna”, e fica espreitando para fora, como quem está com medo de ser descoberto.] Lá, Deus o procurou, perguntando o que ele estava fazendo ali. Elias se queixou [fazer uma voz queixosa]: “É que eu me esforcei muito pelo Senhor. O povo de Israel adora a outros deuses, matou os profetas do Senhor e eu fiquei sozinho. Além de tudo isso, agora estão me procurando para matar.” Então, para animar Seu profeta, o Senhor disse para ele sair da caverna. [Elias deve sair da caverna, ficar em pé e olhar à volta.] Então passou um grande vento perto dele, tão forte que despedaçava as pedras. Vamos imitar o vento? [Assoprar junto com as crianças, em direção a “Elias”, que deve se movimentar levemente, como se fosse empurrado pelo vento. Pode-se ligar um ventilador ou secador de cabelos em direção a ele também.] Mas o Senhor não estava no vento. [As crianças e/ou o ventilador devem parar de soprar.] Depois, houve um terremoto. [Elias e as crianças devem se balançar e se segurar, como se passassem por um terremoto.] Mas o Senhor não estava no terremoto. [Todos devem parar de se movimentar.] Depois do terremoto veio um fogo. [Agitar a folha de papel celofane laranja perto de Elias, que deve mostrar medo e calor.] Mas Deus também não estava no fogo. [Afastar o “fogo”] Então, veio uma voz bem suave e carinhosa, chamando Elias. [Um irmão deve fazer uma voz bem suave e dizer:] “Eu ainda tenho trabalho para você Elias. E para ajudá-lo vou lhe dar um ajudante, que mais tarde será profeta em seu lugar. Saiba também que em Israel eu tenho sete mil pessoas que não adoraram a Baal.”

Aquela voz suave e carinhosa de Deus, confortou o coração de Elias. Ele também ficou animado em saber que havia tanta gente adorando a Deus e não a Baal. Ele não se sentiu mais sozinho. Do monte Horebe, Elias foi até a casa de um rapaz chamado Eliseu. [A criança que representa Eliseu deve fingir que está cavando com uma enxada, do outro lado do cenário. Elias deve ir até onde ela está.]  Esse rapaz era filho de um fazendeiro rico. A família dele estava entre os que não adoravam a Baal. Apesar de ser rico, Eliseu trabalhava duro, junto com os empregados e Elias o encontrou ocupado, arando o campo. Eliseu reconheceu imediatamente o profeta de Deus. Elias, então, jogou a sua capa sobre Eliseu. [“Elias” deve jogar sua capa sobre “Eliseu”.] Com isso ele queria dizer que Eliseu estava sendo chamado para trabalhar para Deus. O rapaz entendeu isso e, depois de se despedir da família com um jantar, ele foi embora junto com Elias. [Os dois devem caminhar juntos pela sala.] No começo seu trabalho era bem humilde, como jogar água para o profeta lavar as mãos. [“Eliseu” deve fingir que está jogando água nas mãos de “Elias” e este deve fingir que está lavando as mãos.]Com o tempo, Elias e Eliseu se tornaram grandes amigos: ensinavam juntos na escola dos profetas, visitavam as famílias e ensinavam o povo a adorar ao verdadeiro Deus.  
Elias foi ficando idoso e Deus tinha uma surpresa muito especial para ele: ser levado para o Céu sem morrer. O Senhor contou isso aos estudantes da escola dos profetas. Quando chegou o tempo disso acontecer, ele disse a Eliseu [“Elias” deve falar]: “Fique aqui que eu irei sozinho até Betel.” Mas Eliseu não permitiu que Elias fosse sozinho. [“Eliseu” acompanha “Elias”.] Chegando a Betel, Elias fez o mesmo pedido. [Repetir a fala e os movimentos anteriores.] Novamente, Eliseu se recusou a deixá-lo. Então caminharam até Jericó. Lá Elias pediu pela última vez que Eliseu o deixasse seguir sozinho e outra vez Eliseu não o deixou. [Repetir a fala e os movimentos anteriores.] Assim, andaram juntos até o rio Jordão. [Colocar as faixas tiras de TNT azul no chão, encostadas uma à outra.] De longe, os estudantes observavam o que aconteceria. À margem do rio, Elias tirou seu manto, dobrou-o e bateu na água com ele. [“Elias” deve tirar o manto das costas, dobrá-lo e bater com ele no “rio”. Dois ajudantes puxam as faixas, formando um espaço entre elas.] O rio se abriu e apareceu um caminho pelo qual os dois passaram. [“Elias” e “Eliseu” passam pelo rio.] Depois disso, Elias disse para Eliseu fazer um pedido. Eliseu pediu uma porção dobrada Espírito Santo que havia sobre Elias. O profeta respondeu que, se Eliseu o visse quando fosse levado para o Céu era porque seu pedido seria atendido. Se não visse, era porque não seria atendido. Eles caminhavam juntos [os dois devem caminhar em direção à porta.], quando, de repente, um carro de fogo com cavalos de fogo os separou um do outro. [Colocar a faixa de TNT laranja entre os dois. Elias deve jogar sua capa e sair pela porta.] Elias foi levado ao Céu num redemoinho e Eliseu ficou para trás, segurando a capa de Elias, que caíra.

Ao voltar, chegou ao rio Jordão e bateu a capa nele. [“Eliseu” deve ir ao rio e repetir o “milagre”.] O rio se abriu como quando Elias havia feito isso. Os estudantes viram esse milagre e entenderam que Eliseu fora escolhido por Deus para ficar no lugar de Elias.

REVISANDO: [Colocar uma criança dentro da “caverna” e  fazer as perguntas para outras crianças. A cada resposta certa, ela pode tirar uma parte do corpo para fora. Quando a resposta estiver errada, ela deve ficar como está. As crianças devem acertar até que o “Elias” saia completamente da caverna.]

APLICANDO: [Dizer:] Deus fala conosco de maneiras diferentes. Às vezes ele fala através da Bíblia [mostrar uma Bíblia]. Outras vezes, Ele usa nossos pais, professores e pastores para falar conosco. Deus falou com voz bem suave com Elias. Com o Eliseu, Deus falou através do profeta Elias. Os dois deram ouvidos à voz de Deus. Mas, o que é dar ouvidos? Dar ouvidos não significa apenas ouvir com os ouvidos, mas prestar atenção ao que está sendo dito e fazer o que é pedido.
Vou dizer o nome de alguns personagens da história. Se eu falar de um personagem que deu ouvidos à voz de Deus, vocês devem colocar as mãos em concha, perto dos ouvidos. Se eu falar de um personagem de não deu ouvidos à voz de Deus, vocês devem tapar os ouvidos com as mãos. [Dizer:] Jezabel [não deu ouvidos]; Elias [deu ouvidos]; Eliseu [deu ouvidos]; Acabe [não deu ouvidos]. Agora  vocês vão continuar fazendo a mesma coisa. Só que vou falar de algumas situações de hoje em dia.
1. Dois amigos estão sentados na varanda da casa. A mãe lhes diz que o carro pode estragar os brinquedos que estão na entrada da garagem. Um deles diz: “É verdade.” Mas continua brincando. [Não deu ouvidos.] O outro se levanta e vai pegar os brinquedos. [Deu ouvidos.]
2. Uma criança está lendo um livro. O pai lhe diz que falta cinco minutos para ela ir se deitar. Ela guarda o livro e vai dormir. [Deu ouvidos.]
3. Na igreja,  numa palestra sobre saúde, foi explicado sobre os males dos refrigerantes, principalmente a Coca-cola. Um irmão resolveu trocar os refrigerantes por suco natural. [Deu ouvidos.] Outro irmão, serviu coca-cola na festa de aniversário de seu filho. [Não deu ouvidos.]
4. Em uma reunião de membros, o pastor mostrou às irmãs que não devem usar maquiagem porque é um costume mundano. Uma irmã, tirou o batom da bolsa e o aplicou ali mesmo. [Não deu ouvidos.] Outra irmã foi para casa e jogou fora tudo que tinha de maquiagem. [Deu ouvidos.]

O que é dar ouvidos a Deus? [Fazer o que Deus nos mandar.] Vamos orar e pedir a Deus que nos ajude a fazer o que Ele pede. [Juntar as crianças e orar com elas, pedindo ajuda para obedecer.]


MEMORIZANDO: [Dizer:]  Eliseu aprendeu a atender a voz de Deus desde criança. Seu pai lhe dava uma ordem e ele obedecia na hora. Mesmo quando era uma coisa bem pequena. Apesar de ser muito rico, ele aceitou o trabalho de ajudante de Elias, tendo de fazer trabalhos bem humildes, que pareciam sem importância. Mas, como ele deu ouvidos a Deus nas pequenas coisas, Deus viu que podia confiar nele e o chamou para ser profeta no lugar de Elias. Elias foi fiel em tudo. E recebeu o presente de ir para o Céu sem morrer. Isso pode acontecer com vocês também. Vejam o que está escrito na Bíblia. [Ler o verso na Bíblia e ensiná-lo fazendo os gestos como estão descritos na lição (se as crianças forem bem pequenas, ensinar só a primeira parte do verso:]
“Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei - [fazer sinal de pequeno com os dedos, mostre algo grande.]
Entra no gozo do teu Senhor - [sorrir e mostrar um caminho.]
Mateus 25:21 - [desabrochar uma flor e formar um livro.]
Vamos fazer todas as coisas como Deus quer e com certeza seremos felizes.
CONTANDO AOS OUTROS:
[Entregar uma cópia da atividade para as crianças. Se forem pequenas, deixar que pintem e levem para casa para que os pais as ajudem a recortar. Se forem maiores, deixar que recortem e guardem as peças do quebra-cabeça em um envelope. Pedir que usem o material para contar a outros o que aprenderam na história bíblica de hoje.]
  




Nenhum comentário:

Que bom que você veio!

Volte Sempre!